UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO

Por MARCOS AVELINO MARTINS

Código do livro: 628194

Categorias

Poesia, Literatura Nacional, Entretenimento

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 272 vezes desde 29/12/2023
Versão
impressa
R$ 52,29
Valor total:
R$ 52,29
Versão
ebook
R$ 27,01
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 52,29
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

Descubra o mistério do amor em "UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO", o 141º livro do renomado autor das séries "OLYMPUS" e "EROTIQUE".

Em uma noite sem estrelas, onde a escuridão é o cenário para um espectro perdido, mergulhe em poesias que ecoam emoções profundas e encontros ardentes. O autor, conhecido por suas séries envolventes, nos leva a um novo mundo poético, explorando as complexidades do amor, paixão e desilusões.

"Vago pela noite sem estrelas,

Náufrago distante do mar,

Um espectro perdido na escuridão, a sonhar..."

A jornada poética deste livro transcende o convencional, mergulhando nas profundezas dos relacionamentos, desde beijos sem pressa até encontros explosivos entre corpos que se entrelaçam, numa dança íntima que desafia o tempo.

"E às vezes até choras,

Durante beijos sem pressa,

De pura entrega,

Enquanto à nossa volta gira o mundo..."

A narrativa romântica se desdobra em eventos inesperados, onde olhares tornam-se explosivos e promessas são feitas durante festas vibrantes. Desperte para a descoberta do amor além das muralhas virtuais, numa história onde cada detalhe é meticulosamente explorado.

"Mas de repente, durante uma festa num sábado,

Todas as minhas muralhas ruíram,

E no seu olhar insinuante,

Subitamente descobri

Que queria me aventurar

Além das muralhas virtuais que construíra..."

O autor nos leva por um turbilhão de emoções, desde promessas não cumpridas até a busca incessante pela cura da solidão. Cada palavra é uma expressão visceral de sentimentos, revelando o desabrochar de um poeta em busca da própria essência.

"Quanto partiste, fiz a mim mesmo uma promessa,

Mas até hoje ela jamais foi cumprida,

Será por isto que ando meio doente,

Meu corpo se rebelou, e acabei virando poeta?"

Em um convite ao erótico e ao misterioso, o autor descreve encontros apaixonados, explorando os limites do desejo e da entrega. Sonhos e realidade se entrelaçam, desafiando a compreensão e elevando a experiência do leitor.

"Sonhos são artimanhas que usamos

Para seduzir as pessoas que amamos,

E nessas histórias eróticas que a noite tece,

Realizam todos os nossos maiores desejos..."

"UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO" é uma jornada poética que vai além dos limites da imaginação, mergulhando nas complexidades do amor e da vida. Não perca a oportunidade de explorar cada verso deste livro emocionante, onde a paixão é palpável e a emoção é eterna.

Descubra o encanto das palavras e a profundidade do sentimento em "UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO", onde o amor é uma jornada que transcende as palavras e ecoa em cada página deste livro extraordinário.

Alguns trechos deste livro:

“Vago pela noite sem estrelas,

Náufrago distante do mar,

Olho para as luzes da cidade, sem vê-las,

Um espectro perdido na escuridão, a sonhar...”

“E às vezes até choras,

Durante beijos sem pressa,

De pura entrega,

Línguas entrelaçadas,

E teu corpo no meu se esfrega,

Nessas horas encantadas,

Tão sofregamente ligados,

No que parece durar só um segundo,

Intimamente conectados,

Enquanto à nossa volta gira o mundo...”

“Enquanto isto, sempre que nos encontramos,

Faço de conta que não noto seus olhares,

Cada vez ainda mais explosivos,

Pois as mesmas rodas de amigos frequentamos,

E sempre me convida a atracar em seus mares,

E depois, não passar de um verbete em seus arquivos!”

“Mas de repente, durante uma festa num sábado,

Todas as minhas muralhas ruíram,

As paredes ao meu redor desabaram,

Num instante, quando eu conheci você,

E no seu olhar insinuante,

Claramente aberto a novos rumos,

Subitamente descobri

Que queria me aventurar

Além das muralhas virtuais que construíra,

Pois olhares daquele jeito são irrecusáveis,

Ainda mais em alguém tão perfeita,

Que veste o meu número!”

“E quando despertarmos de nossos delírios,

Vou decorar de você cada milímetro,

E memorizar seus verdadeiros colírios,

Explorando com a boca cada centímetro,

Até que você afinal se renda,

E implore para que eu pare,

E você será minha mais delicada prenda,

Mesmo depois que a manhã nos separe...”

“Quanto partiste, fiz a mim mesmo uma promessa,

Mas até hoje ela jamais foi cumprida,

Por que me meto a fazer juras como essa,

De tentar te esquecer, até o fim desta vida?

Esmurro facas afiadas na mente,

E de cicatrizes minha alma está repleta,

Será por isto que ando meio doente,

Meu corpo se rebelou, e acabei virando poeta?”

“Sua mensagem subliminar não mais capto,

De tanto levar foras, tenho desvio de septo,

E por causa disso, cheiro óleo de eucalipto.

Como você não me quis, pela solidão eu opto,

E saí então da sua vida, de modo abrupto!”

“Sonhos são artimanhas que usamos

Para seduzir as pessoas que amamos,

Como se barreiras entre nós não houvesse,

E nessas histórias eróticas que a noite tece,

Realizam todos os nossos maiores desejos,

Mas no dia seguinte, deles temos apenas lampejos,

Pois os melhores sonhos são voláteis,”

“Muitas de minhas memórias

Não passam de borrões,

E talvez assim seja melhor,

Para não me lembrar de antigas histórias

E de mal sepultadas paixões,

Que deixaram os rastros de nosso suor

Em macios lençóis de cetim,

Em tantas noites enluaradas,”

“Eu me deixei guiar pela saudade,

Que nunca foi uma boa conselheira,

E voltei a lhe telefonar,

Para saber como você estava,

E, pelos soluços que ouvi na linha,

Não estava melhor do que eu...”

“Por que você meus sinais não capta

E da arte do Kama Sutra vira adepta,

Em vez de ficar oculta numa cripta,

Por que ficar junto comigo não opta,

Para fazermos amor de forma ininterrupta?”

“O amor que sinto por você

É em nível molecular,

E está espalhado

Pelas células de meu corpo,

Que pulsam por você,

Fervem por você,

Enquanto eu viver...”

“Existe um outro plano de existência,

Muito além de nossa compreensão,

Em formas que não podemos entender,

E apenas tentamos imaginar como seja,

Mesmo sendo muito além da imaginação,

Onde existem seres muito mais evoluídos,

Aos quais apelidamos de anjos,

Alguns dos quais vivem entre nós,

Discretamente escondidos,

Circulando disfarçados entre os humanos,

E que dão aos seres que chamam por aí de poetas

Lindas asas para, em seus sonhos, livres voarem...”

“As migalhas

Que espalhas

No caminho

Sem carinho

São só restos

Bem funestos

De um sonho”

“Quase tive um colapso,

Quando te vi quase nua,

Eu, que era quase relapso,

Passei a ver estrelas na Lua,

Comecei a andar na contramão.

De tanto que ficara distraído,

Acertado pela flecha embebida em paixão,

Desferida pelo próprio Cupido!”

“Meus neurônios fogem em massa

Para o cemitério onde se escondem

E a tentativa de retê-los fracassa,

Pois, depois de fugir, não me respondem!”

Características

ISBN 9798873363384
Número de páginas 98
Edição 1 (2024)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Couche 90g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor

MARCOS AVELINO MARTINS

BIOGRAFIA

Engenheiro Eletricista pela Universidade de Brasília por formação, Analista de Sistemas por opção, poeta por destino, casado, 2 filhos e 1 neto, apreciador de boa música, cinema, literatura, HQs, seriados e amigos (não necessariamente nesta ordem).

Escreve desde os 17 anos, inicialmente letras de músicas, alguns contos avulsos, poemas esparsos, e de alguns anos para cá, com uma produção intensa, com mais de 140 livros publicados, todos eles pelo Clube de Autores e pela Amazon, exceto "Poeticamente teu", da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO.

LIVROS PUBLICADOS:

1. OS OCEANOS ENTRE NÓS

2. PÁSSARO APEDREJADO

3. CABRÁLIA

4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI

5. SOB O OLHAR DE NETUNO

6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE

7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE

9. EROTIQUE

10. ATÉ QUE A ÚLTIMA ESTRELA SE APAGUE

11. NÃO ME LEMBREI DE ESQUECER DE VOCÊ

12. EROTIQUE 2

13. A CHUVA QUE A NOITE NÃO VIU

14. A IMENSIDÃO DE SUA AUSÊNCIA

15. SIMÉTRICAS

16. AS VEREDAS ONDE O MEU OLHAR SE PERDEU

17. A MAGIA QUE SE DESFEZ NA NOITE

18. QUAL É O SEGREDO PARA VIVER SEM VOCÊ?

19. OS TRAÇOS DE VOCÊ

20. STRADIVARIUS

21. OS SEGREDOS QUE ESCONDES NO OLHAR

22. ATÉ SECAREM AS ÚLTIMAS LÁGRIMAS

23. EROTIQUE 3

24. OS POEMAS QUE JAMAIS ESCREVI

25. TUA AUSÊNCIA, QUE ME DÓI TANTO

26. OS DRAGÕES QUE NOS SEPARAM

27. O VENTO QUE NA JANELA SOPRAVA

28. EROTIQUE 4

29. A NOITE QUE NUNCA MAIS TERMINOU

30. AS HORAS QUE FALTAM PARA TE VER

31. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (1ª PARTE)

32. OLYMPUS: LIVRO 1 – EROS (2ª PARTE)

33. NO AR RAREFEITO DAS MONTANHAS

34. VOCÊ SE FOI, MAS ESTÁ AQUI

35. O AMOR QUE SE FOI E NÃO VOLTOU

36. OS VÉUS DA NOITE

37. OLYMPUS: LIVRO II - ARES, ARTHEMIS, ATHENA, CHRONOS, HADES, MORPHEUS E POSEIDON

38. MADRUGADAS DE SEDUÇÃO

39. O LUAR QUE EM TEUS OLHOS HABITA

40. QUANDO SUA AUSÊNCIA ERA TUDO QUE HAVIA (contos e crônicas)

41. ESSA SAUDADE QUE NÃO QUER IR EMBORA

42. OLYMPUS: LIVRO I - EROS (3ª PARTE)

43. UM ÚLTIMO BEIJO EM PARIS

44. OLYMPUS: LIVRO III - APHRODITE, APOLLO, GAIA, HERA E ZEUS

45. DE QUAL SONHO MEU VOCÊ FUGIU?

46. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA

47. CADÊ O AMOR QUE ESTAVA AQUI?

48. OS RIOS QUE FOGEM DO MAR

49. ÚLTIMOS VERSOS PARA UM PERDIDO AMOR

50. OLYMPUS: LIVRO IV - PANTHEON

51. AH, POESIA, O QUE FIZESTE?

52. UM VERSO SUICIDA

53. ELA SE FOI, E NEM DEIXOU MENSAGEM

54. A NAVE QUE TE LEVOU PARA LONGE

55. EROTIQUE 5

56. O LADO NEGRO DA POESIA

57. UM OLHAR VINDO DO INFINITO

58. APENAS UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

59. RÉQUIEM PARA UM AMOR NAUFRAGADO

60. OLYMPUS: LIVRO V - THESSALIA

61. POETICAMENTE TEU (da Coleção Prosa e Verso 2019 da Prefeitura de Goiânia - GO)

62. AQUELA NOITE DO ADEUS

63. PASSOS QUE SE AFASTAM NA NOITE

64. FRAGMENTOS DE UM SONHO QUE PASSOU

65. OLYMPUS: LIVRO VI – PARTHENON

66. PASSAGEM PARA A SAUDADE

67. A PORTA DA SOLIDÃO

68. NUNCA MAIS TEUS BEIJOS

69. EROTIQUE 6

70. CIRANDA POÉTICA

71. AS HISTÓRIAS QUE NÃO TE CONTEI

72. A ÚLTIMA VEZ EM QUE TE AMEI

73. ESSA AUSÊNCIA QUE ME DEVORA

74. A NOITE IMENSA SEM ELA

75. OLYMPUS: LIVRO VII – ACROPOLIS

76. PORÕES E NAUFRÁGIOS

77. UM TROVADOR NO SÉCULO XXI

78. RESQUÍCIOS DE UM SORRISO TEU

79. CRONOS ENLOUQUECEU!

80. OLYMPUS: LIVRO VIII - MUSAS E MEDUSAS

81. SOMBRAS QUE RESTARAM DE NÓS

82. EROTIQUE 7

83. A CAIXA DE TINTAS DE DEUS

84. PONTES PARA LUGAR NENHUM

85. VELAS SOLTAS AOS VENTOS SOLARES

86. HISTÓRIAS QUE A NOITE NOS TRAZ

87. VESTÍGIOS DE UM FOGO QUE SE APAGOU

88. ARTÍFICE DE VERSOS

89. O TEMPO, ESSE CARRASCO

90. OLYMPUS: LIVRO IX - ESPARTA

91. ESSA SOMBRA EM TEU OLHAR

92. OS OLHOS MÁGICOS DA POESIA

93. VERSOS QUE JAMAIS ESQUECI

94. LÁGRIMAS PROSCRITAS

95. EROTIQUE 8

96. UMA HORA ANTES DO FIM

97. POR TRÁS DA MÁSCARA BRANCA

98. PER...VERSOS AO ANOITECER

99. SOB O OLHAR DE UM POETA

100. TODOS AQUELES VERSOS DE AMOR

101. ESTILHAÇOS DE POEMAS

102. OLYMPUS: LIVRO X - NINFAS

103. TODAS AS ESTAÇÕES DA ALMA

104. LEMBRANÇAS DE UM FUTURO DISTANTE

105. EROTIQUE 9

106. AO DOCE SOM DE UM BOLERO

107. NÁUFRAGOS NA NOITE SEM FIM

108. A FONTE DO LIRISMO

109. RETRATOS DO DESENCONTRO

110. OLYMPUS: LIVRO XI - CENTAUROS

111. MEMÓRIAS DE NUNCA

112. UM GRITO PRESO NA ALMA

113. NOS OLHOS DE UM POEMA

114. EROTIQUE 10

115. SOB O OLHAR DE UM POETA 2

116. EM ALGUMA OUTRA GALÁXIA

117. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE

118. AS LÁGRIMAS QUE NÃO SECARAM

119. VIAGEM AO FUNDO DO OLHAR

120. OLYMPUS: LIVRO XII - MARATHON

121. A QUESTÃO QUE NÃO SEI FORMULAR

122. MICRO UNI-VERSOS

123. AS LUAS QUE NO CÉU FLUTUAM

124. O DOCE UIVO DOS VENTOS

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (VOL. 2)

126. O DESTINO NÃO MANDA MENSAGEM

127. EROTIQUE 11

128. UM ADEUS COM HORA MARCADA

129. UM SONHO DO QUAL EU NÃO QUIS ACORDAR

130. OLYMPUS: LIVRO XIII - TEBAS

131. O PEDAÇO DE MIM QUE ROUBARAM

132. PERDIDO NAS DOBRAS DO TEMPO

133. ESSA INDECIFRÁVEL SOLIDÃO

134. UM INSTANTE ANTES DE NUNCA

135. AQUELA PALAVRA CHAMADA ADEUS

136. EROTIQUE 12

137. DESCONSTRUINDO MUROS DE ILUSÃO

138. EXCETO A NOITE 139. DIRETO AO CORAÇÃO

140. A SOLIDÃO QUE NUNCA SE ACABA

141. UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO

142. EROTIQUE 13

143. OLYMPUS: LIVRO XIV - ATENAS

144. HISTÓRIAS SURREAIS

145. SOB O OLHAR DE UM POETA 3

EDIÇÕES ESPECIAIS:

015. SIMÉTRICAS – 200 SONETOS (OU COISA PARECIDA) DE AMOR (OU COISA PARECIDA)

046. O LABIRINTO NO FIM DO POEMA (400 POEMAS PARA A JUVENTUDE)

056. O LADO NEGRO DA POESIA (150 POEMAS SOMBRIOS)

085. VELAS SOLTAS AOS VENTOS SOLARES (200 POEMAS ONDE O VENTO É PERSONAGEM)

099. SOB O OLHAR DE UM POETA (300 POEMAS SOBRE A POESIA - VOL. 1)

100. TODOS AQUELES VERSOS DE AMOR (400 POEMAS DE AMOR)

109. RETRATOS DO DESENCONTRO (200 POEMAS LONGOS SOBRE ENCONTROS E DESENCONTROS)

115. SOB O OLHAR DE UM POETA (300 POEMAS SOBRE A POESIA - VOL. 2)

117. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (200 POEMAS SOBRE SAUDADE - VOL. 1)

122. MICRO UNI-VERSOS (250 POEMAS CURTOS)

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE (200 POEMAS SOBRE SAUDADE - VOL. 2)

125. UM TORNIQUETE CHAMADO SAUDADE VOL. 2

135. AQUELA PALAVRA CHAMADA ADEUS (150 POEMAS SOBRE DESPEDIDAS)

139. DIRETO AO CORAÇÃO (150 POEMAS EMOCIONANTES)

140. A SOLIDÃO QUE NUNCA SE ACABA (150 POEMAS SOBRE SOLIDÃO)

141. UM ESPECTRO PERDIDO NA ESCURIDÃO

142. EROTIQUE 13

143. OLYMPUS: LIVRO XIV - ATENAS

144. HISTÓRIAS SURREAIS

145. SOB O OLHAR DE UM POETA 3

SÉRIES:

OLYMPUS - 15 VOLUMES (CADA UM COM 300 POEMAS)

EROTIQUE - 13 VOLUMES (CADA UM COM 50 POEMAS SENSUALMENTE LÍRICOS)

Participante das antologias:

• “Declame para Drummond 2012” (2012), com o poema “Máscaras”;

• Antologia 2015 – Literatura Goyaz” (2015), com os poemas “Os oceanos entre nós” e “Morpheus”;

• “Desafio” (2016), com os poemas “Finito”,”De solidão e de sonhos” e “Olhar”;

• “Dez Poetas e Eu – Vol. 3” (2016), com os poemas “Átimo”, “Diário”, “Julgamento”, “Roleta russa”, “Buracos negros”, “Paronímia”, “As últimas gotas de orvalho”, “Repositório”, “Simplesmente você” e “Quando eu te conheci”; e

• “Raiz da Poesia” (2017), antologia internacional entre países de língua portuguesa, com os poemas “Os segredos que escondes no olhar”, “Borboleta”, “Autópsia”, “La nuit”, “O tio da suspeita”, “Aldebaran” e “Os sons do silêncio”.

• “1001 Poetas” (2022), da Câmara Brasileira de Livros, com o poema “Coração Azevedo”.

Página no site “Templo de Delfos”, relicário da Literatura:

http://www.elfikurten.com.br/2016/08/marcos-avelino-martins.html

Contato: cygnusinfo@gmail.com

Celular: (62) 99971-9306

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 72,91
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 55,08
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 52,81
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 70,71
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 53,43
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 75,77
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 53,62
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 73,50
Ebook
R$ 30,40
Impresso
R$ 61,83
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 52,81
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 52,48
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 59,20
Ebook
R$ 27,01
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 44,29
Impresso
R$ 61,89
Ebook
R$ 36,05
Impresso
R$ 47,65
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 47,76
Ebook
R$ 22,49
Impresso
R$ 48,40
Ebook
R$ 21,36
Impresso
R$ 50,21
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 37,89
Ebook
R$ 22,49
Impresso
R$ 47,12
Ebook
R$ 27,01
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários