Tu só, tu, puro amor...
Prefácio de Francisco Maciel Silveira
Código do livro: 42903
Categorias
Didáticos, Teatro, Artes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 18338 vezes desde 13/04/2011
Versão
impressa
R$ 34,95
Valor total:
R$ 34,95
Valor total:
R$ 34,95
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

“o amor subsiste, longe ou perto, na morte ou na vida, no mais baixo estado, ou no cimo das grandezas humanas, não é assim? Deixai-me crê-lo, ao menos; deixai-me crer que há um vínculo secreto e forte, que nem os homens, nem a própria natureza poderia já destruir. Deixai-me crer...”

-

(Camões, personagem da peça)

--------------------------------------------------

Lida Tu só, tu, puro amor... da perspectiva intertextual, vê-se que, na visão machadiana, o único, verdadeiro e puro amor de Camões teria sido a Pátria, da qual seria “o seu esposo ocidental”. No tálamo da utopia, Camões teria fecundado tanto sua imortalidade como a da Pátria.

-

Francisco Maciel Silveira (Do prefácio)

--------------------------------------------------

A composição que ora se reimprime foi escrita para as festas organizadas, nesta capital, pelo Gabinete Português de Leitura, no tricentenário de Camões, e representada no teatro de D. Pedro II. O desfecho dos amores palacianos de Camões e de D. Catarina de Ataíde é o objeto da comédia, desfecho que deu lugar à subsequente aventura de África, e mais tarde à partida para a Índia, donde o poeta devia regressar um dia com a imortalidade nas mãos.

-

Machado de Assis

Características
ISBN 978-85-64137-04-2
Número de páginas 57
Edição 1 (2011)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Machado de Assis

A Todas as Musas surgiu no universo editorial on-line em Julho de 2009, com a publicação do primeiro número da sua revista acadêmica. Mantendo rigorosamente os seus níveis de qualidade e periodicidade, essa publicação chegou, em fevereiro de 2011, ao seu quarto número, tendo sido já avaliada pela CAPES como B2 (excelente qualificação para uma revista independente).

A partir de 2010, a revista começou a ser impressa e a editora iniciou seus trabalhos no sistema de impressão sob demanda.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários