- Resgate -
Categorias
Crimes Verídicos, Família E Relacionamentos, Psicologia, Abuso, Parenting, Psicopatologia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 443 vezes desde 19/04/2017
Versão
impressa
R$ 32,21
Valor total:
R$ 32,21
Versão
ebook
R$ 17,22
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 32,21
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Todos os dias, próximo a nós, alguém desaparece sem que saibamos.

Os casos de pessoas desaparecidas é um problema de difícil solução. O número de pessoas desaparecidas aumenta de forma alarmante e o apoio dos órgãos públicos é precário para as cerca de 200 mil pessoas que desaparecem por ano só no Brasil.

Algumas providências são esperadas do Estado. Dentre elas, as mais importantes: um cadastro unificado de pessoas desaparecidas e um banco nacional de DNA eficientes. Objetivos ainda muito longe de serem alcançados.

Das 200 mil pessoas desaparecidas, cerca de 40 mil são adolescentes e crianças, das quais, 6 mil nunca mais retornarão para as suas casas se algo não for feito para mudar esse quadro.

Para piorar essa situação, as autoridades brasileiras ainda deixam de cumprir o que é previsto em lei para os casos de desaparecimento. A nossa legislação prevê que toda delegacia, ao registrar uma ocorrência de criança ou adolescente desaparecido, deve começar uma busca imediata, além de acionar aeroportos, portos e terminais rodoviários. Isso nem sempre é feito.

Não podemos banalizar a proteção das nossas crianças. A população tem que ser informada e o governo tem que conscientizar à todos dos riscos e dos perigos que rondam nossas famílias.

A Constituição Federal menciona que é dever do Estado, proteger e colocar as crianças, adolescentes e pessoa com deficiência a salvo de toda forma de violência, exploração, crueldade e opressão. Que é de competência dos Estados legislarem sobre proteção à pessoa com deficiência, à infância e à juventude.

Com toda essa situação, ficam perguntas. O que fazer?  A quem recorrer? Por que tantas crianças desaparecem? Por que acontecem tantos  casos de pedofilia? Por que as crianças fogem de casa? Por que a sociedade permite tanta violência? Porque não temos proteção? Por que as leis não são cumpridas?

Esse livro fala sobre esse terrível quadro. Fala dessa luta, dessa dor, dessa busca; do desespero de se sentir impotente; da fragilidade da nossa segurança; do risco silencioso; do perigo iminente que se encontra em qualquer lugar; das mentes doentias que destroem nossas vidas e da solidão por não ter ajuda.

Usando a ficção, crio uma estória que, para muitos, reflete uma história, a história real de suas vidas; de seu enorme sofrimento.

Numa ONG que se dedica à busca de pessoas desaparecidas trabalha Luiz. Ele é o responsável por tudo. É um psicólogo muito dedicado a essa causa e que não mede esforços para minimizar o sofrimento de tantas pessoas.

Sem conseguir dar conta do trabalho, Luiz contrata outro psicólogo. Ricardo. Jovem íntegro e inteligente, que acompanha Luiz como seu braço direito.

O dia a dia da ONG é pesado e Ricardo, que admira a dedicação de Luiz, tenta se adaptar e aprender com histórias dolorosas, porém acaba deparando com um perfil doentio do chefe. Luiz demonstra uma forma de agir esquisita nas diversas situações vividas. Ricardo ganha apoio quando se junta a Paula, uma voluntária da ONG, que é convencida por Ricardo de um possível desequilibrio de Luiz.

Os dois começam a mapear a vida e o perfil de Luiz e deparam com um histórico conturbado de vida que transforma Luiz numa mente adoecida e obcecada pela busca de pessoas desaparecidas e um passado traumático.

Ricardo acaba por acumular duas tarefas. O seu trabalho na ONG de investigação dos desaparecidos e o de psiquiatra em busca silenciosa e secreta para uma solução de uma possível psicopatia do próprio chefe.

O livro conta histórias de sofrimento, mas clama por ajuda. É um pedido de socorro em nome de tantas mães, pais e familiares que estão desesperados e solitários na busca de seus filhos e de seus parentes.

Características
Número de páginas 136
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Sergio Ricardo dos Santos Machado

Meu nome é Sergio Ricardo dos Santos Machado, sou carioca, nasci em 02 de abril de 1967, casado com Paula, uma grande companheira, e pai de dois filhos maravilhosos: Serginho e João Pedro.

Sou Administrador de Empresa, Técnico em Prótese Dentária e Escritor. Trabalho em uma grande empresa do setor elétrico como assessor técnico em Governança de TI.

Sou um curioso (e estudioso) nos fundamentos das religiões mais antigas e todos os conceitos deturpados dos atuais religiosos ao tratarem dos pilares que sustentaram os grandes princípios das religiões.

Meus livros não tratam de religião diretamente, mas sim das atitudes dos homens ao usarem conceitos religiosos para o seu benefício, independente dos reais objetivos das religiões que professam.

Sou autor de seis romances de ficção e apresento minha obra aqui.

Sejam bem vindos.

Webnode-A Conspiração AB: a-conspiracao-ab.webnode.com

Webnode-O Julgamento do Diabo: ojulgamentododiabo.webnode.com

Facebook: www.facebook.com/ojulgamentododiabo

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários