Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Fale com o autor
Manoel Messias Belisario Neto
4 publicações
Sobre o autor
(Escritor de cordel [e outros estilos de poesia], romance, conto, crônica teatro e novela.)

É licenciado em Letras pela Universidade Federal da Paraíba; é especialista em Língua, Linguagem e Literatura; é mestre em Letras (UFPB); é natural de Aguiar (PB) e atualmente reside em João Pessoa, onde trabalha como professor de Língua Portuguesa nas redes estadual (da Paraíba) e municipal (de João Pessoa).
Na estilística do cordel, é autor dos seguintes folhetos, cordelivros e poemas:

FOLHETOS

A arte de pirangar – 2009
A médica que apodreceu em vida por ter maltratado os pacientes (folheto) – 2009
Alerta ao usuário do Orkut – 2007
As aventuras de Teó da Lage em busca de assombração – 2011
Carta de Satanás ao Sistema Correio de Comunicação – 2009
Carta de m jumento à CNBB por causa das presepadas de um bispo – 2009
Carta do primo jumento ao goleiro Bruno – 2010
Cordel do ECA – 2007
Conselhos de mãe – 2004
Fora Ricardo Teixeira – 2011
História de trancoso – 2004
Homenagem ao CQC – 2010
Homenagem aos políticos corruptos – 2008
Lamentos de uma Tuia – 2008
Melancolias de um Sertanejo Longe de Seu Torrão – 2009
O assassinato da juíza Patrícia Acioli – 2011
O Casamento da Feira de Caruaru com o Povo Brasileiro – 2010
O Homem que teve 300 mil filhos depois de morto – 2009
O Político que analisou o peido e a bufa por falta do que fazer– 2009
O político que engabelou o povo comprando voto fiado nas eleições de 2008 – 2008
O romeiro e a promessa – 2009
O surgimento da mentira no brasil – 2010
Passeio em São Merdoê – 2008
Paulistas do paraguai no sertão – 2009
Peleja do aluno preguiçoso com o estudioso – 2004
Plano de assistência Social de João Pessoa – 2011
Recordando o Aguiar: meu torrão natal – 2010
Satan Processa Bin Laden e Bush Por Plágio e Difamação – 2007
Sítio Lages: a capital de Aguiar – 2010
Tributo ao sítio Oitis – 2010
Triste fim do jovem Besta Fera – 2010
Tiradentes: o lado mais fraco da corda – 2010
Tom e Macicley: uma história de amor – 2010
Tributo ao índio – 2010
Versos em homenagem ao amigo Luiz – 2010

POEMAS (disponíveis na internet )

A chuva e o vento feito gato e rato – 2010
A arte da babação – 2012
Adeus morcego (de Augusto dos Anjos) – 2016
A confusão do IPED – 2015
À Pedra Bonita – 2016
À repugnância de “psicologia de um vencido” (do poeta Augusto dos Anjos) – 2016
Ao Padre Amâncio – 2016
Aos logos os cordeiros – 2015
Ao verme operário das ruínas do poeta Augusto dos Anjos – 2016
Ápice e declínio de nossos impérios – 2016
As 200 mil toneladas de lixo que o gato comeu – 2015
Beco sem saída ou sem luzes no fim do túnel – 2014
Boicote no curral do poderio (poema) – 2015
Campanha para ajudar o nobre deputado Abelardo Camarinha – 2011
Candidatos A ou B ou Conveniências – 2014
Conversa com a saudosa arte cordel – 2010
Conselhos aos servos do rei sertão – 2010
Dia dos jovens – 2010
Dia mundial da saúde – 2010
presidente para dar continuidade ao governo nota mil – 2010
e a ilusão voluntária – 2015
Emanuelle completa três aninhos de idade – 2018
Filme da vida real – 2018
Flor mulher – 2010
Hugo Mota: o deputado da pizza – 2015
João Pessoa: uma aventura na tábua de pirulito ou passeio em buracolândia – 2015
Lamento de um riacho sertanejo – 2006
Meu primeiro livro – 2011 O alimento cordel – 2011
Meu sertão sertanejo – 2010
Palavras ao vento nas cascatas da Web – 2010
Páscoa – 2010
Pedaços de silêncio – 2010
Reunião no céu sobre a copa do mundo – 2010
Semeando cordel na plataforma da WEB – 2011
Mensagem dos professores aos alunos concluintes do Augusto dos Anjos João Pessoa – 2016
Meu sertão particular – 2015
Nuvens nas nuvens – 2018
Ode à madrugada – 2010
O amor de Emanuelle – 2015
Paraíba Saqueada – 2011
Privatização da arte – 2015
O pato arrependido – 2016
Parabéns, Emanuelle – 2017 Parabéns, Campina Grande – 2010
Poesia sertã – 2010
Por Justiça Social – 2010
Setenta por cento de espinhos – 2015
São João Sertanejo – 2007 Velório no sertão – 2010
Sertão Sertanejo, Sertanejo Sertão – 2010
Versos para minha mãe Maria José – 2017
Versos para Rosário – 2012
Vossa excrescência – 2016
Vinde à nós ó poesia – 2015

CORDELIVROS

Agruras de um poeta popular ou poeta dos poetas populares no paraíso – 2011
Trágica história de amor – 2018

Na área poética diversa do estilo do cordel, publicou as seguintes obras:

LIVROS

Cavalgando o Sol – 2015
Poesia em Trânsito – 2016

POEMAS

Capital da Paraíba – 2010
Dorme em paz, meu defunto – 2010
Irmã Dorothy Stang – 2010
O Amor Pelo Torrão Desperta a Resistência Sertaneja – 2010

Além disso, foi premiado nos seguintes concursos de poesia:

1°Concurso de Poesia Narciso Araújo da Academia de Artes Cultura e Letras de Marataízes – ES (2013) – poema “Palavragem;
Prêmio Cataratas de Contos e Poesias de Foz do Iguaçu, PR (2012/2013) – Poema “Receita de Po(ema)";
10º Concurso de ‘Poemas no Ônibus’ de Gravataí, RS (2013) – poema “Transferidor”;
Sarau Virtual “Reticências em Versos”, Guarulhos, SP (2013) – poema “Ipsis Litteris” (publicado na obra "Poesia em Trânsito").


Parte de sua obra está disponível gratuitamente em sites e blogs na internet podendo ser acessada por meio da página Manoel Belizario literário (no Facebook), do blog cordelparaiba.blogspot.com e de buscadores da internet (como o Google).
Selos de reconhecimento
Autor do Clube de Autores
Autor publicou o seu primeiro livro no Clube de Autores
Autor virou assunto
Autor teve uma notícia publicada sobre ele
Biografia bem definida
Sua página biográfica tem foto e um texto com pelo menos 300 caracteres sobre o autor
Todas as publicações desse autor
Impresso
de R$ 35,53
R$ 29,46
Ebook
R$ 15,07
Impresso
de R$ 31,96
R$ 25,90
Ebook
R$ 15,07
Impresso
de R$ 31,55
R$ 25,49
Ebook
R$ 15,07
Impresso
de R$ 35,14
R$ 29,08
Ebook
R$ 20,45