Práticas abusivas não previstas no Código de Defesa do Consumidor
Categorias
Consumidor, Educação, Direito
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 359 vezes desde 09/04/2019
Versão
impressa
R$ 36,20
Valor total:
R$ 36,20
Valor total:
R$ 36,20
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

A relação jurídica de consumo tem por natureza uma desigualdade intrínseca

entre fornecedor e consumidor. Este se encontra presumidamente em situação

de vulnerabilidade perante aquele. Trata-se de uma característica inerente

a esse tipo de relação. Entretanto, algumas práticas existentes no mercado de consumo

acentuam tal desigualdade. Essas condutas adotadas pelos fornecedores de

produtos e/ou serviços que se aproveitam ou exploram demasiadamente a situação

de vulnerabilidade dos consumidores no mercado de consumo são consideradas

práticas abusivas.

Em razão da referida desigualdade o legislador enumerou no artigo 39 do

Código de Defesa do Consumidor (Lei Federal nº 8.078/1990) algumas práticas

que são consideradas abusivas. No entanto, o rol instituído no referido artigo do

Código possui natureza exemplificativa. Isso quer dizer que outras práticas, diferentes

das que foram previstas no mencionado dispositivo, podem vir a ser consideradas

abusivas.

Nesse contexto, a presente obra trata de práticas que são frequentemente

observadas no mercado de consumo e que, embora não tenham sido elencadas

expressamente no rol do artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, podem

ser consideradas abusivas por diversos fatores que serão explanados e discutidos em

cada Capítulo.

Características
ISBN 978-85-54220-01-3
Número de páginas 259
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Comentários
0 comentários