ABC DO AMOR DA LINGUAGEM
série: antropologia do amor
Categorias
Filosofia, Hermenêutica, Teologia, Epistemologia, Filosofia / Religião, Metafísica
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1425 vezes desde 02/01/2017
Versão
impressa
R$ 34,22
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 34,22
Versão
ebook
R$ 17,65
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 34,22
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O Amor e a Linguagem formam o único ponto de acesso da vida humana à divina. Segundo Platão, existem dois mundos ou duas realidades: a inteligível e a sensível. Essa concepção platônica é conhecida por Teoria das Ideias ou Teoria das Formas. O primeiro mundo, o inteligível, é constituído de ideias eternas, imutáveis e inatas. O segundo mundo, o sensível, ou seja, o mundo empírico é o mundo percebido pelos sentidos, o qual para Platão não passa de uma pálida reprodução do mundo das Ideias. Além da cosmologia, também a antropologia platônica é totalmente dualista. Platão desenvolve a noção de que o homem está em contato permanente com os dois tipos de realidade: a inteligível e a sensível. A partir Inspirado por O Banquete é possível inferir uma concepção de Amor, sendo ele o princípio originário de tudo. E inspirado pelo Evangelho de São João reflito acerca da Linguagem, que igual ao Amor é inteligível, perene, imutável, incorruptível e una. Logo, podemos também dizer que a Linguagem é princípio originário de tudo. Há então dois princípios? Não! Nesta reflexão o Amor e Linguagem são atributos ao Deus judaico-cristão. O Amor promove a unidade entre diversas pessoas de mesmo ou de diferentes idiomas, tal como a Linguagem promove a unidade de diferentes palavras. As paixões unem os diversos tipos de sentimentos, todavia esses sentimentos mudam ao sabor do vento, igualmente são as palavras, elas mudam com o tempo, devido aos fatores históricos e políticos, tal como vemos hoje com o idioma português. Por tal motivo o Amor, como vimos, é suprassensível e imutável, portanto, não se pode confundir o Amor com a Paixão. Do mesmo modo, não se pode confundir Linguagem com Palavra. Tendo o Amor e a Linguagem as mesmas características, concluo que ambos são divinos, ou melhor, Deus. E o Homem, por estar em contato com inteligível e com o sensível, está também em contato com o Amor e com as paixões, com a Linguagem e com as palavras.

Características
ISBN 978-15-4106-783-7
Número de páginas 44
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Devanilson Álvares

Devanilson Álvares, brasileiro, casado com Selma Álvares, pai de Letícia Maggie e Laerte Vinícius. Reside em Brasília/DF, onde por meio da Filosofia aprendeu amar a política pura. O é licenciado em filosofia desde 2008. Leciona Filosofia, Sociologia e Empreendedorismo próximo à sua residência.

Em manifestação à sua Fé, Álvares, é catequista na paróquia em que frequenta atualmente. Além da vida acadêmica, Devanilson Álvares trabalhou também na indústria automotiva numa concessionária, pois o mundo e a história automobilístico encanta a todos. Além dos estudos filosóficos e automotivos, Devanilson dedicou-se ainda aos estudos e técnicas imobiliárias pelo Instituto Federal de Brasília (IFB), adquirindo os títulos de técnico em corretagem e avaliador e perito de imóveis. Gosta de estudar o latim, hebraico, grego, e inglês técnico, liturgia e teologia.

Por fim, atualmente dedica-se a pedagogia de ser pai, pois dois bebês consomem um tempo inacreditável! Pretendo escrever sobre isso mais a frente.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 30,40
Ebook
R$ 17,11
Impresso
R$ 42,11
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 30,99
Ebook
R$ 14,42
Impresso
R$ 36,14
Ebook
R$ 14,42
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários