Tempo de guerra. Tempo de jornal
Estudo sobre procedimentos jornalísticos a partir de coberturas de conflitos na ex-Iugoslávia
Categorias
Geografia E Historia, Não Ficção, Estados Bálticos, Europa
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 107 vezes desde 13/05/2020
Versão
impressa
R$ 146,78
Valor total:
R$ 146,78
Valor total:
R$ 146,78
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

“Quando começa a guerra, a primeira vítima é a verdade”, diz a frase clássica do senador norte-americano Hiram Johnson, durante a Primeira Guerra Mundial. Esta dissertação de Mestrado em Comunicação e Semiótica procura esquadrinhar como se dá essa morte. E mostra que a desinformação não é consequência de dolo ou incúria, mas fruto do próprio modo de funcionamento do jornalismo, brota do sistema de produção da notícia. Para tanto, o texto define diversas formas de desinformação jornalística e como elas se realizam. Entre outros procedimentos desinformantes, Leão Serva aponta como “pecado original do jornalismo” o desprezo pela história. E define conceitos como omissão, sonegação, submissão, saturação, neutralização e redução da informação.

Características
ISBN 978-65-867-8802-0
Número de páginas 222
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Leão Serva

Leão Serva - Jornalista, mestre e doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Autor de diversos livros, como "A Batalha de Sarajevo", "Jornalismo e Desinformação" e os guias "Como Viver em São Paulo Sem Carro". Mora em SP. É diretor de Jornalismo da TV Cultura.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários