Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Cristologia
(A.E.B.M.)
Categorias
Doutrinas Bíblicas, Estudo Bíblico, Teologia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 378 vezes desde 13/07/2018
Versão
impressa
R$ 61,60
Valor total:
R$ 61,60
Versão
ebook
R$ 22,14
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 61,60
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Tenho por certo que a Supremacia e Suficiência de Cristo é o fundamento da fé Cristã. Sem alicerce não existe cristianismo, não existe conhecimento de Deus, não existe salvação. A Supremacia de Cristo, é o centro de toda a verdade que está no Evangelho. É a verdade central do evangelho. É por causa da Supremacia e Suficiência de Cristo que me achego a Deus. Cristo é sobre tudo e sobre todos e mais que suficiente para cumprir em nós, os eleitos, a vontade de Deus.

Características
Número de páginas 116
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Adriano Pires

CONHECENDO A "ASSOCIAÇÃO DE ENSINO BÍBLICO E MISSÕES"

Sobre Nós: “Nós somos uma simples comunhão de crentes reunidos com um interesse e chamado em comum: trabalhar na Grande Comissão. Nós não temos nenhum objetivo de auto-promoção e não temos nenhuma ambição, exceto a de obedecer a vontade do Senhor. Apesar de termos experimentado uma boa medida da bênção de Deus em nossos esforços, nós não somos indispensáveis para o crescimento do Seu reino. Se fôssemos morrer amanhã, isso não iria prejudicar o avanço forte da Sua vontade, nem diminuir o aumento da Sua colheita. Nós existimos e damos frutos apenas por causa do propósito da graça de Deus (João 15:16). Ele não é servido por mãos humanas, como se precisasse de alguma coisa (Atos 17:25). Ele vai fazer Seu nome grande entre as nações (Malaquias 1:11), com ou sem nós. Embora tenhamos esta confiança no caráter e decreto do Senhor, não estamos ignorantes acerca do tempo [em que vivemos], nem estamos sem paixão. No alvorecer deste novo milênio, estamos no limiar de inúmeras oportunidades de testemunhar a revelação da glória de Deus entre as nações. Se tardarmos, perderemos a maior porta aberta que a Igreja já conheceu. Não é um momento para pequenas visões, e mentes estreitas, mas um momento de ousadia, coragem e dependência nas fiéis promessas de Deus. É um tempo para assumir as cruzes, contando as coisas como perda, e seguir o Mestre.”

A Nossa Missão : “Nossa maior preocupação é que o nome dEle seja grande entre as nações, desde o nascer até o pôr do sol (Malaquias 1:11), e que o Cordeiro que foi morto possa receber a recompensa total pelos seus sofrimentos (Apocalipse 7:9 – 10). Nós encontramos o nosso grande objetivo e motivação, não no homem ou suas necessidades, mas em Deus, Seu compromisso com a Sua própria glória, e nosso desejo, dado por Deus, de vê-Lo adorado em toda nação, tribo, povo e língua. O cristão que verdadeiramente ama a glória de Deus, e é confiante em Sua soberania, não será insensível às bilhões de pessoas no mundo que ainda têm de ouvir o Evangelho de Jesus Cristo. Se nós somos verdadeiramente parecidos com Cristo, a multidão perdida nos moverá à compaixão (Mateus 9:36), até mesmo para grande tristeza e incessante dor (Romanos 9:2). A sinceridade da nossa confissão cristã deve ser questionada se não estamos dispostos a fazer tudo ao nosso alcance para tornar Cristo conhecido entre as nações, e suportar todas as coisas para o bem dos eleitos de Deus (II Timóteo 2:10). Se o cristão é verdadeiramente obediente à Grande Comissão, ou ele entregará a sua vida para descer no poço ou irá segurar a corda para aqueles que vão descer. De qualquer maneira, o mesmo compromisso radical é necessário.

“Nossa grande preocupação é: ‘que o nome dEle seja grande entre as nações’. Malaquias 1.11”

Declaração de fé da Missão: “O grande objetivo de qualquer sociedade ou associação missionária não deve ser o envio de missionários, mas o envio da Verdade de Deus através dos missionários. É desaconselhável, e até mesmo perigoso fazer de missões ou evangelismo um ponto de encontro para os crentes de congregações diversas ou de indefinidos pontos de vista doutrinários. A Verdade e o desejo de torná-la conhecida entre as nações deve ser a força unificadora. Já que missões é principalmente uma tarefa de comunicar a verdade de Deus às nações, a doutrina bíblica é fundamental. Qualquer sociedade missionária ou agência que não se preocupa com a doutrina bíblica ou generaliza sua declaração doutrinária, a fim de manter a comunhão com o maior número de cristãos professos, perdeu o seu propósito e, possivelmente, a sua própria alma.”

Leia mais: http://i-e-b-m.webnode.com/

Nome do link: www.i-e-b-m.webnode.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 51,60
Ebook
R$ 17,15
Impresso
R$ 51,61
Ebook
R$ 22,14
Impresso
R$ 51,61
Ebook
R$ 22,15
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 66,55
Ebook
R$ 33,37
Impresso
R$ 37,50
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 33,83
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 36,08
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 43,05
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 32,80
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 42,00
Ebook
R$ 21,53
Impresso
R$ 40,49
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 34,06
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 30,56
Ebook
R$ 11,84
Comentários
0 comentários