Sou Adicto
Um ser infantil vivendo dificuldade na vida adulta.
Categorias
Autoajuda, Abuso De Substâncias E Vícios, Espiritual
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5937 vezes desde 12/02/2014
Versão
impressa
R$ 30,69
Valor total:
R$ 30,69
Versão
ebook
R$ 12,92
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 30,69
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Este livro foi desenvolvido, através da pesquisa de observação, da experiência nos grupos de apoio, das literaturas sobre dependência psicoativas, nas Escrituras Sagradas, na Organização Mundial da Saúde, na própria trajetória de vida, na vivência dos companheiros em recuperação e naqueles que ainda sofrem nos becos, bares e hospitais, afastados de um caminho da verdade, da justiça, da cidadania, dos direitos humanos, longe de suas próprias vidas.

Características
Número de páginas 47
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Cleber Antonello

Cleber Antonello, até 2014 tem 24 títulos em composição e 13 deles concluído. Começa a escrever para divertir-se e logo torna-se um hábito. "Os dons tem que se desenvolver" é o que ouve e crê. E hoje com sua coletânea literária da qual se alegra e se confessa satisfeito, pelas obras realizadas e que faz-se eterno, pelo tempo, pelos amantes das palavras, pelos revolucionários, por todos que apoiam os escritores.

Flash Bibliográfico

Cleber Antonello, nasceu em 03/12/1978, natural de São Bernardo do Campo, paulistano, mudou-se para a cidade de São Paulo, no Bairro de São João Clímaco, Zona Sul aos 8 anos de idade, onde estudou na escola estadual Ataliba de Oliveira, onde mais tarde, aos 11 anos, já esboça seu primeiro escrito, a parte dos deveres e tarefas educacionais, aos 14 anos, já estava com hábito de escrever, desenhar e pintar. A criação faz parte de sua vida.

Entre idas e vindas numa vida turbulenta e aventureira, sua adolescência foi marcado com movimento hip-hop e rock in roll, despontando o lado poético de ser e viver.

Foi profissional de Recursos Humanos aos 16 anos, aos 24 trabalha com publicidade e vendas, aos nesse tempo trabalha com ONGs, aos 33 entra na política governamental.

Referências e inspirações: Manuel Bandeira, Fernando Sabino, Pablo Neruda, Karl Marx, Jim Morrison, Renato Russo, Raul Seixas e Edgar Scandurra. E a maior das referências de todas foi à própria Bíblia, que é fascinante e sobrenatural.

Cleber Antonello estuda comunicação, gosta de artes plásticas, audiovisual, música, xadrez, futebol, basquetebol, responsabilidade social, política, militância ativista e sustentabilidade. Tem um empreendimento Antonello Cultural e Artes (MEI), onde desenvolve projetos via renúncia fiscal.

Cronologia literária

1989 – Escreve seu primeiro texto “Rap de São João Clímaco”, (11 anos), impulsionado pelo movimento hip-hop, ao qual fez parte até 1992, na estação São Bento.

1994 – Surge “Original Gangster” grupo de hip-hop, ao qual fundou, evoluindo o primeiro grupo “Os encucados”, tocando em bailes e nas ruas, surgindo músicas e poesias como “Guerras nas ruas”, “A tanto envolvimento que a sociedade virou mecânica”, “Bala de Prata”.

1996 – Escreve seu primeiro Rock in Roll chamado “Legião do Mal”, em meio a outros textos e artes, nesse período, nessa década, denominava suas artes como “Noventinos”.

1999 – Surge a banda “Apocalipse Now”, com músicas e poemas performáticos, blues, rock in rol e funk-metal, nasci o título Realidade dos Sonhos, que vem sendo desenvolvido.

2004 – Lança independentemente “Marlene um amor ao mar”, romance infanto-juvenil, participa de concursos de poesias, de algumas antologias, e é convidado na 18ª Bienal do Livro em São Paulo, como Autor.

2007 - Fundação da Organização Social IAV - Social, Cultural e Desporte, onde desenvolve habilidades socioeducativas, sustentáveis e ecológicas, criando braços como Rede Mundial das Vidas.

2009 – Surge P21 “Poetas do Século 21”, futuro selo editorial, ideia de reunir escritores e pensadores exclusos do mercado literário. Nesse tempo surgem alguns roteiros de filmes entre peças teatrais.

2011 – Casa-se com Leh Antonello, mudando-se para Avaré. Liderando uma ONG de Inclusão Social, e entrando no mercado publicitário avareense. Faz TV, Rádio e Jornal.

2012 – Entra na política governamental, desenvolvendo política de microempreendedor individual.

2013 – Monta seu Ateliê para produzir artes plásticas, do qual surgem poesias para as telas, e desenvolve a Antonello Cultural para desenvolver projetos culturais via renúncia fiscal (Lei Rouanet), trabalha na Câmara Legislativa de Avaré, como assessor, onde desenvolve proposituras, preside um conselho municipal e participa do centro literário de Avaré.

2014 – É o ponto de decisão para publicar de forma independente suas obras. Publicado dia 16 de janeiro a história infantojuvenil para todas as idades: Mariana Um Amor ao Mar e trabalha na Antologia Poética Volume 1.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 30,61
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 36,35
Ebook
R$ 20,45
Impresso
R$ 34,16
Ebook
R$ 24,75
Comentários
0 comentários