Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
CUIDADORES DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM CÂNCER NA PERSPECTIVA DO SERVIÇO SOCIAL
O PROCESSO SAÚDE X DOENÇA
Categorias
Educação
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2713 vezes desde 23/11/2012
Versão
impressa
R$ 27,42
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 27,42
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 27,42
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O objetivo desse estudo é evidenciar a relevância do Assistente Social no processo do tratamento e o enfrentamento de crianças e adolescentes acometidos pelo câncer, através das ações específicas da profissão junto a seu cuidador. Faze-se mister entender que o Assistente Social, através de ações fundamentadas na afetividade, espiritualidade, humanização e a auto-estima da família e do usuário acometido pelo câncer (crianças e adolescentes) desencadeia resultados positivos no tratamento da doença. A pesquisa foi realizada através de observação em uma instituição que oferece atendimento especializado e gratuito a crianças e adolescentes vitimados pelo câncer e suas famílias.

Características
Número de páginas 46
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
ADRIANA COSTA E ALEXANDRA TEIXEIRA

DRYKA, Graduada em Serviço Social pela Faculdade DELTA- Mantida pelo IUNI Educacional- UNIME Salvador Ltda; Especialista em Saúde pela Faculdade Regional de Ciências, Filosofia e Letras de Candeias/Ba e Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas pela Universidade Católica Dom Bosco.

Possui experiência com crianças e adolescentes, mas desperta uma forte "ATRAÇÃO" pela Área Judiciária. Possui também experiência na Assistência (SUAS), atuando no Centro de Referência em Assistência Social e também no Programa Jovem Aprendiz.

Ainda na graduação, teve a oportunidade de fazer estágio curricular numa Instituição que acolhe crianças e adolescentes cujos genitores estão no cárcere e sua prole estão em abrigos. E através do contato com este público, sua afinidade com o mesmo despertou. Mas tarde, teve também contato com outro público, que julgo como "ESPECIAL" crianças e adolescentes vitimizados pelo "CÂNCER". Essa foi uma de minhas experiências profissionais que ficará para sempre marcada em meu coração.

Comentários
1 comentários
Michael Hermann
Domingo | 25.06.2017 às 22h06
Livro necessário - recomendo!