Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Coleção OGI: Orquestra Grupo Instrumental
Categorias
Didáticos, Educação, Música, Clássica, Instrumentos Musicais, Instrução & Estudo
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3722 vezes desde 23/07/2016
Versão
impressa
R$ 69,08
Valor total:
R$ 69,08
Versão
ebook
R$ 12,39
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 69,08
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Este livro dá as noções iniciais para formar uma orquestra de câmara de um grupo instrumental, de instrumentos musicais diferentes dos normalmente utilizados nas orquestras tradicionais.

Os instrumentos musicais trabalhados serão: Flauta-doce Sopranino; Flauta-doce Soprano; Flauta-doce Contralto; Escaleta; Bandolim; Cavaco; Violão; Guitarra; Viola Caipira; Baixo elétrico; Acordeão; Teclado; Piano; Metalofone; Bateria; Percussão, Pandeiro, Surdo, Tamborim, Agogô, Reco-reco, Tantã ou Timba, Berimbau, Cajón, Rebolo.

Os arranjos para estes instrumentos, a forma como organizar as ideias musicais e como interpretar, seguem nas páginas seguintes.

As Grades fornecidas, são ideias de formação de conjuntos e como organizar.

Há arranjos para ritmos para percussão e para os demais instrumentos musicais abordados neste livro, exemplos de como pode se organizar as ideias rítmicas.

Nos exercícios de Harmonizando, com início na página trinta, coloca-se na prática as ideias, lembrando que nem sempre a ideia funciona bem, a confirmação é através do som.

Depois de ter feito os arranjos, basta transferir para a grade, este livro tem a preocupação de ensinar uma forma de arranjo, organizando as ideias, pois num conjunto grande, é fácil se perder, principalmente quando não tem algo fixo a ser seguido. O solo pode ser distribuído em vários instrumentos, assim como tocar todos os instrumentos de uma vez fica bom em trechos da música, mas não sempre a totalidade da música, assim vai dar as características mais de orquestra e não somente de um conjunto.

Este livro também fala sobre a grade dos instrumentos de percussão utilizados na OGI – Orquestra Grupo Instrumental, e o arranjo para várias levadas, assim como, várias levadas para a bateria. Percussão e Bateria, onde se podem tocar juntos, ou separados. As levadas são apenas uma noção do que se pode fazer, é apenas um guia, o arranjo de cada música é único e sempre tem que ser criativo.

Na última página encontra-se a legenda da notação musical para cada instrumento de percussão, respeitando sua característica sonora.

Há várias opções de organização e possibilidades.

Características
Número de páginas 509
Edição 1 (2016)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Espiral c/ acetato
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Couche 90g
Fale com o autor
Marcelo Torca

Os nomes: Marcelo Torca, Nhô Celo, Morales, Mamo Cato, são pseudônimos do músico, compositor e escritor Marcelo M. Torcato, cuja formação está baseada no piano erudito, e a sua atuação compreende a Música Popular, Música Erudita, Música Instrumental, onde escreve por quatro compositores, ou como se fosse.

Marcelo Torca é o compositor e escritor que atua no ramo da música instrumental e erudita, é o nome de apresentação, de divulgação e de comercialização, dentro da música instrumental trabalha com vários elementos harmônicos, melódicos e rítimicos, faz arranjos, possui músicas de autoria própria nos estilos: Caipira, Carnaval, Samba, Chorinho, Erudito. Como compositor faz várias experimentações e com vários instrumentos, desde instrumentos solos, até orquestras. Destacam-se as músicas: Baião a Quatro, Em Sonata, Som (flauta-doce, duas guitarras, piano); Diz Som Ando (piano); Tema (flauta, clarineta e orquestra de cordas e percussão). Como escritor, atua na área de poesia, conto, crônicas, destacando: Ao Amanhecer, Não Sei Poesias, Poesias em Dezembro, Carla(conto), Um Flautista(conto). Participou de três antologias, livros impressos: I Antologia Nacional de Poesias: Novos Poetas, Novos Talentos. Editora Mar de Idéias; Portal "Cá Estamos Nós": II Antologia. Editora All Print; Antológica Primazia. Editora All Print.

Mamo Cato pertence ao Rock Punk, onde a linha de atuação principal é de crítica a Sociedade, possui um som pesado, alegre, triste dependendo do tema a ser abordado, trabalha com guitarra, baixo, bateria, canto e teclado, pode-se destacar as músicas: Política Social, Rock Paulicéia, Liberdade. Política Social é um conjunto de dez músicas, onde o compositor deixa registrada a sua opinião referente a organização social, tem um som mais Punk, já Rock Paulicéia segue uma linha mais Rock, são dez músicas para agitar, onde os temas abordados são do cotidiano.

Nhô Celo segue a linha Caipira, onde as músicas falam sobre a vida no campo, no rancho, à beira do rio, sobre a organização da pessoa humana na zona rural, é um estilo regionalista e difunde o jeito de viver de uma determinada região, pertencente ao Interior Paulista, às margens do Rio Paraná, destacam-se: No Rio, Sonho, De Quem é Essa Terra (em parceria com Maria José M. Torcato). São músicas executadas com teclado (som de piano), baixo, viola caipira, canto, algumas músicas já foram gravadas instrumentalmente por Marcelo Torca, cujo cd já se encontra esgotado.

Morales é o músico compositor especializado em folia, ou seja, carnaval e a música que se destaca é a Folia Em Paulicéia, de rítimo alegre e contagiante, tem como proposta passar os dias de carnaval alegre e descontraído.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,93
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 28,38
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 68,72
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 59,04
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 72,36
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 79,83
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 34,42
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 69,90
Ebook
R$ 44,13
Comentários
0 comentários