Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Sombras & Poesias
Categorias
Humor, Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1824 vezes desde 11/09/2015
Versão
impressa
R$ 44,00
Valor total:
R$ 44,00
Valor total:
R$ 44,00
Sinopse

"Nem sempre estamos dispostos

A escutar ou falar com alguém

E nem mesmo ler algo

Nem sempre somos

Como todos querem que sejamos

(ainda bem...)

Nem sempre estamos sorrindo

Mas fingimos para desconversar

Teatralizamos para nos safar

Nem sempre queremos barulho

O mínimo pode irritar

Meu humor decide o que falo ou escrevo

Nem sempre agrado a mim mesmo

Assim como não quero agradar ninguém..."

Características
Número de páginas 173
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
C. L. Santos

C. L. Santos, desde cedo já se interessava por leitura, inicialmente por meio dos quadrinhos – quanto aos livros, só mais tarde adotou a cultura de lê-los, incentivado por seu irmão, o escritor L. L. Santos. Essa relação com os quadrinhos fez com que a dedicação aos desenhos fosse estimulada com frequência. Passou por vários estilos de ilustrações, incluindo o mangá (desenhos japonês), inclusive atuou como professor neste estilo, até ir refinando sua arte cada vez mais. O apego as ilustrações resultaram em dezenas de trabalhos regionais, desde charges a ilustrações para livros, além de trabalhos publicitários, ou mesmo o singular fanzine ‘Samurai Tchê’ (2007-2009) de sua co-autoria (cujo o autor é L. L. Santos), onde a arte quadrinística se funde com a história do sudoeste paranaense. Foi editor de arte, ilustrador e historiador da revista de educação ‘Nick’ (2012), além de ter sido colaborador para ilustrações conceituais do remake do game Kid Chameleon da empresa GameBlox.

É um autor duplo: historiador (fatos) e escritor (ficção).

Graduado e Especialista em História, C. L. Santos gosta de se enveredar em temas variado nas brumas da história, sendo que seus temas prediletos são: religião, sexualidade e cultura. É colunista do jornal ‘Folha do Sudoeste’ em sua cidade, para o qual escreve semanalmente artigos históricos desde junho de 2009 (mais de 200 artigos publicados).

Enquanto escritor, escreveu e auto publicou seu primeiro livro em fins de 2009, ‘Deuses & Metralhadoras’, para abordar o ateísmo com bom humor e fúria; porém, seu primeiro livro concluído (escrito em fins de 2008), ‘1001 Provérbios’, ficou na gaveta de molho por um tempo, para ser revelado somente no começo de 2012. Em 2006, seu projeto literário mais ambicioso, ‘Os Quatro Infernos’, começou a ser escrito e foi arquivado – agora, foi retomado para ser publicado em definitivo (está em fase de revisão atualmente).

Ainda no campo da literatura, sua especialidade é escrever pensamentos breves e de impacto.

Também gosta de se aventurar com crônicas, poesias e romances

Livros do autor, estilos e ano de publicação original:

* 1001 Provérbios (pensamentos) - 2012;

* Toda a história é escolha (história) - 2012;

* Abrindo a Mente (crônicas) - 2012;

* Aço & Diamante (pensamentos) - 2012;

* “Ninguém se importa...” (romance) - 2013;

* Le~Fúrias (crônicas, poesias e pensamentos) - 2013;

* Quinhentos (pensamentos) - 2013;

* Anjos do Tempo (poesias e pensamentos) - 2013;

* Deus, o pai de todos os loucos (pensamentos e ensaios) - 2014.

* Pato Patrola (poesias e contos obscenos +18) 2014;

* Sombras & Poesias (poesias críticas) 2015;

* OutubrO (poesias, contos e crônicas) 2016.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários