MADRUGADAS DE SEDUÇÃO
POEMAS
Categorias
Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 511 vezes desde 15/05/2018
Versão
impressa
R$ 45,47
Valor total:
R$ 45,47
Versão
ebook
R$ 19,80
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 45,47
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

38º livro do autor de:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

11. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA PARECIDA”)

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA,

CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

Alguns trechos:

“A noite é ainda apenas uma criança, / Quando sobre mim enfim te jogas, / E de novo engoles minha lança, / E meus suspiros roucos afogas / Com um beijo despudorado,”

“E, quando desistir de me expulsar de perto, / Atire-se em meus braços e me aperte, / Jogue a sua água pura em meu deserto, / Enquanto com um beijo você me perverte!”

“Mas foi também / A última vez em que vi tua face / Antes que o nosso trem / Para sempre descarrilhasse / E fosse parar / No fundo do abismo”

“OK, você venceu, eu me rendo / Aos seus beijos escandalosos, / Quem sabe assim eu aprendo / O quanto eles são saborosos!“

“Talvez o sofrimento seja necessário / Ou provoque um efeito contrário, / E a paixão se renda à eternidade! / Olhando o seu retrato, eu me comovo, / Tudo o que queria era ter você de novo, / E não essa maldita saudade...”

“A roda do tempo nos desampara, / Enquanto o maldito relógio dispara, / O tempo que ainda temos vai se exaurindo, / Enquanto o demônio de nós segue rindo!”

“Quero morrer de morte prematura / Ali por volta dos 96 anos, / Livre como todas as criaturas, / Um último verso a brotar desses lábios profanos!”

“Solte um grito imenso de pura alegria, / Deixe o riso fazer de seu rosto morada, / Descubra que o mundo transborda Poesia, / E que o amor o aguarda numa curva da estrada...”

“As manhãs trazem-me nostalgia, / Quando acordo, e, ao meu lado na cama, / Você não está aqui, por mais um dia, / E a sua ausência de meus olhos derrama...”

“Quem diria, vendo-nos nesse clima de guerra, / Que fomos antes tão incríveis amantes? / Quem esperaria, nessa noite que nos aterra, / Jogarmos, um no outro, granadas congelantes?”

“Há mais mistérios nesse mundo do que se acredita, / Essa raça que lá mora eram os deuses de outrora, / Que vagava entre os homens, mas se tornou eremita, / E se alguém os encontrar, abrirão a Caixa de Pandora!”

“Ela me telefonou por meses, / Querendo saber por que sumi, / Pois havia ficado com saudade, / E guardara seus perfumes franceses, / Para poder me seduzir!”

“Mas o amor não se intimida, / E pode até ser traiçoeiro, / Mas dura por toda uma vida, / Quando é verdadeiro...“

“Não é fácil ouvir gritos silenciosos, / A menos que os ouvidos recitem Poesia, / E de sofrer, os lábios fiquem saudosos, / E digam palavras como nunca se ouvia!”

“Mas como derrubar essas muralhas / Que nos condenam à solidão? / Como rasgar essas mortalhas / Que não vos deixam ver minha paixão?”

“Não me jogue nos ombros / Nossos tristes escombros / Pois já estou quase surdo / Por causa desse teatro absurdo “

“Pois assim são a sorte, o tempo e a vida, / Em cada grão de areia da ampulheta, / Uma nova paixão é mal resolvida, / Enquanto giram as estruturas do planeta.”

“Neste mundo, não há santos, / O único que existiu, foi crucificado, / Pagamos pelos nossos desencantos, / Carcomidos pelo pecado!”

“Nos loopings desses vagões encantados, / Às vezes ficamos de cabeça para baixo, / Em outras, com a boca aberta, extasiados, / Antes de descermos ladeira abaixo...”

“Destruas as lembranças que de nós ficaram / Em cada célula de tua memória / E esqueças das relíquias que sobraram / Dessa nossa inesquecível história”

“Tua lembrança já não me dói / Quando de ti eu me lembro / E a saudade não mais me destrói /

Como se perdera um membro”

“Por isto, resista, / Não se deixe jogar no inferno, / Não ponha seu nome na lista / De culpados em seu caderno!”

“Comprei equipamento de alpinismo / Para escalar as tuas túrgidas montanhas / Para depois mergulhar nesse abismo / Que me aguarda em tuas entranhas”

“Onde foi parar o meu bom senso? / Em que cidade perdida foi passear, / Deixando-me nessa dor à qual não pertenço, / Nesse desespero no qual não é meu lugar?”

“Para que serve o romantismo / Só para fazermos à amada serenatas / Só para ela nos jogar num abismo / Disfarçado atrás de lindas cascatas?”

“Aquelas noites de rimas tão vivas / Recolhidas de uma taça de vinho / Seguidas de madrugadas lascivas / Lembrarei até o fim do caminho”

“Esqueci tudo sobre você / Que algum dia eu já soube, / E até hoje não sei bem porque / Você em minha vida não coube.“

“O que é esse fogo amaldiçoado / Que surge quando te vejo, / E que nos olhos se esconde? / O que é esse imenso desejo / E esse palpitar exagerado / Que me vem não sei de onde?”

“Ouvi nitidamente a sua doce voz, / Sussurrando em meus ouvidos, / Ter saudade do que havia entre nós, / Daquele amor que inebriava os sentidos!“

“Mas talvez precise recorrer à magia, / Que te trouxe e depois te levou, / Deixando-me a sós com a noite fria, / Para matar a saudade doída que me sobrou.“

“Nesse teu olhar imenso viajo / Entre extremos do Universo / E por tuas reações me encorajo / A escrever para ti mais um verso”

“Reli cada uma daquelas cartas de amor, / E cada uma delas para mim foi um baque, / Pois em cada página colocaras uma flor, / E os trechos mais lindos estavam em destaque...”

Características
ISBN 9781982901547
Número de páginas 108
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
MARCOS AVELINO MARTINS

BIOGRAFIA

Engenheiro Eletricista pela Universidade de Brasília por formação, Analista de Sistemas por opção, poeta por destino, casado, 2 filhos e 1 neto, apreciador de boa música, cinema, literatura, HQs, seriados e amigos (não necessariamente nesta ordem).

Escreve desde os 17 anos, inicialmente letras de músicas, alguns contos avulsos, poemas esparsos, e de alguns anos para cá, com uma produção intensa, já com 87 livros publicados, sendo 86 deles pelo Clube de Autores e pela Amazon, e 1 da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO.

LIVROS PUBLICADOS:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

11. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO

39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA

40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas)

41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA

42. OLYMPUS: LIVRO I - EROS (3ª PARTE)

43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS

44. OLYMPUS: LIVRO III - APHRODITE, APOLLO, GAIA, HERA E ZEUS

45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU?

46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA

47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI?

48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR

49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR

50. OLYMPUS: LIVRO IV - PANTHEON

51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE?

52. UM VERSO SUICIDA

53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

55. EROTIQUE 5

56. O LADO NEGRO DA POESIA

57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO

58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

60. OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

61. POETICAMENTE TEU (da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO)

62. AQUELA NOITE DO ADEUS

63. PASSOS QUE SE AFASTAM NA NOITE

64. FRAGMENTOS DE UM SONHO QUE PASSOU

65. OLYMPUS: LIVRO VI – PARTHENON

66. PASSAGEM PARA A SAUDADE

67. A PORTA DA SOLIDÃO

68. NUNCA MAIS TEUS BEIJOS

69. EROTIQUE 6

70. CIRANDA POÉTICA

71. AS HISTÓRIAS QUE NÃO TE CONTEI

72. A ÚLTIMA VEZ EM QUE TE AMEI

73. ESSA AUSÊNCIA QUE ME DEVORA

74. A NOITE IMENSA SEM ELA

75. OLYMPUS: LIVRO VII – ACROPOLIS

76. PORÕES E NAUFRÁGIOS

77. UM TROVADOR NO SÉCULO XXI

78. RESQUÍCIOS DE UM SORRISO TEU

79. CRONOS ENLOUQUECEU!

80. OLYMPUS: LIVRO VIII - MUSAS E MEDUSAS

81. SOMBRAS QUE RESTARAM DE NÓS

82. EROTIQUE 7

83. A CAIXA DE TINTAS DE DEUS

84. PONTES PARA LUGAR NENHUM

85. VELAS SOLTAS AOS VENTOS SOLARES

86. HISTÓRIAS QUE A NOITE NOS TRAZ

87. VESTÍGIOS DE UM FOGO QUE SE APAGOU

88. ARTÍFICE DE VERSOS

89. O TEMPO, ESSE CARRASCO

Participante das antologias:

• “Declame para Drummond 2012” (2012), com o poema “Máscaras”;

• Antologia 2015 – Literatura Goyaz” (2015), com os poemas “Os oceanos entre nós” e “Morpheus”;

• “Desafio” (2016), com os poemas “Finito”,”De solidão e de sonhos” e “Olhar”;

• “Dez Poetas e Eu – Vol. 3” (2016), com os poemas “Átimo”, “Diário”, “Julgamento”, “Roleta russa”, “Buracos negros”, “Paronímia”, “As últimas gotas de orvalho”, “Repositório”, “Simplesmente você” e “Quando eu te conheci”; e

• “Raiz da Poesia” (2017), antologia internacional entre países de língua portuguesa, com os poemas “Os segredos que escondes no olhar”, “Borboleta”, “Autópsia”, “La nuit”, “O tio da suspeita”, “Aldebaran” e “Os sons do silêncio”.

Página no site “Templo de Delfos”, relicário da Literatura:

http://www.elfikurten.com.br/2016/08/marcos-avelino-martins.html

Contato: cygnusinfo@gmail.com

Celular: (62) 99971-9306

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 45,63
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 67,28
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 46,24
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 45,32
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 45,50
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 67,27
Ebook
R$ 23,03
Impresso
R$ 45,36
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 45,09
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 45,72
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 57,77
Ebook
R$ 23,03
Impresso
R$ 55,30
Ebook
R$ 19,80
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,20
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 42,63
Ebook
R$ 15,50
Impresso
R$ 65,26
Ebook
R$ 46,71
Impresso
R$ 43,69
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 48,03
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 43,70
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 35,61
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 34,22
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 41,79
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 44,68
Ebook
R$ 23,99
Impresso
R$ 38,45
Ebook
R$ 14,42
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários