Mania de Escrever
Redação para vestibulares e Enem: um modo diferente e divertido de aprender
Categorias
Didáticos, Educação, Jovens e Adolescentes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1465 vezes desde 17/03/2015
Versão
impressa
R$ 37,21
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 37,21
Versão
ebook
R$ 14,81
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 37,21
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Mania de escrever – Redação para vestibulares e Enem: Um modo diferente e divertido de aprender- é um livro que traz a história do professor de letras, Aristides. Ele desenvolve um projeto inovador e apresenta para ser aplicado na escola onde trabalha. No entanto, o diretor do local faz de tudo para acabar com seus planos. Durante sua saga ele não desiste do seu sonho, e pra isso precisa ter muita coragem para enfrentar todos os desafios à sua frente. Além disso, o livro apresenta toda a estrutura e elaboração da redação em cinco encontros, os quais são trabalhados: Introdução, desenvolvimento e conclusão. Além de trabalhar os principais erros na redação do Enem e discutir criticamente sobre como argumentar com eficiência. O livro é pensado principalmente para estudantes que estão se preparando para os vestibulares e Enem. Traz uma linguagem jovem e atrativa. O ponto principal do livro é o fato de que sempre é colocado em primeiro plano as dificuldades que os alunos encontram quando vão escrever suas redações. Esse livro foi fundamentado e escrito com base nas áreas da psicologia, filosofia e educação. Os quais são imperativos para desenvolver a crítica, a dúvida e a fixação do aprendizado. E você, já fez sua inscrição? Então prepare o lápis e o papel e vamos aprender tudo sobre redação com o professor Aristides. As aulas já vão começar!

Características
Número de páginas 153
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Comentários
1 comentários
Isa
Quinta | 26.03.2015 às 21h03
Ótimo livro para uma aprendizagem de redação juntamente com a diversão de uma história por trás. Indico. Parabéns!