Como defender a Igreja Católica de falsos amigos e inimigos declarados

Apologia para combater a fumaça de Satanás dentro e fora da Igreja

Por Carlos André Perin

Código do livro: 148530

Categorias

Filosofia, Não Ficção, Filosofia / Religião

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 9055 vezes desde 25/07/2013
Versão
impressa
R$ 39,53
Acabamento
Valor total:
R$ 39,53
Valor total:
R$ 39,53

Sinopse

Essa obra possui um diferencial com relação às outras obras de apologética porque não se destina à defesa da Igreja com relação a acusações pontuais, mas para defesa da Igreja como um todo, desde a idéia da existência de Deus, a defesa da criação do mundo segundo o Gênesis, partindo para a defesa das práticas católicas, como a veneração dos nossos amados santos, suas relíquias, posse de suas imagens e trazer consigo insígneas da fé.

Em um segundo momento o livro propõe uma reflexão séria sobre o Concílio Vaticano II, sua validade, sua pertinência para os dias de hoje, a verdade dos seus ensinamentos e a resposta devida aos grupos que se formam, de pessoas questionando os seus ensinamentos.

Não concordamos com os movimentos leigos que tentam bater de frente com o Sagrado Magistério, uma vez que acreditamos na eficácia dos sacramentos, inclusive o sacramento da Ordem e a sagração episcopal, confiamos ainda que Deus sabe do mal tirar o bem e, que mesmo que o mal ocorra dentro da Igreja é para que se manifeste um bem maior que não existiria se o mal não acontecesse.

Acreditamos ainda que, se a Igreja precisa mudar, é a partir do Clero que essa mudança ocorrerá porque se Deus colocou seus servos nesses postos de grande e elevada estima, então significa que é porque confiou a Igreja aos seus cuidados. Aos leigos cabe a obediência reverente ao Magistério e ao Clero, mas não um clero formado por santos canonizados, ou por pessoas que já morreram, mas esse Clero, formado por pessoas concretas, falíveis e dignas de críticas em alguns pontos.

Essas falhas de pessoas pertencentes ao Clero servem para que vejamos também as nossas falhas e as possamos confessar dignamente. Oxalá o pecado dos meus pastores sirvam como um anjo se Satanás a me esbofetear, pois se eu for esbofeteado com os meus pecados, com certeza os verei, os sentirei e saberei que são pecados e que devem ser confessados.

Características

Número de páginas 101
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor

Carlos André Perin

Escritor de apologética católica, formado em Direito, com atuação na área de Direito do Trabalho, com experiência em trabalho com crianças em situação de risco, trabalho em assistência social e diversas outras atividades.

Católico desde que nasceu, sendo fruto de um matrimônio santo e casto, pai, escritor e apologista católico. Participa há quase vinte anos do caminho neocatecumenal com incursões na RCC, Cursilho de Cristandade, PJ e Comunidades Eclesiais de Base, sempre se esforçando para ser luz onde a providência de Deus me coloca.

Autor, blogueiro de alguns blogs de sucesso como o eensino, site ditados, participante ativo de ouros blogs como caiafarsa, mentiras protestantes e outras, dentre outros.

Católico tradicionalista que procura apresentar de uma forma leve e contemporânea os valores cristãos, sua importância e consequências para vida mais plena no nosso tempo e alegria eterna na pátria futura.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários