20 anos do Prêmio Gazeta de Limeira de Literatura
Categorias
Literatura Infanto Juvenil, Diversos
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4747 vezes desde 21/03/2012
Versão
impressa
R$ 46,09
Valor total:
R$ 46,09
Versão
ebook
R$ 15,07
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 46,09
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Instituído em 1991, o Prêmio Gazeta de Limeira de Literatura tem o objetivo de incentivar a leitura e a redação entre os estudantes da rede pública e particular de ensino. A participação no concurso se dá através das escolas de Limeira, Iracemápolis, Cordeirópolis e Engenheiro Coelho, que pré-selecionam os textos entregues aos professores de Português. Os estudantes cujos trabalhos mais se destacam são premiados em solenidade cívica, que em 2010 aconteceu na noite de 27 de outubro, no Teatro Vitória, em Limeira, quando os autores dos textos que compõem esta obra, tiveram seus esforços reconhecidos, pois defenderam com criatividade, correção e interesse o tema “A vida on-line: conhecimento, diversão e perigos”. Nessa coletânea em comemoração aos 20 anos do Prêmio, o leitor acompanha também todos os premiados das edições anteriores.

Características
Número de páginas 290
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Estudantes participantes de 2010

A Gazeta de Limeira foi fundada em 1931 para defender o Partido Constitucionalista (PC) em Limeira e apoiar os ideias que culminaram com a Revolução de 32. A primeira capa do jornal foi a visita do General Izidoro Dias Lopes e dos tenentes João Alberto e Miguel Costa à cidade, para divulgar os ideais constitucionalistas, que tinham como adeptos personagens conhecidos da história limeirense, como Maria Thereza de Barros Camargo, que foi prefeita e deputada, e o advogado Octavio Lopes Castello Branco.

Entre os fundadores do jornal, estão Mário Sampaio Martins, J.Vitorino e Álvaro Corrêa, que foi o primeiro diretor, função em que esteve até 1938. O primeiro redator do jornal foi Castello Branco. A sede própria foi possível em 1972, quando foi adquirido o imóvel na rua Senador Vergueiro, 319, onde está a matriz até hoje. Na metade da década de 70, a Gazeta passou a ser presidida pelo advogado Waldemar Lucato, que atuava como colaborador desde os anos 50. Na direção do jornal, Lucato adquiriu novos equipamentos e profissionalizou a elaboração do jornal. Em 1980, a Gazeta passa a ser publicada de terça a domingo. A circulação às segundas-feiras, única na cidade, veio em 1997. Em 1995, o jornal introduziu a cor em sua impressão.

Desde 1996, após a morte de Waldemar Lucato, o jornal passa a ser presidido por seu filho, Roberto Lucato, auxiliado pelos irmãos Fabiana e Eduardo Lucato Neto. Dois projetos com amplo alcance comunitário mostram a participação ativa da Gazeta no município: o Prêmio de Literatura, realizado desde 1991 e que movimenta estudantes de todas as escolas da cidade, incentivando a leitura e a prática da escrita, e a Copa Gazeta de Limeira de Futebol Amador, que desde 1988 movimenta esportistas de toda a região.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários