EROTIQUE 4

POEMAS SENSUAIS

Por MARCOS AVELINO MARTINS

Código do livro: 245771

Categorias

Entretenimento, Literatura Nacional, Poesia

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1549 vezes desde 04/12/2017
Versão
impressa
R$ 51,96
Valor total:
R$ 51,96
Versão
ebook
R$ 27,01
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 51,96

Este livro pode estar à venda na:

Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

29º livro de Poesia publicado pelo autor no Clube de Autores, juntando-se a:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

11. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA

PARECIDA”)

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

À disposição no Clube de Autores e na Amazon, em versão impressa ou digital.

Nos 50 poemas deste livro, o autor envereda, como em “EROTIQUE”, “EROTIQUE 2” e “EROTIQUE 3”, pela vereda da sedução, magia e paixões inesquecíveis, em textos profundamente sensuais e eróticos, mas ao mesmo tempo líricos e apaixonados, emprestando às situações eróticas um clima de alcova profundamente poético, romântico e envolvente, fazendo com que o leitor torça pelos personagens, para que sua paixão se desenvolva e tenha um final feliz, o que nem sempre acontece. Como na vida real!

E tudo isto usando e abusando de rimas fortes e ousadas, preciosas e surpreendentes, em seu peculiar estilo poético que emociona e enleva leitores de qualquer idade.

Leitura imprescindível para os amantes da Poesia.

Algumas amostras:

“A primeira vez em que te vi, / Naquele sábado, ouvi trovões ribombando, / Quando nos apresentaram, um arrepio me percorreu, / Senti coisas que nunca antes senti”

“Nosso ardor deixa pasmo / O dragão que passeia no luar, / E mais e mais me entusiasmo, / Até nos transbordarmos no mar...”

“Provocas-me êxtases incríveis, / Quando nos amamos sem pressa, / Nesses momentos inesquecíveis / Em que o amor que te dou a mim regressa...”

“Teus dardos doces me penetram, / Insuflando o sangue de minhas veias, / Meigos fardos que me compenetram / Na paixão exangue de tuas luas cheias!”

“Mas o despertar foi tão esquálido, / E aquele sonho que era tão cálido / Desvaneceu-se de maneira trágica, / E nossa paixão nunca mais foi tão mágica!”

“Desejo tua carne tépida, / Intrépida, / Vivida, / Oferecida… / Desejo tua carne mágica, / Trágica, / Macia, / Vadia...”

“Por que você não enxerga / Esse meu olhar cheio de Poesia / Desde a primeira vez que a viu? / Por que você não se verga / A essa minha mais louca fantasia / Mergulhada em seus olhos cor de anil?”

“Entre beijos e carícias ousadas, / Faça-me esquecer de sua ausência, / E deixemos pela cama, espalhadas, / As marcas de nossa indecência!”

“Quando seu desejo aumentar, beije-me com ardor, / Recite meus poemas com seu jeito artístico, / Juntemos para todo o sempre as nossas sinas, / Enquanto singro eternamente por seus olhos infinitos...”

“E nessa noite bendita, matamos a saudade, / Não perguntas onde estive em todos esses meses, / Mas sem perguntares, eu te revelo a verdade, / Que longe de teus braços, morri tantas vezes...”

“Puxou-me pela mão e me levou para dentro, / E, sem nem me perguntar onde andei, / Largou suas roupas na mesa do centro, / E jogou-me no sofá onde tanto a beijei...”

“E te reconhecerás em meus versos, / E saberás o tamanho do meu amor, / E com teus olhos nos meus imersos / Talvez me beijes então com furor?”

“Enrole-se comigo por debaixo do lençol, / E faça-se de surpresa quando eu beijar / Essa fogueira que queima como um sol, / E me deliciar com seu néctar, até você gritar!”

“Desde que provei o teu sabor / Nunca mais consegui te esquecer / E os poucos dias que fico sem teu amor / Dá vontade de dormir até te rever”

“A tua ausência me devasta / E uma vida toda não basta / Para te esquecer por completo / Pois virei para sempre incompleto / Sem os teus beijos cálidos / Nesses verões tão esquálidos / Com essas noites tão quentes / Mergulhado nesses lábios ardentes / Que me falavam de amor”

“Levantei seu vestido, e fui direto ao ponto, / E meus dedos de repente ficaram encharcados, / Não havia bebido nada, mas estava tonto, / E como por encanto, ficamos ali atracados!”

“Sem usar de nenhum subterfúgio, / Vou te convidar para ir a um refúgio, / E comigo passar uma semana / Ou quem sabe duas, / Numa tentativa insana / De finalmente ver tuas costas nuas, / Desarmadas, / Oferecidas, / Entre riachos de águas correntes / E geladas, / Talvez enfim te decidas / A dar-me beijos ardentes, / Tórridos, incandescentes, / E depois de nos beijarmos, / Liberar-me o teu corpo lindo, / Infindo, / E por horas nos amarmos, / Enquanto a tarde desce / E o teu desejo cresce, / Talvez / Na primeira vez / Em que assim me encantas, / Entre outras tantas, / E em que por horas a fio / Eu vença esse teu desafio, / Entre corpos quentes / E beijos indecentes, / E talvez, quem sabe, /

Essa paixão nunca se acabe...”

“Mergulhe de cabeça em meu mundo, / Aproveite de mim cada segundo, / Tire pelo caminho toda a roupa, / E desse trabalho vê se me poupa!”

“As ondas de teus beijos me levam, / Indo e vindo com tuas ondas cálidas, / Os teus suspiros de paixão me enlevam, / Emerges apaixonada de tuas crisálidas...”

“Acho que um de nós dois se descuidou, / Pois juramos amor e fizemos um pacto, / Mas aquele amor onírico se evaporou, / Embora meu desejo por ti continue intacto!”

“Tanta volúpia e paixão que viveram / Ninguém conseguia entendê-las, / Até que de tanto amor morreram / E foram se amar entre as estrelas...”

“Então, de repente você some, / E por um tempo não dá nenhum sinal, / Trata-me com um desprezo sem nome, / Como se eu lhe tivesse feito algum mal...”

“Há muito teu olhar me implora / Que apague este teu fogo / Por muito mais de uma hora / Num erótico jogo, / Numa cama imensa, / Emoldurada por um espelho, / Que reflita nessa noite intensa / Ao tirares teu vestido vermelho!”

“Com teus beijos me recebes, / Beijos cálidos, incandescentes, / E na mesma garrafa em que bebes, / Minha boca deposita lábios ardentes...”

“Nossos corpos trocam fagulhas, / Em nossas bocas fulguram centelhas, / Nossos sexos trocam borbulhas, / Murmuras doidices em minhas orelhas!”

“Por que você não se atreve / A me surpreender com seu beijo mais doce? / Por que você não me descreve / O seu amor, mesmo se amor não fosse?”

“Que achas de juntarmos as camas / Por uma noite ou por vários anos, / E tirarmos juntos nossos pijamas / E me derramar em teus oceanos?”

“Enquanto nós dois nos atracamos na cama, / O mundo lá fora fica doido e desiste, / Terroristas se explodem, em mais um drama, / E a madrugada avermelhada a tudo assiste...”

“E, no dia seguinte, enquanto você me olha, / Como se não me conhecesse, / Saberei que seu sexo se molha, / Como se seu corpo ainda fervesse...”

“Quando as brumas mágicas se desvanecem, / Teu sonho se desliga de minha mente, / Mas tuas loucuras em mim permanecem, / Pois como esquecer o teu desejo latente?”

“E apaixonadamente me perco / Entre os imensos segredos / Que moram no fundo do teu mar, / E me entrego ao teu cerco, / Enquanto te exploram meus dedos, / Arrancando suspiros de teu luar!”

“E agora que você está em meu quarto, / Prestes a se livrar de sua roupa, / Eu me belisco, para ver se estou a sonhar, / Mas não, você está aqui, já nua e linda, / Ansiando por cair afinal em meus braços, / E ficar por toda a noite, ou para sempre… / Que filme mesmo estava passando? / Nem vi o cartaz, de tão embevecido, / E não poderei contar em minhas memórias, / Sobre a noite em que não assisti / A um filme lindo com você...”

“Quando nossos corpos se tocam, / Faíscas brotam em pleno ar, / Relâmpagos se chocam / Tempestades eróticas a brotar!”

“Pois como esquecer de sua boca incrível, / Que distribuía beijos e labaredas, / Naquela cama imensa e memorável? / Como olvidar aquela noite inesquecível, / Que passamos entre lençóis e sedas, / E que marcou o início desse amor imensurável?”

“Quando me olhas com esse olhar explosivo, / Onde se escondem inteiros universos, / Tornas meu coração cada vez mais vivo / E dás fragrância aos meus versos...”

“E agora, o que vamos fazer? / Como poderemos nos esquecer / Daquelas noites de loucura, / De sexo tântrico sem frescura?”

“Esse teu adormecido vulcão precioso / Aguarda minha vinda para entrar no clima / E fazer jorrar o seu néctar caudaloso / Que me convida a navegar rio acima”

“Vejo em teu olhar luminoso / Tudo o que esperava de alguém / Promessas de sexo escandaloso / O que de melhor a vida tem?”

“Por que você não me beija agora, / Mesmo que depois dê o fora? / Por que você não sai dessa caixa / E em meu desejo se encaixa? / Por que você não me tortura / Com a visão de seu corpo sem censura? / Por que você minhas mãos não espalha / Debaixo de seu vestido de malha?”

“Pela noite a dentro, / O espelho se escandalizará, / Tentando focalizar em vão / Teu corpo no qual me concentro, / Revelando segredos que a noite guardará, / Nas roupas espalhadas pelo chão...”

“E, quando acordei, de mim já tomara conta, / Invadindo sem dó meus sonhos mais loucos, / Em seus oceanos, mergulhei de ponta, / E virei escravo de teus beijos e gritos roucos, / Desbravando junto de você nossas ilusões, / Decorando de seu corpo cada pedaço, / Rolando com você sobre imensos colchões, / Até que a noite nos vencesse por cansaço!”

“Ando esperando que me dês um sorriso, / E depois que percas o juízo, / E me convides para uma viagem! / Não me importa o lugar, e daí? / Em Salvador, no Caribe ou no Havaí, / Desde que seja em alta voltagem!”

“Essa seiva branca que escorre / Pelos cantos de tua boca carmim / Será a lembrança que jamais morre / Cada vez que te lembrares de mim”

“Ela sorriu, e me abraçou e beijou tão forte, / Com aquela volúpia que não há quem suporte, / E foi naquela noite que nos amamos pela primeira vez, / E me embriaguei com a sua incrível nudez, / Aquele corpo que não há palavras para descrever, / Tão entregue a mim, que ainda não posso crer”

“Pois na única vez em que nos vimos, / Como poderia algum dia esquecer, / Da voracidade com que nos despimos, / E depois fizemos amor até o amanhecer?”

“Invadi o teu castelo de cartas, / Antes que elas desabassem, / Derrubando tuas defesas fartas / Antes que teus olhos me congelassem!”

“Vamos juntos cavalgando as estrelas, / Em voos rasantes pelas madrugadas, / Deixando assuntos pendentes para revê-las / Nos instantes em que as luzes estão apagadas!”

“Foi por uma noite somente / O pouco amor que me deste / Mas que lembrarei eternamente / Enquanto vida me reste”

“Antes que teu beijo me deflagre / Algo parecido com um milagre, / Estava aqui, quase em penúria, / Até me arrebatares com tua fúria! / Então, fui aprisionado em teu vórtex, / Que me sugou paixão até o córtex, / E, por um momento sublime, / Formamos um coeso time!”

“Where are thou / Other half of me? / The memory of you / Surrounds me / And so it always will be!”

Características

ISBN 9781973451020
Número de páginas 101
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor

MARCOS AVELINO MARTINS

BIOGRAFIA

Engenheiro Eletricista pela Universidade de Brasília por formação, Analista de Sistemas por opção, poeta por destino, casado, 2 filhos e 1 neto, apreciador de boa música, cinema, literatura, HQs, seriados e amigos (não necessariamente nesta ordem).

Escreve desde os 17 anos, inicialmente letras de músicas, alguns contos avulsos, poemas esparsos, e de alguns anos para cá, com uma produção intensa, com mais de 140 livros publicados, todos eles pelo Clube de Autores e pela Amazon, exceto "Poeticamente teu", da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO.

LIVROS PUBLICADOS:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

11. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO

39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA

40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas)

41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA

42. OLYMPUS: LIVRO I - EROS (3ª PARTE)

43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS

44. OLYMPUS: LIVRO III - APHRODITE, APOLLO, GAIA, HERA E ZEUS

45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU?

46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA

47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI?

48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR

49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR

50. OLYMPUS: LIVRO IV - PANTHEON

51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE?

52. UM VERSO SUICIDA

53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

55. EROTIQUE 5

56. O LADO NEGRO DA POESIA

57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO

58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

60. OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

61. POETICAMENTE TEU (da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO)

62. AQUELA NOITE DO ADEUS

63. PASSOS QUE SE AFASTAM NA NOITE

64. FRAGMENTOS DE UM SONHO QUE PASSOU

65. OLYMPUS: LIVRO VI – PARTHENON

66. PASSAGEM PARA A SAUDADE

67. A PORTA DA SOLIDÃO

68. NUNCA MAIS TEUS BEIJOS

69. EROTIQUE 6

70. CIRANDA POÉTICA

71. AS HISTÓRIAS QUE NÃO TE CONTEI

72. A ÚLTIMA VEZ EM QUE TE AMEI

73. ESSA AUSÊNCIA QUE ME DEVORA

74. A NOITE IMENSA SEM ELA

75. OLYMPUS: LIVRO VII – ACROPOLIS

76. PORÕES E NAUFRÁGIOS

77. UM TROVADOR NO SÉCULO XXI

78. RESQUÍCIOS DE UM SORRISO TEU

79. CRONOS ENLOUQUECEU!

80. OLYMPUS: LIVRO VIII - MUSAS E MEDUSAS

81. SOMBRAS QUE RESTARAM DE NÓS

82. EROTIQUE 7

83. A CAIXA DE TINTAS DE DEUS

84. PONTES PARA LUGAR NENHUM

85. VELAS SOLTAS AOS VENTOS SOLARES

86. HISTÓRIAS QUE A NOITE NOS TRAZ

87. VESTÍGIOS DE UM FOGO QUE SE APAGOU

88. ARTÍFICE DE VERSOS

89. O TEMPO, ESSE CARRASCO

90. OLYMPUS: LIVRO IX - ESPARTA

91. ESSA SOMBRA EM TEU OLHAR

92. OS OLHOS MÁGICOS DA POESIA

93. VERSOS QUE JAMAIS ESQUECI

94. LÁGRIMAS PROSCRITAS

95. EROTIQUE 8

96. UMA HORA ANTES DO FIM

97. POR TRÁS DA MÁSCARA BRANCA

98. PER...VERSOS AO ANOITECER

99. SOB O OLHAR DE UM POETA

100. TODOS AQUELES VERSOS DE AMOR

101. ESTILHAÇOS DE POEMAS

102. OLYMPUS: LIVRO X - NINFAS

103. TODAS AS ESTAÇÕES DA ALMA

104. LEMBRANÇAS DE UM FUTURO DISTANTE

105. EROTIQUE 9

106. AO DOCE SOM DE UM BOLERO

107. NÁUFRAGOS NA NOITE SEM FIM

108. A FONTE DO LIRISMO

109. RETRATOS DO DESENCONTRO

110. OLYMPUS: LIVRO XI - CENTAUROS

111. MEMÓRIAS DE NUNCA

112. UM GRITO PRESO NA ALMA

113. NOS OLHOS DE UM POEMA

114. EROTIQUE 10

115. SOB O OLHAR DE UM POETA 2

116. EM ALGUMA OUTRA GALÁXIA

117. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE

118. AS LÁGRIMAS QUE NÃO SECARAM

119. VIAGEM AO FUNDO DO OLHAR

120. OLYMPUS: LIVRO XII - MARATHON

121. A QUESTÃO QUE NÃO SEI FORMULAR

122. MICRO UNI-VERSOS

123. AS LUAS QUE NO CÉU FLUTUAM

124. O DOCE UIVO DOS VENTOS

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (VOL. 2)

126. O DESTINO NÃO MANDA MENSAGEM

127. EROTIQUE 11

128. UM ADEUS COM HORA MARCADA

129. UM SONHO DO QUAL EU NÃO QUIS ACORDAR

130. OLYMPUS: LIVRO XIII - TEBAS

131. O PEDAÇO DE MIM QUE ROUBARAM

132. PERDIDO NAS DOBRAS DO TEMPO

133. ESSA INDECIFRÁVEL SOLIDÃO

134. UM INSTANTE ANTES DE NUNCA

135. AQUELA PALAVRA CHAMADA ADEUS

136. EROTIQUE 12

137. DESCONSTRUINDO MUROS DE ILUSÃO

138. EXCETO A NOITE 139. DIRETO AO CORAÇÃO

140. A SOLIDÃO QUE NUNCA SE ACABA

141. UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO

142. EROTIQUE 13

143. OLYMPUS: LIVRO XIV - ATENAS

144. HISTÓRIAS SURREAIS

145. SOB O OLHAR DE UM POETA 3

EDIÇÕES ESPECIAIS:

015. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA PARECIDA)

046. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA (400 POEMAS PARA A JUVENTUDE)

056. O LADO NEGRO DA POESIA (150 POEMAS SOMBRIOS)

085. VELAS SOLTAS AOS VENTOS SOLARES (200 POEMAS ONDE O VENTO É PERSONAGEM)

099. SOB O OLHAR DE UM POETA (300 POEMAS SOBRE A POESIA - VOL. 1)

100. TODOS AQUELES VERSOS DE AMOR (400 POEMAS DE AMOR)

109. RETRATOS DO DESENCONTRO (200 POEMAS LONGOS SOBRE ENCONTROS E DESENCONTROS)

115. SOB O OLHAR DE UM POETA (300 POEMAS SOBRE A POESIA - VOL. 2)

117. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (200 POEMAS SOBRE SAUDADE - VOL. 1)

122. MICRO UNI-VERSOS (250 POEMAS CURTOS)

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (200 POEMAS SOBRE SAUDADE - VOL. 2)

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE VOL. 2

135. AQUELA PALAVRA CHAMADA ADEUS (150 POEMAS SOBRE DESPEDIDAS)

139. DIRETO AO CORAÇÃO (150 POEMAS EMOCIONANTES)

140. A SOLIDÃO QUE NUNCA SE ACABA (150 POEMAS SOBRE SOLIDÃO)

141. UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO

142. EROTIQUE 13

143. OLYMPUS: LIVRO XIV - ATENAS

144. HISTÓRIAS SURREAIS

145. SOB O OLHAR DE UM POETA 3

SÉRIES:

OLYMPUS - 15 VOLUMES (CADA UM COM 300 POEMAS)

EROTIQUE - 13 VOLUMES (CADA UM COM 50 POEMAS SENSUALMENTE LÍRICOS)

Participante das antologias:

• “Declame para Drummond 2012” (2012), com o poema “Máscaras”;

• Antologia 2015 – Literatura Goyaz” (2015), com os poemas “Os oceanos entre nós” e “Morpheus”;

• “Desafio” (2016), com os poemas “Finito”,”De solidão e de sonhos” e “Olhar”;

• “Dez Poetas e Eu – Vol. 3” (2016), com os poemas “Átimo”, “Diário”, “Julgamento”, “Roleta russa”, “Buracos negros”, “Paronímia”, “As últimas gotas de orvalho”, “Repositório”, “Simplesmente você” e “Quando eu te conheci”; e

• “Raiz da Poesia” (2017), antologia internacional entre países de língua portuguesa, com os poemas “Os segredos que escondes no olhar”, “Borboleta”, “Autópsia”, “La nuit”, “O tio da suspeita”, “Aldebaran” e “Os sons do silêncio”.

• “1001 Poetas” (2022), da Câmara Brasileira de Livros, com o poema “Coração Azevedo”.

Página no site “Templo de Delfos”, relicário da Literatura:

http://www.elfikurten.com.br/2016/08/marcos-avelino-martins.html

Contato: cygnusinfo@gmail.com

Celular: (62) 99971-9306

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 72,91
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 55,08
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 52,81
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 70,62
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 53,43
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 75,77
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 53,62
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 73,50
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 61,83
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 52,81
Ebook
R$ 27,01
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

2 comentários
JOÃO ALBERTO DE LIMA
Sexta | 22.12.2017 às 18h12
Um portfólio impressionante: 29 livros! Dei uma olhada em vários dos livros, apreciando as páginas das amostras e os trechos de poemas da sinopse dos livros, e fiquei impressionado com o lirismo, a sensualidade, a criatividade e a riqueza das rimas empregadas pelo autor, que quase não utiliza versos livres, ao contrário de quase todos os poetas atuais. Parabéns pelo conjunto da obra!
Adriano Antonio
Domingo | 10.12.2017 às 22h12
Olá, Marcos, sucesso ao livro! Se precisar de algum destes serviços: Conversão Para Epub, Diagramação, Ficha Catalográfica, Registro De Isbn e Revisão, conte comigo: www.profissionaisdolivro.com.br/perfil/adriano-antonio