O Mar de Fortaleza
Sob o Mesmo Teto
Código do livro: 349683
Categorias
Artes, Drama, Ficção e Romance, Caricaturas, Coleções, Catálogos, Exposições, Pintura
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1058 vezes desde 03/12/2020
Versão
impressa
R$ 40,50
Valor total:
R$ 40,50
Versão
ebook
R$ 20,88
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 40,50
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Amante das artes, Stela é uma caricaturista que se apaixona pelo amigo de infância, Pedro. Mas, rejeitada, ela é consolada por Monique e as duas se envolvem intimamente. Devido a opiniões homofóbicas Monique se afasta. O curador de arte, Julião, acolhe a rejeitada Stela e os dois passam a morar juntos. Tempos depois, Monique e a caricaturista voltam a se encontrar formando um triângulo amoroso com Julião. Ele ignora que sua parceira tem uma amante, enquanto elas vivem intensas fantasias eróticas. Após situações extremas o convívio entre eles ganha novos e inusitados rumos.

As longas imersões de Stela em seus conflitos internos aprofundam reflexões sobre suas amizades, brigas, separações, declarações de amor e reconciliações. Depois de idas e vindas, os relacionamentos culminam com um desfecho surpreendente.

Entre cenários de Fortaleza, no Ceará e da peculiar Brasília, capital do Brasil, dentro ou fora do requintado atelier de arte de Stela, a narrativa mistura aventura, drama, suspense, autoconhecimento e erotismo. Traz, ainda, curiosidades sobre artistas da música clássica, a exemplo do homossexual Tchaikovsky e de pintores famosos como Picasso, que iniciou a carreira como caricaturista, além de outros grandes nomes da arte. Eis uma história delicada e ardente.

Características
Número de páginas 170
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Kika Cerqueira

Kika Cerqueira é natural de Salvador – Bahia. Mãe, enfermeira acupunturista e terapeuta, almejou ser escritora antes mesmo de se alfabetizar – por volta dos cinco anos planejou escrever um livro assim que aprendesse a ler e escrever. Finalmente, aos 42 anos publicou ‘O Mar de Fortaleza’, seu primeiro romance. Essa realização se deu após ter iniciado vários outros romances que não foram concluídos em razão das obrigações do dia a dia que a desviavam da sua meta. Os enredos iniciados e não concluídos começaram assim que se alfabetizou com o desaparecido manuscritos sobre um mundo sem armas de fogo – tema maduro para uma criança com apenas seis anos!

Entre a primeira tentativa de escrever um livro e a concretização desse intento, outros projetos não a deixaram se afastar do mundo das letras. Na vida escolar, destacava-se nas redações a ponto de ser consultada por colegas menos habilidosos na escrita e que solicitavam dicas para obterem aprovação na disciplina. No ensino médio, confeccionou à mão quatro edições de jornais que passavam de mão em mão entre os colegas leitores. A fase profissional na escrita chegou com a função de redatora web escrevendo textos para alimentar os blogs de sites de diversas empresas. Teve, ainda, a experiência publicando um livro psicografado como médium, ocasião em que aprendeu muito a respeito do processo de produção editorial.

O confinamento durante a pandemia de Covid-19 possibilitou-lhe o tempo necessário para dedicar-se à escrita, período em que iniciou 5 romances ao mesmo tempo, sendo ‘O Mar de Fortaleza’, o primeiro a ser concluído. A estréia como escritora levou alguns anos, desde a alfabetização. Mas, pelo visto, todos os livros que teriam sido escritos nesse intervalo estão a caminho após essa primeira publicação como abre-alas. Provavelmente, o próximo a ser concluído, entre vários que estão em andamento, será o romance “Uma Ilha Cercada de Fascismo Por Todos Os Lados”. Assim como “O Mar de Fortaleza”, que aborda a temática lgbtqi+, continuarei escrevendo sobre assuntos relacionados à intolerância como forma de contribuir com uma sociedade mais democrática e igualitária.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários