Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
CANTANDO EM VERSOS A BELEZA DO OLHAR E A FENOMENOLOGIA VISUAL
O BRILHO DOS OLHOS É POESIA
Categorias
Poesia, Literatura Nacional, Artes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 881 vezes desde 26/08/2018
Versão
impressa
R$ 36,26
Valor total:
R$ 36,26
Versão
ebook
R$ 12,92
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 36,26
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A OBRA É ORGANIZADA EM 4 PARTES: A PRIMEIRA PARTE FENOMENOLOGIA DO OLHAR QUE TRAZ UMA REFLEXÃO POÉTICO-FENOMENOLÓGICA DA PERCEPÇÃO PELA VISÃO,OS POEMAS DE DESTAQUE NESSA PARTE SÃO: "A INFLUÊNCIA DO QUE ENXERGAMOS EM NOSSA ALMA", "AS CORES" E " A VIVÊNCIA DO OLHAR". A SEGUNDA PARTE POESIA ROMÂNTICA, A TERCEIRA PARTE: POEMAS DE MEUS 2018 ANOS... E A QUARTA PARTE: POEMAS DE CONCLUSÃO DA OBRA, SÃO COMPOSTA DE POEMAS QUE CANTAM A BELEZA DOS OLHOS. ALGUNS TEXTOS POÉTICOS DESSAS PARTES DO LIVRO QUE PODEM SE DESTACAR SÃO: "A TUA IRIS", "PEDRAS DE SAFIRA", "FAREI RIMAS DE TEU OLHAR", "OLHOS AZUIS", OLHOS VERDES", "OLHOS CASTANHOS", "OLHOS COR DE MEL", ALÉM DOS POEMAS COMPLEMENTARES COMO: "A POESIA DO SORRISO", "O MEU MENINO CORAÇÃO", "TESOURO FEMININO (UMA HOMENAGEM A MULHER)" E INÚMEROS SONETOS. ESTE LIVRO TRADUZ A POESIA DOS OLHOS EM PALAVRAS: O BRILHO DO OLHAR É TRANSFORMADO EM MÉTRICA E EM RIMAS.

Características
Número de páginas 182
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
JOSÉ FABIO DOS SANTOS BEZERRA

José Fabio dos Santos Bezerra, nascido em 07/08/1995, é pernambucano natural do Município de Bom Conselho, filho do casal de agricultores Erinaldo de Melo Bezerra e Maria Margarida Melquiades dos Santos, é poeta, escreve desde entre seus 14 e 15 anos, a grande maioria dos seus textos foram escrito em caderninhos, cada um desses cadernos é chamado de coleção de poesias . Atualmente escreve poesias de temas variados. Entre 2009 e 2010 começou a compor suas primeiras poesias e em 2011 publica pela primeira vez no jornal A Gazeta de Bom Conselho-PE os poemas intitulados: "Vento que Venta lá Fora" e "Palavrinhas Carinhosa". Em 2012 inicia o Ensino Médio na Escola: EREM Frei Caetano de Messina, neste mesmo ano conclui a coleção de poesias: "Diários dos Sentimentos". Em 2013 o poeta escreve o teatro poético "Sonho Dourado de um Estudante", além das coleções de poemas: "O Prazer de Escrever Sonetos", "A Musa Encantadora" e a coleção "Trabalhando com a Arte das Palavras". Em 2014, o autor compõe inúmeros poemas que fazem parte de sua coleção: "Inspirações de Minha Vida", neste mesmo ano o compositor conclui o Ensino Médio e presta vestibular para Licenciatura em Geografia na Universidade de Pernambuco-Campus Garanhuns, em 2015 entra no curso de Geografia na referida Universidade. Em 2016 escreve a coleção de poesias: "Poemas de Minha Alma", neste mesmo ano o autor com a orientação da professora Cristiana Coutinho Duarte consegue publicar o seu primeiro artigo científico intitulado: Análise do Desenvolvimento e Atuação do Vórtice Ciclônico em Janeiro de 2016 no Agreste Meridional de Pernambuco" no III Simpósio de Geografia Física do Nordeste - Caicó/RN. Em 2017 publica o seu segundo artigo intitulado: "Análise dos Condicionantes do Evento de Seca Entre os Anos 2011 a 2016 no Agreste Meridional e seus Impactos" no XVII Simpósio Brasileiro de Geografia Aplicada, I Congresso Nacional de Geografia Física e inicia suas novas coleções: "Poemas Filosóficos " e "Poesias Existenciais". Em 2018 o poeta segue com suas produções: "Ontologia Poética", "Fenomenologia da Poesia: Coletânea de Poemas de Minha Mocidade" e planeja sua nova coleção: "A Influência" . Ao longo de sua vida poética, o José Fabio viveu experiências amorosas que influenciaram a sua obra, principalmente na sua adolescência. As aulas na Universidade, seus mestres e leituras exerceram influência na obra do poeta, as contribuições de pessoas próximas, livros e professores contribuem de maneira positiva para o pensamento poético do autor.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários