Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
É Natal
Músicas Natalinas para violino
Categorias
Instrução & Estudo, Folclórica & Tradicional, Clássica, Música, Didáticos, Artes e Entretenimento
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 295 vezes desde 19/11/2019
Versão
impressa
R$ 67,09
Valor total:
R$ 67,09
Valor total:
R$ 67,09
Sinopse

Livro de partituras de músicas de Natal tradicionais para violino, selecionadas e organizadas em graus de dificuldade pela autora. O livro traz lindas ilustrações, sendo ideal para todas as idades.

Características
Número de páginas 38
Edição 1 (2019)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura s/ orelha
Coloração Colorido
Tipo de papel Couche 90g
Fale com o autor
Ludmila Plitek

Sou violinista e professora de violino. Dou aulas

para crianças, adolescentes e adultos de todas as

idades.

Quando estava no Jardim de Infância, no Rio

de Janeiro, aonde nasci, minha mãe me perguntou o

que eu preferia: balé ou música. Respondi: “música!”.

Ainda me lembro do meu pai me levando no colo para

as aulas com a Tia Lia, minha primeira professora.

Depois de um tempo, nos mudamos para Brasília.

Lá, minha professora foi a Marlene. Nas apresentações

que ela organizava, subi várias vezes no palco. Depois

de um tempo, meus pais me colocaram na Escola de Música de Brasília, era muito perto da

minha casa, eu podia ir sozinha e aproveitava para ir e voltar solfejando. Foi lá que conheci

o violino. O maestro Levino era diretor da escola e queria que todos os alunos conhecessem

um instrumento de orquestra. Escolhi o violino! Fiquei encantada! Na escola, tive vários

professores, entre eles a Ludmila, que tinha o mesmo nome que eu.

Entrei para a Camerata, por concurso; era pré-adolescente e já recebia um salário! Meu

primeiro emprego! O diretor da orquestra, que fez parte da banca do concurso, era o Cristopher,

recém chegado da Inglaterra. Tocávamos nos palácios para os presidentes e autoridades, nos

teatros, na Catedral de Brasília e em outras cidades.

Aos dezessete anos, retornamos para o Rio de Janeiro. Cursava violino na UFRJ,

estudando com a professora Nathércia, e ao mesmo tempo, História na PUC.

Ingressei na Orquestra Sinfônica Jovem do Rio de Janeiro, por concurso. O maestro

era o David Machado e orquestra tinha um repertório amplo e fazíamos muitos concertos.

Era um excelente projeto de música para o Brasil. Participei da orquestra de Câmara Abrarte,

também por concurso.

Me formei bacharel em violino na classe do professor Michel. Meu recital de formatura

foi pesado. Toquei a Partita nº. 2 para violino solo de Bach, inclusive com a Chacona, um

Capricho de Paganini, outro de Wieniavisky, o Romance de Beethoven, o Concerto inteiro de

Max Bruch e uma peça brasileira composta e dedicada a mim: Duas Miniaturas, de Alexandre

Schubert, atualmente meu marido.

Toquei em muitas orquestras no Rio de Janeiro, dentre elas a Orquestra Pró Música,

a Orquestra Sinfônica Nacional, a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, a Orquestra

Filarmônica do Rio de Janeiro, a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ.

Participei de grupos de câmara como a Orquestra de Câmara do Conservatório Brasileiro de

Música e em eventos como a Bienal de Música Contemporânea Brasileira e o Panorama da

Música Brasileira Atual. Fui a violinista do Trovarte. Participei da gravação de vários CDs.

37

Com meu violino conheci inúmeras cidades do estado do Rio de Janeiro e do Brasil.

Nessa época, conheci o “Método de Educação do Talento”, como o professor Suzuki

gostava de chamar seu método de ensino de violino. Foi um marco na minha vida! Comecei

a dar aulas de violino e cada vez mais me surpreendia, e ainda me surpreendo, com o

resultado maravilhoso! Fiz diversos cursos de especialização com a professora Barbara,

diretora da Suzuki Association of Americas, da qual faço parte.

Fui professora de violino dos Seminários de Música Pró Arte durante muitos anos.

Atualmente, dou aulas em minha residência para muitos alunos e em uma grande escola

particular do Rio de Janeiro. Durante o ano, fazemos muitas apresentações: Concertos

individuais, Encontros de Violinos e o tradicional Concerto de Natal. Vários de meus

alunos hoje já são profissionais, conquistando concursos no Brasil e no exterior. Vários,

também, estão formados ou se formando em outras profissões, mas continuam tocando e

estudando violino.

Adoro dar aula para os pequenos, para os adolescentes e para os adultos! Adoro

ver as crianças aprendendo as primeiras músicas, solfejando espontaneamente e decorando

concertos.

Comentários
0 comentários