Projeto de Pesquisa
Teoria e Prática
Categorias
Geografia E Historia, Didáticos
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 826 vezes desde 12/12/2018
Versão
impressa
R$ 52,55
Valor total:
R$ 52,55
Versão
ebook
R$ 22,60
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 52,55
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A velha dialética, intrínseca ao mais ínfimo e rudimentar ser até ao mais complexo organismo, evidencia em todos os sentidos e direções, as leis das transformações das coisas animadas e inanimadas. Da bactéria aos planetas do universo, do vírus às estrelas do céu. Ora refletindo a destruição de existências obsoletas, ora configurando recomposições mais evoluídas, vitais à realidade que se altera a cada instante.

Instrumento de investigação das mudanças universais, a dialética expõe os fatos, do repouso em seu ângulo zero até o infinito através da dinâmica das mudanças em tudo. Analisa cada um que, reflexivamente, alcança a totalidade no tempo e espaço sem fim.

Método geral de pesquisa da realidade nascente, em movimento, esclarece novas leis para revisão das falácias científicas do ontem. Exibe os axiomas do hoje mais próximos da verdade, no cenário da natureza e da sociedade dos homens, reflexos das contradições internas às coisas e acontecimentos do mundo.

A dialética é portanto, um meio científico dinâmico para interpretar as mudanças do universo, dos fenômenos, processos, idéias em evolução, historicamente: nascimento, crescimento e morte. Identifica as leis mais gerais que impulsionam esses movimentos para análise da dinâmica universal. Materializa-se em quatro teoremas básicos 1, a saber:

• Lei da Ação recíproca e da conexão universal:

• Lei da transformação e do desenvolvimento;

• Lei das mudanças qualitativas;

• Lei da luta dos contrários.

Deste modo, investiga a marcha evolutiva da

natureza e da sociedade a partir da energia gerada

no choque dos contrários existentes entre as coisas do meio onde operam, engendrando mudanças.

Na natureza, por exemplo:

• A luta do pinto contra a casca pela vida da ave;

• O movimento do embrião contra a semente para brotar a árvore;

• A luz contra as trevas pela fotossíntese da planta;

• O calor contra o frio pela vida na terra;

• A dinâmica contra a inércia pela energia em tudo.

• A pétala contra o botão pela flor.

Na sociedade humana:

• A justiça contra o arbítrio pela liberdade;

• A greve contra a opressão pelo direito, para cidadania;

• O movimento democrático contra a ditadura pelo povo livre;

• O escravo contra o senhor pelo feudalismo;

• O servo contra a aristocracia pelo capitalismo;

• O proletariado contra a burguesia pelo socialismo;

• O projeto de pesquisa contra a metafísica 2 pela verdade científica.

À luz dessas reflexões, o projeto é o instrumento hábil e suficiente para a prática dos métodos formal e dialético na investigação dos fatos criados pelas mu-danças da realidade.

Contrariamente à metafisica dogmática do imutável e o senso comum que trata os acontecimentos de modo casual, sem nenhum sistema de controle, o projeto é o núcleo da sistematização. Permite a prática do método científico, possibilitando o rigoroso controle dos fatos, acontecimentos, idéias, investigando-os de forma crítica, histórica e dinâmica,

O plano de pesquisa é portanto, o estágio primário; primordial em todo estudo exploratório da verdade científica. Dele depende a explicação dos fenômenos inerentes ao meio. Por isso, deverá ser grande a racionalidade em sua elaboração. Nele deverão ser fixados todos os aspectos envolvidos num processo de investigação. Em linhas gerais, deverá compreender as seguintes fases:

• Descrição do problema objeto do estudo;

• Importância do problema para a sociedade;

• Definição dos objetivos a serem atingidos;

• Elaboração de uma solução teórica;

• Seleção de conceitos operacionais;

• Elaboração de modelo teórico ou conceptual;

• Construção de modelo estatístico ou matemático;

• Levantamento de hipóteses de trabalho;

• Definição de teste das hipóteses;

• Fixação das técnicas de investigação;

• Seleção da área de estudo;

• Definição do universo e da amostra;

• Elaboração de formulário, questionário ou experimento nas ciências exatas;

• Teste dos formulários, questionários ou experimentos;

• Treinamento dos pesquisadores;

• Estudos bibliográficos sobre o assunto abordado;

• Elaboração de orçamento para financiamento da

pesquisa;

• Definição de cronograma para execução;

• Utilização da imprensa, internet, etc .

A obra do autor sobre a pesquisa científica, materializa-se em duas etapas que, conexas e simbióticas, formam uma unidade. A primeira, Introdução à Pesquisa (6), na 3ª edição em português na 1ª edição

em espanhol, Introduccion a la Investigación (7), lançado no ano de 1998 em Havana- Cuba. O texto Projeto de pesquisa é a segunda etapa, complementar da primeira, dando a ambos um todo orgânico; respectivamente: teoria e prática.

Introdução à Pesquisa formaliza a base teórica da investigação científica. Seus métodos, técnicas e instrumentos. O texto Projeto de Pesquisa concretiza a prática, isentando o pesquisador de teorizações enfadonhas. Ao contrário, expõe, à semelhança de galeria, uma série de nove projetos, testados e aplicados pelo autor em sua vida profissional. Afasta o leitor do virtual que o confunde e cansa. Assenta-o no real que o elucida e deleita. Imerge-o na prática, emerge-o dela para melhor conscientizá-lo. É a dialética do conhecimento pelo fazer, praticando exaustivamente.

Características
ISBN 8523704809
Número de páginas 264
Edição 1 (2004)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Manuel Barbosa Filho

Natural de Belém-PB, Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB); Mestrado em Extensão Rural pela Universidade Federal de Viçosa (MG); Professor titular aposentado da UFPB, onde ministrou a disciplina Métodos e Técnicas de Pesquisa em cursos de Graduação e Pós-graduação.

Sub-Chefe do Departamento e do Mestrado de Ciências Sociais, orientador de teses de mestrandos e presidente de bancas examinadoras ao grau de Mestre da mesma Universidade.

É Membro efetivo Fundador da Sociedade Cubana de Investigações Filosóficas (SCIF).

Diploma de Reconhecimento Internacional em Filosofia pela contribuição ao desenvolvimento de atividades científicas, com outorga da Sociedad Cubana de Investigaciones Filosóficas.

Membro efetivo fundador do Instituto Histórico e Geográfico (IHGB) da cidade de Bayeux-PB, ocupando a cadeira n° 8.

Menção de reconhecimento do Centro do Patrimônio da Unesco pela defesa do Acervo cultural da Humanidade.

Prefaciou 8 livros de escritores brasileiros e uma obra da escritora Cubana Thalia Fung Riverón da Universidade de Havana, Cuba.

Honra ao mérito da Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Honra ao Mérito da União Brasileira dos Escritores (UBE)

Título de Cidadão da cidade de Picuí-Pb, onde serviu como extensionista no cargo de supervisor no escritório local da EMATER, como Engenheiro Agrônomo.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 50,90
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 66,64
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 50,74
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 50,74
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 48,98
Ebook
R$ 22,60
Comentários
1 comentários
ArteSam
Quinta | 13.12.2018 às 10h12
Olá Manuel, tudo bem? Faço serviço de conversão epub, capa, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book trailer, ilustrações, e outros... Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.sdmarini.com - e-mail: [email protected] - página no facebook: www.facebook.com/artesambr