Arrebatando-os do fogo
Código do livro: 416675
Categorias
Bíblias, Bíblia, Vida Cristã, Religião, Missões e Evangelismo
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 25 vezes desde 07/01/2022
Versão
impressa
R$ 49,66
Valor total:
R$ 49,66
Versão
ebook
R$ 27,34
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 49,66
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Judas 1:22-23:

“Tenham misericórdia dos que têm dúvidas; e salvem os perdidos,

arrebatando-os do fogo, com temor, odiando até as roupas deles,

manchadas pelos seus desejos pecaminosos.”

Judas escreveu essa epístola com o fim de denunciar os falsos mestres na igreja e o estilo de vida imoral que eles promoviam. Na verdade ele iria escrever a respeito da salvação comum, mas devido o surgimento de uma grande necessidade de tratar do assunto em ênfase dos falsos mestres que ensinavam o povo a viver no pecado e continuarem salvos ele mudou a escrita direcionado pelo Espírito Santo de Deus. Assim ele escreve para batalharmos pela verdadeira fé.

A principal preocupação desse autor é com as heresias e os falsos mestres.

Um homem chamado Judas é o autor desta carta. As conclusões dos teólogos é que este homem era um meio-irmão de Jesus.

Judas conta que seu objetivo ao escrever esta carta era fazer um tratado sobre a salvação, mas que mudou de idéia em razão de algumas pessoas não estarem ensinando uma doutrina correta.

Eles estavam ensinando que, como Deus é gracioso, Ele nunca disciplina Seus filhos. Judas estava preocupado com algumas pessoas que estavam se distanciando da fé e do ensino verdadeiro tinham ouvido e no qual tinham crido.

Judas relembra o episódio narrado no capítulo 14 do Livro de Números, em que uma geração inteira dos filhos de Israel andou em círculo durante 40 anos e morreu no deserto, porque não tiveram fé para tomar Canaã.

Deus permitiu apenas duas exceções: Calebe e Josué. Esses dois homens foram os únicos daquela geração que entraram na terra prometida porque creram plenamente no Senhor e O seguiram.  

Judas relembra os falsos mestres e o episódio da morte daquela geração no deserto. Os falsos mestres estavam ensinando ao povo que é permitido se fazer o que quiser e Deus não vai se importar com nada disso, como se Deus fosse algum tipo de Santo Vovô. As Escrituras ensinam que, junto com o amor, existe outro lado do caráter de Deus, que é Sua ira, Seu julgamento e a sua justiça, porque Deus é um Deus Santo e Justo.

Judas também dá o exemplo dos anjos caídos e diz que eles foram lançados no abismo.

Deus não ficou sentado, simplesmente assistindo aos anjos fazerem o que eles queriam sem tomar nenhuma atitude.

O terceiro exemplo mencionado por Judas refere-se à Sodoma e Gomorra; como essas duas cidades pereceram no fogo eterno.

Através desses exemplos Judas enfatiza o julgamento de Deus.

Para Judas, os falsos mestres são como “ondas bravias do mar, espumando seus próprios atos vergonhosos; estrelas errantes, para as quais estão reservadas para sempre as mais densas trevas” (V.13).

Características
ISBN 9786500376722
Número de páginas 79
Edição 1 (2022)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Daniel Fernando

Eu sou o Daniel Fernando cadeirante devido um tiro no pescoço, um milagre nas mãos de Deus.

Pastor e escritor, formado em teologia básica e pastoral. Esse é o meu primeiro livro, casado com Ellen de Cassia.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 49,02
Ebook
R$ 22,91
Impresso
R$ 34,66
Ebook
R$ 14,42
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,56
Ebook
R$ 14,42
Impresso
R$ 40,08
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 57,94
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 43,36
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 44,75
Ebook
R$ 20,88
Impresso
R$ 40,22
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 31,95
Ebook
R$ 14,64
Impresso
R$ 35,26
Ebook
R$ 18,73
Impresso
R$ 36,46
Ebook
R$ 18,79
Impresso
R$ 92,74
Ebook
R$ 18,19
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários