Gaviões 45 anos
A história da maior torcida organizada do Brasil
Categorias
Esportes E Lazer, Não Ficção, Esportes De Campo, Futebol, Artes e Entretenimento
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 10426 vezes desde 14/07/2014
Versão
impressa
R$ 27,58
Valor total:
R$ 27,58
Versão
ebook
R$ 15,07
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 27,58
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Tive a grata satisfação de orientar as autoras deste livro-reportagem, Daniela Martins e Érica Gomes, minhas alunas de jornalismo. Para escrever “Gaviões, 45 anos”, ambas precisaram despir-se de todo tipo de preconceito, afinal, os Gaviões são vistos por muitos como violentos e promotores de confusão.

Controvérsias a parte, elas foram ao encontro da grande reportagem para ouvir ao longo de muitos meses e horas, torcedores dos Gaviões.

O livro é, na verdade, uma apaixonada reportagem sobre o ambiente dos Gaviões, sobre os vários encontros entre pessoas que são muitas vezes excluídas pela sociedade. Na arena de futebol, na quadra ou nas macarronadas de domingo, existe espaço para socialização, aprendizagem e amizade entre os torcedores, para além do amor pelo “Timão”. Um lado que pouca vezes é mostrado pela mídia deste país. Os “manos” como também são chamados os Gaviões, são solidários e possuem valores que são ensinados à todos os membros da fiel.

Nele está à história de fé e dedicação de vários Corintianos que participam da Fiel torcida, como a de Dona Marcinha, Gordo, Ronaldo. Símbolos da garra, união, e orgulho da agremiação alvinegra.

As autoras também passeiam pela história dessa importante “Nação” e contam fatos e curiosidades que fizeram dos Gaviões uma das mais importantes e influentes torcidas organizadas do Brasil. Contar essa história é preservar a memória do país, no ano em que a torcida completa 45 anos de existência. É ter fé nas diferenças e identidades como possibilidade de convivência pacífica e feliz.

Uma experiência para todos que acreditam em tais possibilidades, para todos que amam o esporte e o futebol.

Isabela Ruberti

Jornalista e professora universitária.

Características
Número de páginas 137
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Espiral c/ acetato
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
Daniela Martins e Érica Gomes

Daniela Martins e Érica Gomes são recém-formadas em Jornalismo e escreveram o livro 'Gaviões 45 anos' como parte do Trabalho de conclusão de curso, que teve também um plano de marketing e comunicação para o produto. O TCC foi feito entre o segundo semestre de 2013 e o primeiro semestre de 2014 ao lado de outros colegas de comunicação.

Daniela Martins é de Muzambinho/MG, tem 30 anos e é corintiana desde 1998, quando o clube conquistou seu segundo título do Brasileirão. Desde que veio para Campinas para estudar jornalismo em 2009, tem acompanhado de perto a Gaviões da Fiel indo sempre aos jogos com as caravanas da Fiel Campinas, ponto de encontro da torcida na cidade do interior de São Paulo.

Érica é de Paulínia/SP, corintiana, mas que ainda não teve a oportunidade de ir ao estádio ver o Corinthians jogar. Abraçou o projeto do livro e acabou se envolvendo com as paixões que marcam a trajetória da Gaviões da Fiel, tendo a curiosidade de sempre pesquisar um pouco mais, indo além dos relatos das entrevistas.

Daniela é colunista do Terceiro Tempo desde 2012, onde escreve sobre os times de Campinas, Guarani e Ponte Preta, semanalmente, e trabalha como redatora em uma agência de marketing digital.

Érica também mantém um blog que trata de assuntos diversos, mas voltados para a economia e trabalha como assessora de comunicação em uma grande empresa da área de educação.

Juntas, as autores de ‘Gaviões 45 anos’ pretendem retomar o tema torcidas organizadas em outros trabalhos no futuro, voltando a falar sobre a maior torcida organizada do Brasil e também de outras, como as do interior do estado. Mas tudo isso ainda será objeto de análise.

No blog Cotidiano de Um Torcedor é possível acompanhar algumas postagens relacionadas ao tema e ao futebol de um modo geral, tendo o Corinthians em evidência, obviamente por ser o time do coração da autora.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários