Ora Pro Nobis
Categorias
Ficção, Ficção e Romance, Geografia E Historia, Aventura, Europa, Romance
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 274 vezes desde 06/08/2019
Versão
impressa
R$ 37,52
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 37,52
Versão
ebook
R$ 16,58
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 37,52
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

... Torquemada chamou os soldados de Espanha, que tão gentilmente Fernando II de Aragão e Isabel de Castela designou para acompanhá-lo, não que isso fosse necessário, pois todos obedeciam e temia a Santa Inquisição. O braço armado da Igreja no combate a heresia muçulmana e judaica. Desde que o Papa Sixto IV instituíra a Inquisição Espanhola, com o intuito de levar a verdadeira religião a todos os rincões do mundo, afastando de vez a heresia e a ignomínia que se espalha sobre o nome de Deus. Mandou os infantes arrombarem a porta do casebre aos pontapés. E após a porta se abrir com um estrondo, mandou-os se afastar. Desejava entrar primeiro, nunca se sabe que tipos de armadilhas estes infiéis preparam para o espírito de um desavisado. Fez o sinal da cruz e após espargir a água benta por toda a sua volta, com ênfase do lado de dentro, adentrou na pequena sala. Esperou um tempo até os olhos se acostumarem com a penumbra, e então divisou, num canto da casa, os cadáveres insepultos de dois adultos, que jaziam lado a lado, como que num abraço mortal. O estado de decomposição indicava que morreram há alguns dias, provavelmente de febre, ou algum ritual maligno, feito para seu mestre Satã. A simples lembrança do nome do inimigo de Deus o fez tremer e num gesto automático, espargiu mais água benta por todo canto.

Antes de sair, tinha que revistar todos os cantos da casa, a procura de algum amuleto; conjuro oculto; um pentagrama ou qualquer indício de invocação demoníaca. Nunca se sabe o que estes hereges podem fazer para colocar todos na danação eterna.

Depois de meticulosa revista no andar inferior, resolveu subir para o quarto. Os soldados, que ficaram parados na entrada, olhavam-no com respeitoso temor, baseado na sua posição social e pela austera função que exercia. Torquemada gostava deste temor fundado que as pessoas comuns tinham dele. Sabia que era um de seus pecados e que à noite, sozinho em seu catre, se penitenciaria com o chicote. Mas esta era sua fraqueza, todos os homens tinha fraquezas e os Padres não eram isentos delas. A única diferença era que eles sabiam que elas existiam e as combatiam, através de orações e penitências.

Com este pensamento na cabeça, atingiu o último degrau da escada de madeira. Quando olhou para o quarto, assustou-se com o que viu. Em um primeiro momento achou que fosse um íncubo, o olhando assustado de cima da cama. Mas ao ver que segurava um crucifixo em suas mãos, resolveu se aproximar. Afinal os demônios abominam Deus; o seu filho primogênito; a Igreja e tudo o que ela representa. Ao abrir mais a porta do quarto para que a parca luz advinda da porta da entrada penetrasse, reparou que era uma criança por volta dos dez ou onze anos. Estava com uma aparência terrível: Cabelos completamente desgrenhados, seminu e com todos os ossos aparecendo. Torquemada podia contar as costelas da triste figura. O olhar era o de um animal acuado; As mãos, que eram parecidas com as garras de uma ave de rapina, seguravam fortemente o crucifixo. Mostrando-o para Torquemada, como a implorar perdão aos céus...

...Bom, agora vou mandar dar um banho neste menino, e preparar um pouco de sopa para alimentá-lo.

Com a cabeça ainda nas nuvens, Torquemada tocou o sinete e uma criada apareceu, após dar as ordens, voltou-se para o interior do aposento. Pegou um cálice e se serviu de xerez previamente aquecido, para espantar os miasmas contidos naquela casa tétrica...

Segunda parte

Capítulo 1

Corria o ano de mil quatrocentos e oitenta e cinco, Juan agora com vinte cinco anos, aguardava a época de ser ordenado Padre, e findar um ciclo que se iniciara quando seu benfeitor, o Frade Torquemada, encontrara-o sujo e assustado na cabana. Foram quinze anos de estudos e orações, muitas vezes seguidos de castigos físicos. Mas o castigo era bom, limpava a alma e purificava a mente...

...Estava na terceira página do livro quando escutei ao lado oposto do rochedo onde me encontrava risos e folguedos de moças. Pareciam que estavam á se banhar. Em ato completamente não cristão e pior, averso a tudo o que mais prezava minha religião, resolvi espiar. É como dizia Torquemada:

- “O demônio esta sempre nos vigiando, esperando um pequeno momento de fraqueza ou distração para nos tentar e com isso capturar a nossa alma imortal”.

...No tormento da dor e do desespero. Senti que seu corpo amoleceu, sua mão perdeu o tônus e seus lábios se fecharam para sempre.

Fiquei alucinado. Na loucura advinda da perda. Chorei copiosamente...

Características
Número de páginas 136
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Couche 90g
Fale com o autor
Carlos Donato

Decidi me dedicara um velho sonho. Que é o de escrever livros. Os meus livros são de ficção histórica. Onde levo os leitores a um passeio pela história do Brasil e do mundo. As histórias são fruto de uma extensa pesquisa sobre o tema e esmerada elaboração da trama. Com isso pretendo de levar um pouco de cultura; despertar o interesse no aprendizado histórico e desenvolver o gosto pela leitura. Aliado a isso desejo entregar umas horas de entretenimento e diversão aos meus leitores.

Por isso dedico horas pesquisando e desenvolvendo narrativas factíveis a fim de entregar uma obra mais verossímil possível.

Livros já publicados: A casa do rio; O templário e Ora pro Nobis.

A casa do rio relata a vida de um escravo, desde a sua captura até o seu desenlace.

O Templário relata a vida de um camponês com um dom especial, esse dom o coloca no meio do embate travado entre o Bispo de Amiens, O Conde de Amiens e o Rei da França, na idade média. devido a esse embate, o campônio participa da primeira cruzada, e culmina em Jerusalém, onde conhece os Cavaleiros Templários.

Ora Pro Nobis é a narrativa da Santa Inquisição espanhola realizada por Torquemada. Que em uma de suas andanças, encontra e adota um pupilo. E o pupilo, após ser ordenado Padre, trava uma luta interior entre o profano e o sagrado. Esta luta traz consequências mortais para ele e os que estão á sua volta.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,35
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 37,97
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 36,94
Ebook
R$ 17,74
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 40,23
Ebook
R$ 14,42
Impresso
R$ 47,11
Impresso
R$ 50,99
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 46,39
Impresso
R$ 41,49
Impresso
R$ 42,63
Ebook
R$ 15,50
Impresso
R$ 43,69
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 53,92
Ebook
R$ 24,11
Impresso
R$ 41,52
Comentários
1 comentários
ArteSam
Quarta | 07.08.2019 às 14h08
Olá Carlos, tudo bem? Oferecemos serviço de conversão ePub, capa, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book-trailer, ilustrações, criação de site, etc. Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.sdmarini.com - e-mail: contato@sdmarini.com - página no Facebook: www.facebook.com/artesambr