INIMIGOS NÚMERO UM DO PAÍS!
MELHORES AMIGOS?
Categorias
Ciência Política, Ciências Humanas E Sociais, Não Ficção, Liberdade Política & Segurança, Nacionalismo
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 6834 vezes desde 20/05/2015
Versão
impressa
R$ 37,05
Valor total:
R$ 37,05
Versão
ebook
R$ 12,27
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 37,05
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Esse episódio envolvendo a prisão dos acusados de participarem daquela apropriação do erário público, o qual deu-se o nome de “mensalão!” sob seus vários aspectos, caracteriza-se a derrocada do Brasil, em matéria de leis, justiça, democracia, moralidade, e coisas do gênero, sem as quais, aliás, poucas nações sobreviverão ou sobreviveram e não preciso dar exemplos sobre esses fatos, dado a quantidade de nações destruídas por seu egoísmo ao longo dos séculos!

Aqueles punhos erguidos para o alto, daqueles “prisioneiros” (pois, são o que são), tem um significado bastante claro para os bons entendedores, ei-los:

Nós não acreditamos nas leis, nós desdenhamos, a democracia, nós não estamos nem aí para o povo, nós vamos ser absolvidos, e finalmente, para nós não vai sobrevir o peso da lei, já que existem outros destinados para essa finalidade, ou seja, o “criminoso” comum!

O que mais me espanta é saber que existem pessoas esclarecidas, que foram a frente da “chefatura” (é chefatura) de polícia, receber os recém-condenados na entrada ao cárcere como se fossem heróis, e dessa maneira incentivando um deles, a emocionado falar: “sou preso político!” O que não é verdade, na realidade, ele, o Genoíno inverteu a frase, quando na verdade deveria ser: “sou um político preso!”

Características
Número de páginas 123
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Comentários
0 comentários