A Zona Rural do Município do Rio de Janeiro
As tentativas de construção e configuração de um território (1812-1945)
Código do livro: 345795
Categorias
Ciências Humanas E Sociais, Não Ficção, Geografia Humana
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 182 vezes desde 03/11/2020
Versão
impressa
R$ 47,38
Valor total:
R$ 47,38
Versão
ebook
R$ 19,80
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 47,38
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A zona rural também era pensada não apenas para fins agrícolas. No caso do Rio de Janeiro, os planos para o aproveitamento agrícola da região sempre caminharam junto a planos que reservavam a expansão de atividades urbanas para a mesma região. E novamente as obras de saneamento do governo federal se apresentariam como exemplo emblemático: os terrenos ganhos para a agricultura também eram excelentes para a implantação de loteamentos urbanos.

Tal expansão urbana passaria a colocar em risco a própria existência da zona rural da cidade. Expansão esta que se apoiaria na grilagem de terras, concorrendo para entre outras coisas, a expulsão das famílias de pequenos lavradores de suas terras. Tal processo evidenciou que, se era preciso fomentar a agricultura para abastecer o Distrito Federal, era necessário também estabelecer uma política que assegurasse a posse da terra aos seus pequenos lavradores.

Os anos 40 e 50 viriam para mostrar que não bastavam políticas agrícolas. Para garantir a preservação do cinturão verde carioca (então já chamado de Sertão Carioca), era preciso barrar a grilagem, o roubo de terras. Era preciso uma política de terras que assegurasse, portanto, uma política agrícola.

Características
ISBN 978-65-001-1909-1
Número de páginas 312
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários