Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
A SOCIEDADE DOS RICOS SEM DINHEIRO
IDEOLOGIA, HEGEMONIA CAPITALISTA E O MITO DO SUCESSO ESCOLAR
Categorias
Ciência Política, Filosofia, Globalização, Educação
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 30710 vezes desde 17/03/2014
Versão
impressa
R$ 47,93
Valor total:
R$ 47,93
Valor total:
R$ 47,93
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

I

Foram e, ainda hoje – alvorecer do séc. XXI –, são muitos aqueles que, conduzidos pelas ideias político-econômicas do pensamento Marxista, preconizaram e preconizam o “fim do capitalismo”.

Ou seja, preconizaram e preconizam que, seguindo-se um processo dinâmico material e/ou naturalmente dialético da história, a “sociedade política” capitalista seria ou será também, naturalmente, incorporada pela “sociedade civil”, dando-se origem, assim, a uma “sociedade dita perfeita”, sem classes, na qual todos os homens excluídos, nela, finalmente estariam livres das injustiças e/ou desigualdades sociais.

O que se evidencia, entretanto, é que, historicamente, o capitalismo, apesar de passar por inúmeras crises e por ser também um sistema político-econômico cuja sua classe e/ou grupo social tem, por natureza, como princípio, desagregar mais membros do que propriamente agregar, sempre manteve a sua hegemonia. Isto é, ele (o capitalismo), contrariando as teses Marxistas sobre o seu suposto fim, por outro lado, segundo as já primeiras análises político-econômicas do Italiano Antonio Gramsci, a partir do século XX, Trouxe também consigo a chamada “Hegemonia”, fazendo-se com que – por meio do caráter ideológico dela – se paralisasse e não somente condicionasse a “dialética natural da história” Ou seja, fazendo-se com que, ele, o próprio capitalismo, enquanto sociedade política, por meio da ideologia, permanecesse como classe dominante e não fosse incorporado pela “sociedade civil”, no sentido visionário de Marx (tese segundo a qual, como já mencionado, mas que aqui também vale reiterar, o mesmo se dissolveria, dando-se origem à chamada “sociedade perfeita e/ou sem classes”).

II

O objetivo do nosso trabalho é realizar um estudo sobre as problemáticas que envolvem as relações ideológicas entre a (por nós chamada) “Sociedade dos ricos sem dinheiro” e o capitalismo, na medida em que, este último, enquanto sociedade política, nas sociedades ocidentais pós-modernas, tem sistematizado e difundido no imaginário sociocultural do proletariado (sob a forma de valores e princípios por este internalizado), os ideais e/ou as suas ideias, cooptando-os, sem, todavia, nesse mesmo processo ideológico, socializarem e/ou redistribuírem também os meios materiais de produção social da existência.

Essa, para nós, evidencia-se como sendo uma das mais radicais e, ao mesmo tempo sutis, formas de hegemonia capitalista presente no século XXI.

Características
ISBN 9781497324466
Número de páginas 152
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

Cleberson Eduardo da Costa (mais de 100 livros publicados, muitos deles traduzidos para outros idiomas), natural do Rio de Janeiro, é Graduado pela (UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/1995-1998), Pós-graduado em educação (UCAM – Universidade Candido Mendes), Pós-graduando em Filosofia e Direitos Humanos (UCAM – Universidade Candido Mendes), Mestre e Doutor (livre) em Filosofia do conhecimento (epistemologia) e Pedagofilosofia Clínica (FUNCEC - pesquisa, ensino e extensão), Pesquisador, Professor universitário, Especialista em metodologia do ensino superior, Licenciado em Fundamentos, Sociologia, Psicologia e Filosofia da educação, Didática, EJA (educação de Jovens e adultos) etc.

Além disso, foi aluno Especial do Mestrado em Educação (1999-2001/PROPED/UERJ), matriculado, após aprovação em concurso, nas disciplinas [seminários de pesquisa] “ESTATUTO FILOSÓFICO” (ministrado e coordenado pela professora Drª Lilian do Valle); e “POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA” (ministrado e coordenado pelo professor Dr. Pablo Gentili).

Estudou também no curso de MBA em Gestão Empresarial pela FUNCEFET/RJ/Região dos Lagos (2003-2005); no curso de Pós-Graduação em Administração e Planejamento da Educação pela UERJ (1999-2000); e realizou vários cursos livres e/ou de aperfeiçoamento nas áreas da filosofia e da psicanálise por instituições diversas, entre elas a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a SBPI (sociedade brasileira de psicanálise integrada).

De 1998 a 2008, atuou como professor de ensino superior (Instituto Superior de Educação da UCAM/universidade Cândido Mendes) nos campus universitários de Niterói, Nova Friburgo, Araruama, Rio de Janeiro, Teresópolis, Rio das Ostras, etc.

Participou (em sua trajetória profissional e/ou intelectual acadêmica) de diversas pesquisas, como, por exemplo, o projeto UERJ-DEGASE, relativo à (EJA) e também em pesquisas centradas em problemáticas políticas, filosóficas e pedagógicas com professores renomados, como Pablo Gentili (UERJ/CLACSO), Cleonice Puggian (UNIGRANRIO), Carla Imenes (UEPG), Cristiane silva Albuquerque (UERJ), Marco Antonio Marinho dos Santos (OCA/RJ) entre muitos outros.

Atualmente dedica-se à docência universitária; a pesquisas em educação; a consultorias relativas à educação, no sentido do aprimoramento, da superação e do desenvolvimento humano; à realização de palestras acadêmicas e multiorganizacionais e à produção de obras nos mais diversos campos do saber.

[email protected]

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 60,16
Ebook
R$ 33,37
Impresso
R$ 37,91
Ebook
R$ 20,45
Impresso
R$ 40,41
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 79,68
Ebook
R$ 65,65
Impresso
R$ 68,53
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 64,10
Ebook
R$ 38,75
Impresso
R$ 31,10
Ebook
R$ 15,07
Comentários
0 comentários