As mulheres como operárias da violência no contexto da ditadura civil-militar brasileira (1964-1985)
Código do livro: 376479
Categorias
Historiografia, Direito Penal, Constitucional, Geografia E Historia, Direito
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 156 vezes desde 27/05/2021
Versão
impressa
R$ 50,55
Valor total:
R$ 50,55
Valor total:
R$ 50,55
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

O presente trabalho tem o intuito de evidenciar, a partir da análise dos papéis de gênero frente a uma sociedade machista e patriarcal, o papel das mulheres como operárias da violência, principalmente diante do autoritarismo imposto pela Ditadura Civil-Militar brasileira (1964-1985), distanciando-se da perspectiva do gênero masculino – como é costumeiro de se vislumbrar e de se estudar – como único operário da violência no âmbito da Ditadura Civil-Militar brasileira. Nesse ínterim, pretende-se demonstrar que as mulheres também tiveram papel ativo à época da Ditadura Civil-Militar brasileira, fossem elas perpetradoras, facilitadoras e/ou espectadoras da violência. Nesse viés, elas vieram para demonstrar a importância do gênero feminino perante os mecanismos de violência, como, por exemplo, a propagação de torturas e de assassinatos a partir da conjuntura histórica, política e social da época.

Características
ISBN 978-65-887-8125-8
Número de páginas 238
Edição 1 (2021)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Lívia do Amaral e Silva Linck

Somos uma editora acadêmica especializada em livros de ciências sociais aplicadas e ciências humanas. Atuamos no mercado desde 2017. com atendimento personalizado para autores

https://www.editorameraki.com/

Editora Meraki: www.editorameraki.com

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários