Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Um Morto Entre Nós
PODE UM DEFUNTO PERMANECER ENTRE OS VIVOS?
Categorias
Espiritual, Depressão, Crescimento Pessoal, Religião, Biografia e Testemunho, Autoajuda
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 329 vezes desde 14/08/2018
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 11,84
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A maioria de nós tem uma impressão emocional diante do preto que nos remete à maldade, trevas e morte.

Ora, qual é a cor do luto?

Do mesmo modo, atribuímos tudo que é bom à cor branca. é claro que, ao visualizar as cores, o nosso cérebro processa certas informações e as transformam em sensações distintas relacionadas à cada uma delas, inconscientemente.

Contudo, principalmente na cultura ocidental, existem os conceitos entranhados na consciência coletiva que transforma o preto em morte e o branco em vida.

Porém, por que as roupas em um velório são negras e as flores no caixão são brancas?

Afinal, que mistério tão atraente é esse, chamado morte?

Temida por uns, adorada por outros; sob diversas camadas, perspectivas, contextos e experiências.

Nesta autobiografia, passeando entre reflexões e profundas emoções, convido você para uma conversa franca, honesta, simples e sem a tola autossuficiência de acreditar saber de tudo.

É um convite para um diálogo, não um monólogo.

A flor branca que brota de uma flor negra.

A vida que brota da morte? Mortos entre os vivos?

Acomode-se. Viaje comigo nesta jornada de divagações capazes de produzir firme lucidez. Nesta obra que começou como um simples texto pessoal, despretensioso, particular, com nuances de um testamento.

Deixe-me contar a minha história...

Características
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Thiago Rairos

Thiago Rairos é um anônimo. Da quinta geração do fundador de um dos distritos mais antigos do município de Maranguape (CE), Lagoa do Juvenal.

O ‘Rairos’ é um pseudônimo que decidiu usar como uma identificação muito além de artística – é uma união de seu sobrenome paterno, Medeiros, com os nomes de sua mãe e irmãs, como uma forma de manifestar a sua força propulsora para tudo aquilo que faz. Nunca haverá somente o Thiago, mas sempre o ‘Thiago RAIROS (família)’ andando juntos, fazendo juntos, coexistindo em suas missões de vida.

Com uma história muito intensa, peculiar e carregada de experiências profundas (até demais para tão poucos anos de

idade, 28).

Autodidata. Cantor, compositor, nato pensador – que apresentou desde muito cedo uma maneira singular de enxergar a existência, a vida, a morte, a fé, a espiritualidade – e que teve a sua forma de expressar tudo isso intensificada pelas histórias e memórias, especialmente pelo sério transtorno depressivo que enfrenta desde a infância.

Personalidade melancólica, alma extremamente

sensível, explorador do coração humano, insaciável perseguidor da sabedoria.

Complexo e simples.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,65
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 34,06
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 89,76
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 29,62
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 51,20
Ebook
R$ 33,37
Comentários
1 comentários
ArteSam
Terça | 14.08.2018 às 20h08
Olá Thiago, tudo bem? Faço serviço de conversão epub, capa, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book trailer, ilustrações, e outros... Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.sdmarini.com - e-mail: [email protected] - página no facebook: www.facebook.com/artesambr