O suicídio indígena, desespero e genocídio
Código do livro: 355724
Categorias
Drama, Não Ficção, Natureza, Conservação Ambiental e Proteção, Religioso E Ritualístico, Vida Selvagem
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 111 vezes desde 23/01/2021
Versão
impressa
R$ 37,68
Valor total:
R$ 37,68
Versão
ebook
R$ 16,58
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 37,68
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A força do índio está na aldeia, no coletivo, por isso quando o branco vem oferecendo dinheiro ou presentes para alguns jovens indígenas em troca de madeira e minérios o sistema indígena da tribo começa a desmoronar e o genocídio começa.

Primeiro o branco vem em tom amigável, mas quando os chefes da aldeia repreendem o índio que aceitou os presentes de grego de branco e começam a tentar bloquear a infiltração de madeireiros e garimpeiros o choque acontece, verdadeiros massacres ocultados ou minimizados pelo poder público. Isso ocorre há 500 anos, nossa história não é bonita como nos ensinam nas escolas, aquilo é tudo balela, nossa história é uma história de massacre indígena e de desrespeito as culturas das minorias.

Hoje que a floresta está reduzida o massacre aumentou, o genocídio se faz presente em toda parte. A maior parte da matança ocorre pelas doenças que o branco leva para a aldeia em tom amigável.

A pandemia do coronavírus é o golpe final sobre o povo indígena, pois os invasores das aldeias indígenas levaram esta praga e muitos estão morrendo.

Na verdade os brancos não invadem a aldeia em si e sim seu entorno rico em florestas e minas, mas no trânsito ocorre o contato e o contágio.

O suicídio indígena já vem ceifando milhares e agora a pandemia vem fazendo seu trabalho também.

O índio desesperado vê sua saída do lado de lá, do lado dos mortos, por isso o suicídio está ocorrendo em larga escala.

O suicídio junto com a pandemia está ameaçando os nossos últimos guerreiros indígenas.

No lugar do índio as matas ficarão vazias, o que restará delas, pois no lugar vazio que o branco deixou também não haverá aves e animais, pois a mata vive em equilíbrio, é o índio que preserva e sem ele tudo se converte em deserto verde, isso quando o verde não der lugar a charcos e plantações de soja e gado...

O progresso feito com sangue indígena não é progresso, é retrocesso.

Características
ISBN 978-10-053-9628-2
Número de páginas 154
Edição 1 (2021)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Eliel Roshveder

Escrevi antologias de poesias e contos e tenho publicado ebooks na net na Amazon e outras empresas, e agora resolvi publicar no clube dos autores.

Tenho um grupo no face que estuda mistérios e conspirações.

https://www.facebook.com/groups/128568293845490/

Gosto da cabala e da meditação.

Também estudo ufologia, tendo sido contatado e abduzido.

Minha vida é ligada a mundos paralelos e dimensões.

Estudo profecias, mistérios e conspirações, Apocalipse e mudanças no planeta.

A terra caminha para um momento importante.

O Apocalipse é real e está perto.

Conheça minhas obras e vão gostar.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 42,88
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 32,98
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 49,19
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 37,43
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 39,30
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 35,29
Ebook
R$ 18,73
Impresso
R$ 36,07
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 32,23
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 32,28
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 37,64
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 32,98
Ebook
R$ 16,58
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários