Como ter um bumbum grande e sexy
Categorias
Autoajuda, Saúde E Fitness, Beleza E Maquiagem, Sexualidade
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4523 vezes desde 09/07/2015
Versão
impressa
R$ 51,50
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 51,50
Versão
ebook
R$ 30,14
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 51,50
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Hoje quase todas as mulheres desejam uma aparência sensual de um traseiro firme e arredondado e mais e mais homens estão começando a apreciar essa silhueta. Escrito para mulheres biológicas e mulheres transgêneros, esta obra traz, entre outras dicas, os seguintes assuntos, abordados de forma prática: - Como controlar a ingestão de gorduras adequadas para o crescimento do bumbum sem prejudicar a saúde. - Quais os suplementos e alimentos naturais que bloqueiam a testosterona e promovem o aumento dos níveis de hormônios femininos. - Uma maneira de manipular ativamente a gordura das coxas e cintura redirecionando-a para o quadril e nádegas. - A série de exercícios mais potentes potentes para turbinar os músculos do bumbum deixando-os durinhos e volumosos. - O exercício mágico (para as preguiçosas) que transforma o bumbum em 4 semanas! - Uma receita fantástica de óleos naturais que, aplicados na área do bumbum, penetram na pele e são absorvidos pelas células. Esta é uma oportunidade muito rara para experimentar o que outras mulheres, transexuais e crossdressers apenas sonham. Em algumas semanas, a partir de agora, você poderá ter 5 ou mais centímetros extras na circunferência de seu bumbum.

Características
ISBN 978-14-9475-295-8
Número de páginas 82
Edição 2 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Karol Steffany Heisshe

Karol Steffany Heisshe é Educadora Física, Personal Trainer, Massoterapeuta e escritora, especializada pela UNB - Universidade de Brasília. Nesta última década tem atuado na divulgação de seus trabalhos que culminam no lançamento deste seu primeiro e-book.

Sua atuação pessoal no campo da transexualidade e disforia de gênero, no meio digital, tem ajudado e contribuído decisivamente para auto-aceitação de mulheres transgêneros em transição desde 1998.-

Blog Karol Steffany: karolsteffany.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários