Fale com o autor
Eduardo Freitas
1 publicação
Sobre o autor

Eu já gostava de escrever desde de muito cedo. Minhas melhores notas na escola eram as de redação. Na época, uma professora de português, ao mesmo tempo que gostou muito de uma poesia minha, disse que eu havia copiado de alguém. Soou como um elogio e passei a me interessar por escrever poesias. No entanto, eu não era de ler muito. Só fui gostar de ler por volta dos meus 30 anos de idade, quando me deparei com uma obra chamada “Uma psicologia maior”, de A. S. Dalal, uma seleção de escritos de Sri Aurobindo, filósofo-sábio da Índia (1872-1950).

Desde então me tornei um aficionado por leituras que transcendem o conhecimento comum, tais como: psicologia, hermetismo, mitologias, e etc. Porém, entre um livro científico e outro, caiu sobre meu colo algo nada parecido com o que estava acostumado a ler, uma ficção muito famosa chamada “Fausto”, de Goethe. E foi aí que comecei a querer escrever uma aventura sobre alguém em busca do conhecimento.

Hoje este é um projeto que vem se tornando cada dia mais real. Estou a poucos passos de terminar a primeira parte de uma trilogia sobre o tema. Estou na fase da revisão ortográfica. Enquanto a minha “Grande Obra” não se realiza, ofereço as minhas poesias a todos que se interessarem. São versos livres, leves e soltos, sem muito recursos estilísticos e nenhuma metrificação proposital. São apenas versos com ritmo e rimas. Versos que voam com a intensão de pousar sobre os corações daqueles que gostam de ler sobre a arte de amar, pois “não há quem não ame pelo menos para sempre”.

Espero que gostem e que indiquem também.

Selos de reconhecimento
Autor do Clube de Autores
Autor publicou o seu primeiro livro no Clube de Autores
Biografia bem definida
Sua página biográfica tem foto e um texto com pelo menos 300 caracteres sobre o autor
Todas as publicações desse autor
Impresso
R$ 56,23
Ebook
R$ 18,30