Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
A Greve Da Cegonha
Peça de Teatro
Categorias
Maternidade, Infertilidade, Adoção, Vida Cristã, Família E Relacionamentos, Drama
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 257 vezes desde 09/08/2019
Versão
impressa
R$ 31,26
Valor total:
R$ 31,26
Valor total:
R$ 31,26
Sinopse

Arlindo e Clara sempre sonharam em ter um filho, mas Clara nunca conseguiu engravidar. Quando Arlindo conta para sua mulher que a fábrica vai produzir em série um boneco muito parecido com um bebê de verdade para ser comercializado, Clara passa a fantasiar a chance de ter seu pequeno como sempre sonhou; começa, a partir de então, a busca para convencer seu marido a roubar o boneco da fábrica e trazê-lo para dentro de casa para, enfim, criá-lo; pronto, o conflito está estabelecido e o desfecho desta história é surpreendente.

Características
Número de páginas 87
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Carlos Henrique Dorrescan

Carlos Henrique dos Reis Campos (pseudônimo: Carlos Henrique Dorrescan) nasceu em 17 de outubro de 1963 no Rio de Janeiro, capital; em 1976, 1978 e 1979 estudou teatro na Escola de Teatro Martins Pena; em 1980 estudou teatro no STAN - Sugestões Teatrais ao Ator Novo, do ator Denny Perrier; em 1981 e 1982 estudou teatro no Grupo Debate, do autor e diretor teatral Clóvis Levi; em 1982 participou como ator de sua primeira peça chamada "Que País É Esse?"; em 1983 entrou para CAL - Casa das Artes de Laranjeira onde formou-se em ator em 1984; a partir de 1985 trabalhou como ator em vários espetáculos teatrais, a partir de 1987 trabalhou como diretor de teatro dirigindo mais de vinte espetáculos profissionais e lecionando teatro em cursos e escola de formação profissional de ator; paralelamente escreveu e escreve peças teatrais; trabalhou como ator na TV Globo na novela "Fera Radical", no teletema "Iaiá Garcia" e no programa "Globo Ecologia"; atuou no curta metragem "Os Lados Da Rua" do diretor Diego Zon (filme que participou da mostra paralela do Festival de Canne, na França) e outros festivais. Formou-se em psicanálise em 2014 e desde então faz atendimento psicanalítico.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 51,63
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 38,53
Ebook
R$ 24,75
Impresso
R$ 52,23
Ebook
R$ 20,45
Impresso
R$ 36,09
Impresso
R$ 51,54
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 40,28
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 40,76
Ebook
R$ 17,22
Comentários
1 comentários
Ulisses Sebrian
Sábado | 10.08.2019 às 10h08
Parabéns! Carlos ! Ainda agora que Brasil precisa de mais cultura. Parabéns por escrever para o teatro. Persistência e dedicação. Não se importe com o sucesso. Se importe em escrever, contar a historia, burilar e ficar atento sempre ao oficio de escrever. Orgulho e vaidade sempre espanta a criatividade.