Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Enfermagem no Atendimento Pré-Hospitalar ao Politraumatizado
Categorias
Primeiros Socorros, Medicina Clínica, Epidemiologia, Saúde E Fitness, Medicina
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1446 vezes desde 24/10/2017
Versão
impressa
R$ 40,16
Coloração
Valor total:
R$ 40,16
Versão
ebook
R$ 22,60
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 40,16
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

No atendimento pré-hospitalar, a atenção básica é considerada a porta de entrada, sendo a primeira a dar assistência a população. Com isso, esse caráter resolutivo resulta em ações individuais e coletivos que promove e protege à saúde dos usuários prevenindo agravos maiores.

Nesse caso, a AB têm aspectos fundamentais para contribuição, sendo eles: Ser base (como um serviço descentralizado); Ser resolutivo (identificando a demanda da população, criando vínculos entre os diferentes grupos sociais); Coordenar o cuidado (elaborando projetos que visem o bem-estar, organizando e acompanhando os usuários, responsabilizar-se pelos mesmos de forma contínua e integrada entre os diferentes grupos e redes de saúde); e Ordenar as redes (reconhecendo a fragilidade da população, organizando e contribuindo na programação das necessidades).

Com isso, observa-se o caráter estratégico das AB a fim de promover, reabilitar e prevenir a piora de seus usuários de modo integral. Nos casos de urgência e emergência é necessário antes de tudo acolher adequadamente o paciente e sua família, fazendo uma escuta qualificada para que se possa classificar os riscos de acordo com as vulnerabilidades, tendo uma boa resposta no primeiro atendimento.

Para um atendimento rápido e capacitado, os serviços móveis são a melhor escolha. Este, objetiva a ordenação do fluxo, com atendimentos rápidos e resolutivos a vítimas com alterações na sua homeostase. O SAMU mostra-se efetivo para os atendimentos de baixa, média e alta complexidade. Algumas unidades por estes atendimentos são: USN, USA, equipe de aeromédico, equipe de embarcação, motolância e a VIR. Cada uma composta por profissionais altamente capacitados.

Todo município com número igual ou maior a 500.000 habitantes poderão construir SAMU e também serão liberados a implantar centrais de regulação das urgências a fim de atuar em uma melhor resposta no atendimento médico, ordenando o fluxo dos rápidos atendimentos. Por outro lado, o município com população inferior a 350.00 mil habitantes, o projeto de implantação tem que ser analisado, para assim buscar um modo de adequar a cobertura dos serviços de pronto atendimento de forma descentralizada e eficaz.

Características
ISBN 978-85-5697-352-8
Número de páginas 94
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
1 comentários
ArteSam
Terça | 24.10.2017 às 12h10
Olá Antero, tudo bem? Faço serviço de conversão epub, capa, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book trailer, ilustrações, e outros... Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.artesam.com - e-mail: [email protected] - página no facebook: www.facebook.com/artesambr