Filhas de Vênus
Código do livro: 199304
Categorias
Drama, Jovens e Adolescentes, Literatura Infanto Juvenil
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1672 vezes desde 03/12/2015
Versão
impressa
R$ 56,81
Valor total:
R$ 56,81
Valor total:
R$ 56,81
Sinopse

Ofertadas à prostituição, mulheres livres e sonhadoras tiveram as suas expectativas de vida drenadas pelo opressor homem mal que grampeou sobre suas vaginas uma etiqueta de preço.

Vestidas por inúmeros adjetivos, as prostitutas são um reflexo indireto da biografia do próprio autor. Dançando entre a ficção e a realidade, os personagens terminam por se perderem nos passos do tango que, sem ritmo e vigor, encerra o espetáculo com as vaiadas e precoces cortinas de veludo.

Gerado para ser inicialmente o protagonista da obra, o bordel francês exalava domínio sobre diversas figuras de linguagem. Personificando ações e sentimentos humanos, o “Filhas de Vênus” era um deus, era a lei e a ordem sobre as prostitutas que, feitas meras figurantes, reverenciava-o em agradecimento.

No intuito de desarmar a hipocrisia e revelar o lado humanamente escravizado, o livro homenageia mulheres abrigadas pelas sombras noturnas e toda a dor, medo e desilusão que, a falsa ideia de luz, lhes trouxe no passado.

Características
Número de páginas 75
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Colorido
Tipo de papel Offset 90g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Kelvin Valentim

Mulher preta, transexual, invisibilizada e vitoriosa que, enganada sobre sua própria orientação sexual e perseguida por ser quem é, cantou à morte o seu preço, mas negou a proposta do leilão. Linda, plena e próspera, dedica sua vida na transformação de outras pessoas.

Bailarina, escritora e compositora unicamente pelo dom que aflorava, sua facilidade diante às artes lhe proporcionaram sucesso em diversas áreas. Senhora de si e guerreira pelas causas que militava cotidianamente, está sempre disposta a crescer e encantar o mundo simplesmente pelo o que é.

NO DESCARTE DO BARALHO, SOU A CARTA NEGRA DE UMA DAMA DE PAUS.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários