ASSENTAMENTOS RURAIS DO MUNICÍPIO DE BRANQUINHA
PERSPECTIVAS HISTÓRICAS E CONFIGURAÇÕES GEOGRÁFICAS
Categorias
Ciência Política, Ciências Humanas E Sociais, Geografia E Historia, Democracia, Pobreza, Política Econômica
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2267 vezes desde 23/11/2015
Versão
impressa
de R$ 106,44 por
R$ 101,89
Valor total:
R$ 101,89
Versão
ebook
R$ 17,22
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 101,89
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A reforma agrária já é um fato presente em quase todo território brasileiro, muito embora não seja reconhecida por muitos como um instrumento de grande importância para a dissipação da pobreza e de muitos outros fatores causadores de segregações. O objetivo geral do trabalho é fazer uma abordagem da formação, identificação das formas de uso da terra e o perfil socioeconômico dos agricultores dos assentamentos rurais Santo Antônio da Boa Vista, Flor do Mundaú, Eldorado dos Carajás, Zumbi dos Palmares e Nova Esperança. A metodologia aplicada na elaboração desse trabalho ocorreu através de revisão bibliográfica e trabalho de campo. Na revisão bibliográfica, aconteceu a partir das leituras das obras de Veiga (1981), Silva (1980), Souza (1986), Andrade (2005), e revistas do INCRA-AL (2004-2007). O trabalho de campo ocorreu por meio de análise aos assentamentos Santo Antônio da boa vista, Flor do Mundaú, Eldorado dos Carajás, Zumbi dos Palmares e Nova Esperança, onde foram aplicados questionários, entrevistas e visita em lócus. Em cada assentamento foram analisados os relatos dos líderes e assentados; à produção atual dos agricultores e o perfil socioeconômico dos mesmos. A investigação se deu pela ausência de material escrito sobre tais assentamentos, havendo a necessidade de realização de entrevistas, depoimentos e construção de referências para este trabalho. Os resultados apontam que houve um desenvolvimento significativo quanto à melhoria da qualidade de vida dos assentados nos respectivos assentamentos, desde sua implantação aos dias atuais; mostra também uma crescente produção que, mesmo diante de tantas dificuldades enfrentadas pelos assentados; mantêm-se produzindo. Observa-se que existe um percentual significativo de produtividade por aqueles que conseguem produzir com recursos próprios, tendo vista à grande dificuldade de se conseguir crédito frente aos bancos de desenvolvimento regional.

Características
Número de páginas 161
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Coloração Colorido
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 106,44
R$ 101,89
Ebook
R$ 17,22
Impresso
de R$ 33,24
R$ 28,69
Ebook
R$ 12,92
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários