DEVANEIOS
Categorias
Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3065 vezes desde 05/01/2011
Versão
impressa
R$ 35,48
Valor total:
R$ 35,48
Valor total:
R$ 35,48
Sinopse

Este livro reúne alguns poemas produzidos ao longo da vida do autor, mormente na juventude, quando, recém-saído de Seminário, como um nefelibata, buscava encontrar seu lugar ao sol. Bastante crítico, pouco social, existencialista profundo, mas temente a Deus, deixa refletir tais características nos fragmentos aqui colacionados. Não fossem os incentivos dos amigos, jamais os traria a lume, por concebê-los medíocres. Todavia, não é o que transparece nessa pequena obra, que, aliás, espera-se venha oportunizar momentos prazerosos aos leitores.

Características
Número de páginas 111
Edição 1 (2009)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
ADEMAR INÁCIO DA SILVA

É mineiro de Araguari. Nascido em 1953. Foi seminarista por mais de doze anos, tendo estudado junto à Congregação dos Padres dos Sagrados Corações e à Congregação dos Padres Redentoristas.

Formado em Estudos Sociais e Filosofia pela FSFCL de Lorena-SP, é também bacharel em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia, com Pós-graduação em História pela FFCL Barão de Mauá – Riberão Preto-SP e em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro – Belo Horizonte –MG.

Atuou no magistério público estadual (MG) por longos anos e, desde 1988, integra o quadro de funcionários da Secretaria de Estado de Fazenda de Minas.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
2 comentários
Terça | 20.10.2009 às 08h10
Transcrevo comentário de Edélcio: Ademar! Percorri com calma as páginas de seu livro, reapreciando os poemas que já experimentara através do blog... Neles transparecem sua sensibilidade e os temas mais importantes de suas emoções, contagiando a nós, leitores! PARABÉNS pelos versos tão bem organizados e palpitantes de vida em todas as cores! Agradeço o privilégio de receber um exemplar com sua dedicatória e a alegria da amizade que nos une! Um abração do Edélcio
Quarta | 16.09.2009 às 00h09
Os poemas de Ademar são leves, soltos e inteligentes. Ademar é prático até em sua forma de fazer poesia. Relata sobre a existência, viaja nos sentimentos, pluraliza interesses. Vai adiante do real e transcende a vida, pairando sim até mesmo no sobrenatural. Bom pensador e agente de opinião da modernidade. Para constatar isto é só buscar as suas idéias em sua obra DEVANEIOS. Porque conheço o Ademar desde os tempos de colegial e de faculdade, falo dele com propriedade. Procure o fio do tempo e vá!