Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Todas as Musas Ano 11 - Número 02
Revista de Literatura e das Múltiplas Linguagens da Arte
Categorias
Semiótica E Teoria, Livros E Leitura, Ficção Científica E Fantasia, Educação, Crítica Literária, Artes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 492 vezes desde 23/12/2019
Versão
impressa
R$ 41,30
Valor total:
R$ 41,30
Valor total:
R$ 41,30
Sinopse

Editorial

Todos os assuntos, temas e personagens que interessam à humanidade tem seu espaço reservado na arte. Como já foi dito por outros, a arte e a literatura são como grandes espelhos que vão sendo levados por uma estrada a refletir tudo o que existe em nosso mundo. E nesse mundo existe o diabo, Lúcifer ou tantos outros nomes que a ele se dão, ou até “aquele que não se diz”.

Essa foi a provocação feita aos nossos colaboradores com a inestimável ajuda do Prof. Dr. Michel Silva, responsável pela elaboração do dossiê desse volume. E a resposta encontrada nos artigos foi das mais estimulantes. A figura do diabo, que ganhou em nosso dossiê “uma breve história”, foi encontrada e estudada desde a literatura medieval, passando pelo emblemático caso de Christopher Marlowe e pelo maravilhoso romance de Guimarães Rosa (que não poderia faltar), e chegando até ao cinema contemporâneo.

O grande leque temporal abarcado nos textos, por si só, já mostra a importância dessa figura em nossa cultura.

A seção de artigos começa com afinação muito próxima ao dossiê pois encontramos ainda demônios, bruxas e a face do mal. Mas o “que-nunca-se-ri” abre espaço para outros importantes trabalhos como o do estudioso da obra pessoana sobre a noção de viagem à volta do quarto nos escritos de Fernando Pessoa; outro sobre um romance de Ana Maria Machado; ainda um artigo em que Manuel Bandeira é lido pelos olhos caboverdianos, além de um excelente estudo sobre o barroco na América Latina.

O "Dito Cujo" porém retorna para assombrar a seção de resenhas.

Agradecemos imensamente a participação do Professor Doutor Michel Silva por gentilmente ter aceitado o nosso convite para a missão de organizar o dossiê e ainda mais pelo instigante resultado alcançado.

Desejamos a todos uma boa leitura, lembrando que estamos abertos a sugestões, reclamações e debates pelo nosso endereço eletrônico.

Os Editores.

Características
Número de páginas 326
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Michel Silva, Flavio Botton e Fernanda Verdasca Botton (orgs.)

A Todas as Musas surgiu no universo editorial on-line em Julho de 2009, com a publicação do primeiro número da sua revista acadêmica. Mantendo rigorosamente os seus níveis de qualidade e periodicidade, essa publicação chegou, em fevereiro de 2011, ao seu quarto número, tendo sido já avaliada pela CAPES como B2 (excelente qualificação para uma revista independente).

A partir de 2010, a revista começou a ser impressa e a editora iniciou seus trabalhos no sistema de impressão sob demanda.

Comentários
0 comentários