O OUTRO LADO DO ÓDIO:
A INCONFORMIDADE PRATICADA
Categorias
Ficção, Autoajuda
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5588 vezes desde 07/09/2012
Versão
impressa
R$ 33,57
Valor total:
R$ 33,57
Versão
ebook
R$ 14,29
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 33,57
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

SOB O PONTO DE VISTA DE UM PERSONAGEM FICTÍCIO, CARLOS ANTÔNIO, O AUTOR ABORDA DIVERSOS PROBLEMAS SOCIAIS, COM UMA PITADA DE HUMOR E COM UMA VISÃO PRÓPRIA SOBRE A ATITUDE QUE DEVERIA SER TOMADA PELA SOCIEDADE.

CRÔNICA BEM ATUAL SOBRE COMO REAGIR AO INVÉS DE RECLAMAR.

CRIA UM NOVO CONCEITO DE AÇÃO: A INCONFORMIDADE PRATICADA.

Características
ISBN 978-85-914405-0-4
Número de páginas 134
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
MAURICIO MACIEL

41 ANOS, BRASILEIRO - CASADO COM A KARINA, PAI DA DÉBORA E DO DAVI. NATURAL DE NITERÓI - RJ. ADOTOU BRASÍLIA NOS ÚLTIMOS 9 ANOS COMO LUGAR PARA TRABALHAR E PARA CRIAR OS FILHOS.

FORMADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS PELA UFF - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE, POSSUI 4 MBA'S, SENDO O ÚLTIMO CONCLUÍDO EM 2012 PELA FDC - FUNDAÇÃO DOM CABRAL.

DIRETOR DE UM DOS MAIORES GRUPOS SECURITÁRIOS DO PAÍS.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,92
Ebook
R$ 14,29
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 34,40
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 39,33
Impresso
R$ 36,75
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 38,67
Impresso
R$ 49,68
Impresso
R$ 36,10
Comentários
6 comentários
Mauricio Maciel
Sexta | 05.10.2012 às 09h10
Caros Jorge e Alisson, obrigado pela crítica tão intensa e profunda. Fico feliz que tenham aproveitado a leitura. abs
Jorge C. Duarte
Quinta | 04.10.2012 às 21h10
Recomendamos a todos aqueles que desejem leituras agradáveis e de qualidade associadas ao incentivo à reflexão sobre a vida moderna.
Jorge C. Duarte
Quinta | 04.10.2012 às 21h10
Escrito em um estilo elegante, leve e com bastante humor, o livro pode ser considerado como um conjunto de crônicas sobre a vida moderna, temperado com uma leve crítica social e político do Brasil atual. Mesmo sendo uma obra despretensiosa, nas palavras do próprio autor, este livro com certeza é um oásis em meio ao marasmo de lançamentos literários, repletos de livros de auto-ajuda e Best Sellers com muito oportunismo e pouco conteúdo.
Alisson Peixoto
Sexta | 07.09.2012 às 23h09
Comentário 3) Nesse sentido, essa obra, que na verdade é da escola das produções contemporâneas, está mais ao estilo de Paulo Coelho no debate entre o mundo interior e exterior, que de igual adesão, recomendo como uma boa leitura, em especial as pessoas atarefadas, que reclamam diariamente de sua rotina e do mundo a sua volta, já que o livro é a expressão de um desses atores sociais como autor.
Alisson Peixoto
Sexta | 07.09.2012 às 23h09
Coment 2) Na escrita há o estilo do respeitado Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assim, que autor falar de si em primeira pessoa, obviamente, ainda muito a melhorar nos detalhes sentimentais, visuais e questões metafísicas, que dificilmente alguém se igualará ao velho Machado de Assis. No conteúdo, são levantados as questões metafísicas do autor - ator social, no papel de um personagem debatendo consigo mesmo,ao estilo dos Socráticos nas conversas de Platão e Sócrates. Coment 3..
Alisson Peixoto
Sexta | 07.09.2012 às 23h09
Comentário 1) Diria que a história passa por quase todas as escolas literárias. Pelo arcadismo, no estado de espírito, posição política e ideológica do burguês contra a aristocracia (mantenedora dos estados sociais do país) em uma busca da natureza. Tudo com uma pitada do romantismo, em especial Manuel Antônio de Almeida e do Realismo e Naturalismo, como em Raul Pompéia e sua revolta social. Continua em comentário 2..