Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
BELA DAMA - A EMPRESÁRIA DO ANO
& OUTROS ESCRITOS
Categorias
Romance, Engraçado, Filosofia, Ficção, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 23463 vezes desde 05/09/2014
Versão
impressa
R$ 47,23
Valor total:
R$ 47,23
Valor total:
R$ 47,23
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

_ Nossa! Você está sendo fria e calculista demais! Não pensei que fosse tanto assim!

_ Está surpreso?!

_ Claro! Nunca ouvi uma mulher falar assim...

_ Não mesmo? Tem certeza?

_ Não mesmo! Tenho Certeza!

_ Mas quem foi que lhe disse que eu sou uma mulher?!

O silêncio, imediatamente, por alguns segundos, tomou conta do quarto.

_ O quê?! Você não é uma mulher?! Você me enganou?!

_ Não enganei não: você não me perguntou e eu também não me senti na obrigação de lhe falar.

_ Isso não pode ser possível! Me recuso a acreditar!

_ Se eu fosse você acreditaria...

_ Mas e quanto à ausência do pênis?

_ Retirei-o nos EUA. Fiz uma operação de mudança de sexo há cerca de três anos.

_ Isso é um absurdo! Fui enganado por você! Faça-me o favor agora de me devolver o meu dinheiro! Fui vítima de uma propaganda enganosa!

_ Propaganda enganosa?! Eu não fiz nenhuma propaganda... Você que gostou da minha aparência e se predispôs a comprar meus serviços sexuais. Nada além. Além disso, como você mesmo me disse antes, os serviços foram por mim muito bem praticados. Não há do que reclamar. Tanto é que, ainda pouco, você estava me pedindo em casamento, não foi? Por acaso já se esqueceu?

_ Estou prestes a enfartar! Não quero saber! Quero meu dinheiro de volta! Não paguei para praticar sexo com um travesti!

_ Travesti?! Eu?! Auto lá com o seu disparate! Não sou um travesti! Sou um transexual...

_ Mas é claro que é um travesti! Você é um viado. Quero meu dinheiro de volta. Eu fui lesado por você. Você merece ser presa...

_ Em não faço a devolução de dinheiro quando o serviço já foi prestado.

_ Olha aqui, sua travesti, se você não devolver agora o meu dinheiro eu vou...

_ Você vai o quê? Está me ameaçando? Está me discriminando? Nunca ouviu falar que homofobia é crime? Se continuar a me tratar assim, eu é que vou chamar a polícia e registrar queixa contra você...

_ Chamar a polícia? (nessa hora o rapaz lembrou que, durante a sua vida empresarial, já tinha lesado várias pessoas, respondia a diferentes processos, e, chamar os sujeitos da lei para tentar resolver aquela pendenga não seria algo muito inteligente de sua parte, pois ele poderia acabar preso).

_ Polícia sim! Depois ainda meto-lhe um processo! E se vir tentar me agredir, vai tomar porrada de volta também... Sou faixa preta de karatê e Judô. Acho que o melhor que você tem a fazer é tentar se acalmar. Creio que podemos resolver o problema, já que você acha que isso é um problema, de outra forma menos violenta ou trágica.

_ Não, polícia não! Sem polícia... Você tem razão... O que eu quero é apenas não ficar no prejuízo. Paguei mil reais pensando que você fosse uma mulher...

_ Mil reais não: novecentos. Esqueceu-se do desconto de 10% que eu lhe dei?

_ Sim, é verdade... Mas você não é uma mulher.

_ Mas e daí? O que isso tem a ver?! Você, antes de saber que eu não era, me disse que havia gostado dos meus serviços sexuais prestados, não foi?!

_ Mas você não é uma mulher...

_ Ok. Pensando aqui, tenho uma sugestão ou uma proposta para lhe fazer... – falou-lhe a Bela dama.

_ Qual? – Perguntou o rapaz.

_ Tempo, para nós que somos capitalistas, é dinheiro, certo?

_ Certo...

_ Eu não sou mulher, mas você recebeu e gostou dos meus serviços, não foi?

_ Sim... Até aí tudo bem...

_ A proposta é a seguinte...

_ Já sei... (interrompeu o homem), você vai me devolver ao menos 50% do que eu lhe paguei, ou seja, 450 reais, de modo que nenhum de nós fique no prejuízo?

_ Não... Não é bem assim... Já informei que, em hipótese alguma, nós, os capitalistas, devolvemos o dinheiro quando o serviço foi prestado, certo?

_ Ora, mas se não haverá devolução do meu dinheiro, nem de parte dele, que raio então de proposta é essa?

_ já que você confirmou ter gostado dos meus serviços sexuais, posso lhe dar, já a partir de agora, a título de cortesia ou bônus, mais uma hora grátis, de modo que, somados os dois serviços, ou seja, esse mais o outro, ambos lhe sairão pela metade do preço. Essa seria uma excelente proposta, você não acha?

Características
ISBN 978-1501078699
Número de páginas 135
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
CLEBERSON EDUARDO DA COSTA

Cleberson Eduardo da Costa (mais de 100 livros publicados, muitos deles traduzidos para outros idiomas), natural do Rio de Janeiro, é Graduado pela (UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/1995-1998), Pós-graduado em educação (UCAM – Universidade Candido Mendes), Pós-graduando em Filosofia e Direitos Humanos (UCAM – Universidade Candido Mendes), Mestre e Doutor (livre) em Filosofia do conhecimento (epistemologia) e Pedagofilosofia Clínica (FUNCEC - pesquisa, ensino e extensão), Pesquisador, Professor universitário, Especialista em metodologia do ensino superior, Licenciado em Fundamentos, Sociologia, Psicologia e Filosofia da educação, Didática, EJA (educação de Jovens e adultos) etc.

Além disso, foi aluno Especial do Mestrado em Educação (1999-2001/PROPED/UERJ), matriculado, após aprovação em concurso, nas disciplinas [seminários de pesquisa] “ESTATUTO FILOSÓFICO” (ministrado e coordenado pela professora Drª Lilian do Valle); e “POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL E NA AMÉRICA LATINA” (ministrado e coordenado pelo professor Dr. Pablo Gentili).

Estudou também no curso de MBA em Gestão Empresarial pela FUNCEFET/RJ/Região dos Lagos (2003-2005); no curso de Pós-Graduação em Administração e Planejamento da Educação pela UERJ (1999-2000); e realizou vários cursos livres e/ou de aperfeiçoamento nas áreas da filosofia e da psicanálise por instituições diversas, entre elas a FGV (Fundação Getúlio Vargas) e a SBPI (sociedade brasileira de psicanálise integrada).

De 1998 a 2008, atuou como professor de ensino superior (Instituto Superior de Educação da UCAM/universidade Cândido Mendes) nos campus universitários de Niterói, Nova Friburgo, Araruama, Rio de Janeiro, Teresópolis, Rio das Ostras, etc.

Participou (em sua trajetória profissional e/ou intelectual acadêmica) de diversas pesquisas, como, por exemplo, o projeto UERJ-DEGASE, relativo à (EJA) e também em pesquisas centradas em problemáticas políticas, filosóficas e pedagógicas com professores renomados, como Pablo Gentili (UERJ/CLACSO), Cleonice Puggian (UNIGRANRIO), Carla Imenes (UEPG), Cristiane silva Albuquerque (UERJ), Marco Antonio Marinho dos Santos (OCA/RJ) entre muitos outros.

Atualmente dedica-se à docência universitária; a pesquisas em educação; a consultorias relativas à educação, no sentido do aprimoramento, da superação e do desenvolvimento humano; à realização de palestras acadêmicas e multiorganizacionais e à produção de obras nos mais diversos campos do saber.

[email protected]

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 47,32
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 36,02
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 40,28
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 45,23
Ebook
R$ 19,37
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 40,63
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 33,00
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 43,34
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 53,39
Ebook
R$ 25,83
Comentários
0 comentários