Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
BOAS E MÁS NOTÍCIAS PARA OS APRECIADORES DE ALCOHOL!
HÁ O BEBEDOR SOCIAL?!
Categorias
Batalha Espiritual, Diversos, Não Ficção
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5735 vezes desde 20/05/2015
Versão
impressa
R$ 38,09
Valor total:
R$ 38,09
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 38,09
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

QUEM NASCEU PRIMEIRO?

A CACHAÇA OU O CACHACEIRO?

Essa grave questão equivale àquela outra: o ovo ou a galinha?

Onde várias pesquisas serão levadas a cabo e nada se encontrará.

E se chegar-se a alguma conclusão, não fará a mínima diferença.

Sabe-se que a bebida existe desde os tempos mais longínquos da história!

Inútil tentar descobrir quando surgiu o cachaceiro primordialmente, mas, pelo que se vê na a sociedade e pelo lugar “privilegiado” que ela ocupa, conclui-se primordialmente, que ela não causou dano suficiente e as pessoas não tem a mínima idéia com quem estão lidando, bem como o perigo que representa.

Esse insignificante cálice de cristal...

Esse rústico copo ou mesmo o gargalo da garrafa, ao longo tempo, causarão estragos incalculáveis!

Tanto no aspecto individual e também sobre o aspecto geral na sociedade!

E justamente por desconhecerem completamente seu potencial destrutivo que as autoridades ainda se mostram totalmente permissivas e tolerantes. Afinal de contas quem não bebe “uma cervejinha?’

Na verdade, muitas pessoas não bebem e são justamente essas, vítimas principais da bebida, seja no trânsito, na família, no trabalho e no dia a dia!

Mas, quem será que teve a idéia, de pisar em uvas e transforma-la em vinho? Ou quem desde muitos e muitos séculos conseguiu imaginar que do caldo maravilhoso, inofensivo da cana, poder-se-ia extrair-se a cachaça e outros derivados?

Progressivamente o engenho dos homens para inventar nesse sentido foi imensurável!

Se toda a dedicação que os homens usaram para inventar novas formas e maneiras de sorver “álcool”, fosse usada na chamada tecnologia industrial, aero espacial, no social, na educação, na alimentação, etc., não haveria mais analfabetos sobre a face da Terra, ninguém mais morreria por falta de atendimento médico e o homem já estaria voando de disco!

Características
Número de páginas 122
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 41,39
Ebook
R$ 20,20
Impresso
R$ 33,88
Ebook
R$ 16,21
Impresso
R$ 44,14
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 30,52
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 37,20
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 44,20
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 37,90
Ebook
R$ 18,30
Impresso
R$ 31,84
Ebook
R$ 12,14
Impresso
R$ 34,45
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 33,46
Ebook
R$ 17,22
Comentários
0 comentários