Original
Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro PASSOS QUE SE AFASTAM NA NOITE

POEMAS

Por: MARCOS AVELINO MARTINS Denunciar

Ajaxloader
de
R$ 42,46
por
R$ 37,91
por
R$ 17,22

Sinopse

63º livro do autor dos seguintes livros, todos eles publicados no Clube de Autores e na Amazon (exceto "POETICAMENTE TEU"), em versão impressa e digital:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

11. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA PARECIDA”)

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NÃO TERMINOU NUNCA MAIS

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO

39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA

40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas)

41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA

42. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (3ª PARTE)

43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS

44. OLYMPUS: LIVRO III – APHRODITE, APOLLO, EREBUS, GAIA, HERA E ZEUS

45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU?

46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA

47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI?

48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR

49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR

50. OLYMPUS: LIVRO IV – PANTHEON

51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE?

52. UM VERSO SUICIDA

53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

55. EROTIQUE 5

56. O LADO NEGRO DA POESIA

57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO

58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

60. OLYMPUS: LIVRO V – THESSALIA

61. AQUELA NOITE DO ADEUS

62. POETICAMENTE TEU

Alguns trechos:

“E ainda me dói o açoite / Que por suas palavras me atingiu, / Naquela estúpida noite / Que de negro minha vida tingiu...”

“Sabe, descobri que o amor, / Como toda cálida flor, / Tem um aroma que inebria, / Um perfume de Poesia!”

“E ficou essa lembrança trágica / Dessa paixão que ainda é mágica, / Como um fantasma que só queria viver, / Um triste defunto que se recusa a morrer!”

“Mas me escondi atrás de um disfarce, / E nem te mostrei os versos que para ti escrevi, / E, numa verdadeira catarse, / Desnudarei o que me vai por dentro, / Mostrando-lhe o meu poema mais revelador, / Onde você está bem no centro / De minha mais linda história de amor...”

“E meu velho violão solitário me olha, / Em seu canto, desolado e mudo, / Lamentando o pranto que meu rosto molha, / Pois ela se foi, e isto é tudo...”

“Olhe-se no espelho, e note o sentido, / Ao ver dessa forma nele refletido / Esse seu rosto, como sempre, irado, / Ao ver que achou o verdadeiro culpado!”

“Foi o tempo, esse devorador de paixões, / Que para tão longe de mim a levou, / Deixando-me com esse memorial de ilusões, / Pois nunca mais você voltou...”

“Ser poeta é cultivar a arte / De se tornar ausente / Mesmo estando presente / Pois a Poesia está por toda parte / E de repente o convida / Sem qualquer motivo aparente / A tecer doces loas à vida”

“Preciso descobrir em algum instante, / Nessas dobras do Tempo que te levaram, / Por que tanto amor não foi o bastante, / Deixando essas reminiscências que nunca cessaram!”

“O inverno gelado chegou / Com inacreditáveis tempestades / E depois que meu sangue congelou / Tudo o que restou foram saudades”

“Já nos dissemos adeus tantas vezes, / Que já virou até uma rotina! / Dizemos adeus quase todos os meses, / Mas mal dura até virar a esquina!”

“Goiânia é uma cidade diferente, / De brisas frescas e árvores abundantes, / Onde o inverno é a estação mais quente, / De noites secas e dias abrasantes!”

“Que sua mesa seja farta, / E sua alegria perdure, / Que seu amor nunca parta, / E não haja dor que o tempo não cure.”

“E, quando se vê, já se está velho demais, / A vida passou na janela, e você nem viu, / Já é muito tarde, o amor não virá nunca mais, / O último vagão do trem da vida já partiu...”

“- Eu te amo! / - Mas eu morri! / - Mas não consigo aceitar. / - Você precisa. Esqueça-se de mim. / - Mas como? / - Sei lá. Arranje outra pessoa. Fica mais fácil! / - Ninguém olha para mim como você olhava no início do namoro!”

“Mas de mês em quando me sufocas, / Com essa bacia de querer me controlar, / E por isto, algumas bigas provocas, / Por não saberes qual é o teu plugar!”

“Conto-lhe histórias de minha lavra, / Lindas aventuras de puro encantamento, / Mas você não ouve nenhuma palavra, / Perdida nas entranhas de seu tormento.”

“As árvores no outono perdem as folhas, / Enquanto me arrependo de minhas escolhas, / Por amar quem nem nota que existo, / Mas mesmo assim eu ainda insisto!”

“Mas o amor insiste / Em viver mesmo submerso / Buscando lugar onde não cabe / Aparecendo em algum triste verso / Até que um dia desabe / E desista de tentar sobreviver / Onde não há sombra nem água / Num deserto que tudo faz arder”

“As forças do Universo conspiram / Contra essa tua bobagem, / Pois, enquanto mundos giram, / O que te falta é coragem...”

“A pobre pitonisa / Compadeceu-se de minha desdita, / Cuja causa lhe pareceu imprecisa, / E para acabar com essa coisa maldita, / Jurou que você é a cura,”

“E, enquanto tuas unhas minhas costas rabiscam, / Eu me beliscarei para confirmar que não é um sonho, / E que tu não és mais uma fantasia, mas de verdade, / E, se fugiste do Paraíso, como agora suponho, / Guiarás meus passos, rumo à tua eternidade...”

“Pensam que é amor um simples tesão, / Julgam que a vida lhes dará posse / De alguém que lhes declare paixão... / Talvez sofram de ejaculação precoce, / Mesmo que seja apenas mental,”

“Sei que não tenho como lhe agradecer / Por me amar muito mais do que mereço, / E sobre minha escuridão estender sua luz, / Mas dedicarei o resto da vida a lhe dizer, / Mesmo não podendo retribuir o seu apreço, / Que louvarei para sempre seu doce nome: Jesus!”

“Sendo assim, estou fora desse teu jogo, / Bem que eu queria de tua vida fazer parte, / Mas já me cansei de brincar assim com fogo, / Mesmo que sejas essa verdadeira obra de arte!”

“Fui contem ao cinema, / Assistir a um filme dos Xingadores, / Grupo de heróis liderados pelo Homem de Berro, / Secundado por Thor, o Deus do Escovão, / Pelo gigante verde, o Incrível Truque, / Pelo adolescente Homem Piranha, / A ex-espiã russa Chuva Negra,”

“Mas, com desdém em seu rosto tão bonito, / Enquanto eu encarava seus olhos pretos, / Ela me disse que seu forte era Astronomia, / E por causa disto, com certeza sabia / Que nossas paralelas só se encontrariam no infinito!”

“Ressurgi das cinzas onde aquele fogo ardia, / Mais maltratado do que a Floresta Amazônica, / Joguei fora cada objeto que lhe pertencia, / Embriaguei-me num sábado com gim tônica,”

“Mas não sou nada disto, / Muito pelo contrário, / Sou apenas um poeta incauto, / Mas você me pegou para Cristo, / E me riscou até de teu calendário, / Como se eu fosse do inferno um arauto!”

“Pois abriste a porta de teus luares / Para se mesclarem com o meu olhar, / Mas não abriste o porto de teus mares, / Para que eu pudesse neles mergulhar, / E aquele fogo que então ardia / Pouco a pouco se apagou, / E aquela tão linda fantasia / No cemitério dos sonhos se enterrou...”

“Metade de mim te ama, / E a outra metade também! / Um terço de mim te chama / Para seres para sempre o meu bem, / E um quarto de mim deseja / Te levar para um erótico quarto”

“Conto histórias que invento, / Sopradas pelo vento, / Ou em minha mente enxertadas, / Talvez na memória implantadas, / Mas nunca foram minhas, / Apenas aparecem sozinhas, / Revelando-me sutis segredos / Que saem da ponta de meus dedos,”

“A tua ausência me comprime o peito, / Faz de conta que vai embora, mas fica, / Está sempre presente quando me deito, / Nessa insistência que não se explica.”

“Mas confesso que será um tormento / Ficar longe de ti por toda a eternidade, / Atormentado e oprimido em cada momento / Por esse torniquete que chamam saudade...”

“Capriche no olhar cheio de indecência / E surpreenda-me com a delícia de tua voz / A confessar que ansiavas por isto há anos / Mirando bem no fundo de meu surpreso olhar / Ao ver que encontraste teu pouso aqui no lugar / Onde se mesclaram nossos outrora solitários oceanos”

“Não reconheço esse rosto cansado / Que através do espelho me fita, / Será algum avatar de mim? / O que lhe terá provocado / Essa tristeza infinita, / Para parecer infeliz assim?”

“Pois você tem esse dom raro / De afastar pensamentos terríveis / E tudo que me tornava tristonho / E em seu ouvido então me declaro / Recitando-lhe versos incríveis / Pois você é tão linda como um sonho”

“Em teus braços eu me abriguei / Das tempestades que sobre mim desabavam, / E nesse doce abrigo encontrei / Cura para as doenças que nunca saravam.”

“Apostei, já sabendo que perderia! / Como vencer aquela aposta iludida, / Pois, se te amo, como poderia, / Te esquecer pelo resto da vida?”

“E vamos nós dois assim, / Cumprindo a nossa sina, / Curtindo-nos aos poucos, / Em cada fantasia, em cada tara, / Nesse desejo sem fim / E nessa febre que nos alucina, / Amando-nos como loucos, /

Enquanto o relógio não nos separa...”

“Sonhei contigo esta noite, / E no sonho eu te beijei! / Que sonho estranho / E sem qualquer sentido, / Pois eu nem te amo, / Ou será que amo e nem sei?”

“O teu olhar fulminante a me seduzir / Disse-me tudo o que eu queria ouvir / Num único momento eu soube / Que o amor que usava nunca me coube”

“Os dias passam, sem deixarem vestígios, / Um atrás do outro, em sucessão litúrgica, / Minhas tristezas são verdadeiros prodígios, / Que se sucedem, com precisão cirúrgica!”

“Nunca mais quero sair do teu lado, / Pois onde encontraria alguém tão completa? / Confesso sem pudor que afinal fui fisgado, / Numa paixão eterna entre uma musa e um poeta...”

“Pelo mundo se espalham ditaduras sanguinárias, / Subjugando povos cada vez mais famélicos, / E multidões de seres, com liberdades imaginárias, / Em vez de alimentos, só veem equipamentos bélicos!”

“Ora, pois! / A vida não nos leva a lugar nenhum, / Onde éramos dois, / Agora só resta um, / Alquebrado, / Partido, / Derrotado, / Perdido,”

“E então, as lágrimas descem em rios, / Que encharcam os sonhos perdidos, / E ao secarem, deixam rastros sombrios / E corações outra vez desiludidos,”

“Todas as vezes em que você me fita / Com essa paixão no olhar impressa, / Sinto na alma que a Poesia é infinita, / E o amor que lhe dou, a mim regressa...”

“Perdoe a urgência de minha carne fraca, / E a emergência de meu sangue rubro, / Pois a sua visão o meu desejo não aplaca, / Quando com emoção o seu corpo descubro!”

“You and I were born to live together / Without you my life would be so dark / Your presence make me better / And my laughter has your mark”

Categorias: Poesia, Literatura Nacional, Entretenimento
Palavras-chave: erotismo, fantasia, ficção, lirismo, poemas, poesia, romantismo

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 88

Edição: 1(2019)

Formato: A5 (148x210)

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Couche 90g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
MARCOS AVELINO MARTINS

BIOGRAFIA

Engenheiro Eletricista pela Universidade de Brasília por formação, Analista de Sistemas por opção, poeta por destino, casado, 2 filhos e 1 neto, apreciador de boa música, cinema, literatura, HQs, seriados e amigos (não necessariamente nesta ordem).

Escreve desde os 17 anos, inicialmente letras de músicas, alguns contos avulsos, poemas esparsos, e de alguns anos para cá, com uma produção intensa, já com 50 livros publicados, pelo Clube de Autores e pela Amazon.

LIVROS PUBLICADOS:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

11. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO

39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA

40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas)

41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA

42. OLYMPUS: LIVRO I - EROS (3ª PARTE)

43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS

44. OLYMPUS: LIVRO III - APHRODITE, APOLLO, GAIA, HERA E ZEUS

45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU?

46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA

47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI?

48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR

49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR

50. OLYMPUS: LIVRO IV - PANTHEON

51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE?

52. UM VERSO SUICIDA

53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

55. EROTIQUE 5

56. O LADO NEGRO DA POESIA

57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO

58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

60. OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

Participante das antologias:

• “Declame para Drummond 2012” (2012), com o poema “Máscaras”;

• Antologia 2015 – Literatura Goyaz” (2015), com os poemas “Os oceanos entre nós” e “Morpheus”;

• “Desafio” (2016), com os poemas “Finito”,”De solidão e de sonhos” e “Olhar”;

• “Dez Poetas e Eu – Vol. 3” (2016), com os poemas “Átimo”, “Diário”, “Julgamento”, “Roleta russa”, “Buracos negros”, “Paronímia”, “As últimas gotas de orvalho”, “Repositório”, “Simplesmente você” e “Quando eu te conheci”; e

• “Raiz da Poesia” (2017), antologia internacional entre países de língua portuguesa, com os poemas “Os segredos que escondes no olhar”, “Borboleta”, “Autópsia”, “La nuit”, “O tio da suspeita”, “Aldebaran” e “Os sons do silêncio”.

Página no site “Templo de Delfos”, relicário da Literatura:

http://www.elfikurten.com.br/2016/08/marcos-avelino-martins.html

Contato: [email protected]

Celular: (62) 99971-9306


Mais publicações desse autor

AQUELA NOITE DO ADEUS

AQUELA NOITE DO ADEUS

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 42.78
R$ 38,23 Impresso
R$ 17,22 Ebook
OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 64.69
R$ 60,14 Impresso
R$ 20,45 Ebook
RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 42.6
R$ 38,05 Impresso
R$ 17,22 Ebook
APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 42.91
R$ 38,37 Impresso
R$ 17,22 Ebook
PÁSSARO APEDREJADO

PÁSSARO APEDREJADO

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 41.9
R$ 37,35 Impresso
R$ 17,22 Ebook
ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 41.98
R$ 37,43 Impresso
R$ 24,75 Ebook
ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 42.37
R$ 37,82 Impresso
R$ 17,22 Ebook
A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 43.53
R$ 38,98 Impresso
R$ 17,22 Ebook
OLYMPUS LIVRO III

OLYMPUS LIVRO III

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 63.17
R$ 58,62 Impresso
R$ 11,84 Ebook
UM OLHAR VINDO DO INFINITO

UM OLHAR VINDO DO INFINITO

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 42.69
R$ 38,14 Impresso
R$ 17,22 Ebook
EROTIQUE 5

EROTIQUE 5

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 43.0
R$ 38,46 Impresso
R$ 17,22 Ebook
O LADO NEGRO DA POESIA

O LADO NEGRO DA POESIA

MARCOS AVELINO MARTINS
de R$ 48.57
R$ 44,02 Impresso
R$ 20,45 Ebook

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Gostaria de parabenizar a equipe do Clube de Autores pelo excelente trabalho de acabamento e impressão de meu primeiro livro. Estou muito satisfeito e espero em breve continuar contando com os serviços desta versátil e revolucionária plataforma de autopublicação. O meu muito obrigado a todos!"

Darivan Castro

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700