Chanqanachiy Ataw Wallpa
entrando em Machu Picchu
Categorias
Aventura, Geografia E Historia, Turismo
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 9023 vezes desde 22/07/2012
Versão
impressa
R$ 34,94
Valor total:
R$ 34,94
Valor total:
R$ 34,94
Sinopse

Será que visitar Machu Picchu é um desejo de todos os mortais? Praticamente todas as pessoas com quem eu converso não deixam de fazer uma observação do tipo “meu sonho é conhecer Machu Picchu”. Pois eu fui e vi.

Os nomes dos personagens que fazem parte da história são fictícios. Caso sejam identificados como reais não passarão de mera inspiração para o desenrolar da história. Aceitá-los ou não como reais vai depender da boa (ou má) vontade de cada leitor.

O título do trabalho, Chanqanachiy Ataw Wallpa, quer dizer na linguagem quéchua alguma coisa como um pedido de licença a Atahualpa ou Atahuallpa (em quéchua Ataw Wallpa), último sapa inca (imperador inca). A definição do Dicionário Quechua-Espanhol-Quechua, do Governo Regional de Cusco, para Chanqanachiy, é “enviar ou permitir que duas ou mais pessoas se lancem e recebam algo em função de trabalho ou lazer”. A intenção do título, portanto, é a de pedir licença a Atahualpa para adentrar em seu reino, registrar o que foi visto e relatar os sentimentos vividos; com o máximo respeito por ele ter existido em nossa História.

Espero que tenha conseguido passar toda a emoção de entrar em contato com uma cultura tão rica. Reconheço a dificuldade de se repassar, em palavras, a emoção que tive ao tocar naquele aglomerado de pedras, harmoniosamente montado, uma sobre a outra, formando casas e platôs para plantações, em cidades lógicas e bem planejadas. É a expressão de uma cultura magnífica, massacrada por criadores de porcos espanhóis, sedentos de poder e riquezas.

De minha parte posso dizer que minha vida não foi vivida em vão. Valeu à pena a aventura que vivi. Sai do meu conforto, enfrentei situações problemáticas e agora tive alguma coisa para contar. Fiz a minha História dentro da História. O que será lido aqui é a minha História na História da Humanidade. E é real. Pode ser que tenha romanceado uma ou outra parte, mas os fatos e os sentimentos estão aqui registrados, num esforço para não fugir aos dados de realidade.

Espero que gostem do relato. Aproveitem.

Características
Número de páginas 98
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
José Luiz Bello

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, onde vive até hoje. Formou-se em Pedagogia pela Universidade Santa Úrsula. Trabalha em Educação desde 1972 quando fez um curso sobre Educação Montessoriana na Organização Brasileira de Atividades Pedagógicas. Começou sua vida profissional como professor de classe de uma turma de crianças de 2 a 3 anos e meio, no Colégio Constructor Sui, de orientação montessoriana. É provável que tenha sido o primeiro homem no Brasil a trabalhar como professor na Educação Infantil no ano de 1972. Após trabalhar em outras escolas montessorianas, abriu a sua própria, em sociedade com um colega, que teve o nome de Ogá Mitá, casa da criança em linguagem indígena tupi-guarani. Insatisfeito com os rumos da escola foi trabalhar na Fundação Nacional do Bem-Estar do Menor - FUNABEM. Lá trabalhou como Supervisor de Projetos e depois com meninos e meninas que perambulavam pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro em busca da sua sobrevivência. Depois, esteve envolvido com educação rural numa Secretaria de Estado e daí, juntamente com uma colega pedagoga, iniciou a abertura do Instituto de Pedagogia e Psicologia Genética - IPPG, que não vingou devido a grave crise financeira da época e os planos de governo para solucioná-la. Foi aprovado por duas vezes no concurso de seleção para o Mestrado em Educação do Instituto de Estudos Avançados em Educação da Fundação Getúlio Vargas, não podendo concluí-los por questões profissionais. É Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro Pedagógico, da Universidade Federal do Espírito Santo, tendo apresentado a Dissertação de Mestrado “Lauro de Oliveira Lima: um educador brasileiro”. Foi professor da Faculdade de Economia de Vitória, mantida pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade - CNEC, na cidade de Vitória. Em Vila Velha, dirigiu, em caráter de intervenção, a Escola João dos Santos Neves, também da rede CNEC. Foi também professor substituto do Centro Pedagógico, da Universidade Federal do Espírito Santo, lotado na Coordenação Universitária Norte do Espírito Santo, nas cidades de São Mateus e Nova Venécia. Foi professor substituto da Faculdade de Educação, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, por dois semestres. Foi também professor da Universidade Católica de Petrópolis e da Universidade Santa Úrsula, além de professor da Universidade Veiga de Almeida, na cidade do Rio de Janeiro. Mantém e coordena o site Pedagogia em Foco desde 1998. É escritor, autor de quinze livros e artigos em seu site.

Pedagogia em Foco: www.pedagogiaemfoco.pro.br

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 32,79
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 34,40
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 36,75
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 33,13
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 46,53
Ebook
R$ 27,98
Impresso
R$ 41,36
Impresso
R$ 46,57
Comentários
0 comentários