O Homem- Bomba
Categorias
Ficção e Romance, Literatura Nacional, Realismo Fantástico
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1544 vezes desde 04/02/2016
Versão
impressa
R$ 40,20
Valor total:
R$ 40,20
Valor total:
R$ 40,20
Sinopse

Esta narrativa não é uma tese acadêmica que faz reflexão sobre as razões que levam um ser humano a praticar atos que atentam contra a vida humana e contra os direitos humanos. É uma narrativa que procura dar corpo e fio condutor com a ajuda de relatos, depoimentos, histórias que antes de fazer parte desta existiam isoladamente na boca do povo e esse tecido formou esta história macabra que procura traçar o perfil do monstro, mas procurou conduzir o enredo a partir da infância, juventude, adolescência e vida adulta. A obra consegue enganar o leitor por causa do lirismo, do amor da figura paterna e do saudosismo, mas o que pasma é porque inseriu a crueza do Realismo e a análise psicológica do Naturalismo, o que torna a obra um escrito de caráter histórico e universal. Outros viram nesta história apenas uma história de família.

Características
Número de páginas 356
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Wagner Aparecido Silva

Wagner Aparecido Silva ou Wagner A. S. Chaves. Aos oito anos de idade foi viver com os padres diocesanos, para que pudesse avançar seus estudos porque, para uma criança de sua idade, ele possuía uma inteligência avançada: já sabia ler, já escrevia textos pequenos e já sabia muito sobre a Igreja Romana. Viveu a infância em Janaúba, Monte Azul e em Porteirinha. Mudou-se depois para Bocaiúva, Januária e hoje mora em Montes Claros. Viajou para Portugal até à Cova da Iria, em Fátima, onde ocorre a devoção a Nossa Senhora de Fátima e também para a Flórida, na viagem de intercâmbio da Escola de Inglês. Dos oito até os 21 anos de idade, Wagner morou com os padres e depois fez o curso de Teologia. Em 2007, Wagner, depois de participar dos encontros vocacionais e do Caminho Católico Neo-catecumenal, afastou-se da sua vocação de ser padre devido à discordâncias teológicas e foi fazer o curso de Letras, na Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes, o qual terminou em 2010. Em 2013, Wagner fez a Pós-Graduação em Literatura e hoje cursa Geografia na Unimontes, trabalha na Secretaria Estadual do Meio Ambiente e leciona Gramática, Literatura e Geografia em cursos preparatórios para Vestibulares e para o ENEM.

Comentários
0 comentários