A INTEGRAÇÃO DA AMAZÔNIA SUL-OCIDENTAL NO CONTEXTO DESENVOLVIMENTISTA DA AMÉRICA LATINA

IIRSA - PAC - PDS NO ACRE

Por PEDRO CASTRO DA SILVA

Código do livro: 154988

Categorias

Economia, Educação, Filosofia, Desenvolvimento, Education, História Econômica

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5197 vezes desde 21/11/2013
Versão
impressa
R$ 38,55
Valor total:
R$ 38,55
Versão
ebook
R$ 21,64
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 38,55

Este livro pode estar à venda na:

Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

Na América Latina historicamente pode se verificar a ocorrência de processos econômicos de exploração que tinham por finalidade definir o espaço latino americano no sistema internacional de divisão do trabalho. No Brasil desde 1930 verificaram-se políticas governamentais que dentre outros, pretendiam tirar o país da condição de dependência econômica em relação a outras nações e alavancá-lo rumo a uma nova etapa ao de país desenvolvido. Nos anos de 1970 com a emergência do movimento ambientalista mundial surge o conceito desenvolvimento sustentável e, por conseguinte sua posição como novo paradigma para o desenvolvimento das nações. Na Amazônia Sul ocidental, em especial no Acre, desde 1980 ocorrerão processos importantes que darão destaque a constantes conflitos sociais por lutas latifundiárias. Tais conflitos permitiram a acessão ao poder local a um grupo político, através do Partido dos Trabalhadores - PT que a partir de 1999 assumirá como paradigma de governo um “novo” modelo de desenvolvimento para região – o desenvolvimento sustentável. Concomitante ao modelo implementado no Acre, no ano de 2003 foi iniciado em todo Brasil ações do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC conjunto de ações de fortalecimento de áreas estratégicas como o setor energético e de infraestrutura rodovias, portuárias e outros. A IIRSA – Iniciativa de Integração da Infra-Estrutura Regional Sul-Americana, insere o Brasil por meio do PAC e o Acre através do PDS – Programa de Desenvolvimento Sustentável - num conjunto de estratégias de reordernamento territorial pretendido para América Latina, a saber, de rota para o desenvolvimento e crescimento econômico mundial. No Acre aliado a esses processos ocorridos na America Latina e Brasil, o Partido dos Trabalhos ao chegar ao Governo local quando inicia o PDS - será responsável por uma série de transformações de políticas, caracterizado pela forte massificação do discurso da “sustentabilidade”. Serão realizados no Acre altos investimos, sobretudo, na área de infra-estrutura, financiados por agências como, BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é apontar como programas de desenvolvimento locais não estão desassociados das macro estratégicas de reorganização da economia mundial.

Características

ISBN 978-65-003-7089-8
Número de páginas 98
Edição 2 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

PEDRO CASTRO DA SILVA

Pedro Castro da Silva - acreano de Rio Branco formado Direito e em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Acre - Especialista em Direito Militar e em Direito Público.

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários