Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
MÉTODOS NÃO ADVERSARIAIS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITO
COMO INSTRUMENTOS DE TRANSFORMAÇÃO DA CULTURA JURÍDICA BRASILEIRA
Categorias
Ciências Humanas E Sociais, Tribunais, Resolução Alternativa De Litígios, Arbitragem, Negociação, Mediação, Direito, Ciência Política
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 400 vezes desde 29/05/2020
Versão
impressa
R$ 91,89
Acabamento
Valor total:
R$ 91,89
Versão
ebook
R$ 17,22
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 91,89
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O presente trabalho adota uma metodologia histórico comparativa por meio da qual busca-se apresentar, as raízes da cultura jurídica brasileira, traçando para tanto as principais influências de pensamento que nortearam o mundo acadêmico desde as primeiras faculdades de Direito, até os dias atuais. Utilizando-se desta metodologia, objetiva-se demonstrar que a atual crise de jurisdição pela qual passa o Poder Judiciário, está intimamente vinculada à construção do pensamento jurídico brasileiro e as influências históricas inerentes a formação do Estado e da sociedade. Descreve-se, no presente trabalho, os principais fatores relacionados com às dificuldades de acesso à Justiça e suas implicações nos contextos sociais da colônia, no período republicano, no pós-ditadura e atualmente. Busca-se ainda apontar as medidas adotadas com vistas a promover a redemocratização do Poder Judiciário brasileiro medidas estas, compostas por alterações legislativas e a adoção de Políticas Judiciárias voltadas à divulgação, implementação e positivação dos métodos não adversariais de resolução de conflitos. Com base na análise das influências no pensamento jurídico acadêmico e sua inter-relação com a própria administração da justiça no País, apresenta-se algumas novas linhas de pensamento jurídico, formadas a partir de elementos como pluridisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade. Com base nesta construção busca-se demonstrar a aplicabilidade dos métodos não adversariais de conflitos como eficazes instrumentos de construção de uma nova cultura jurídica brasileira.

Características
ISBN 978-65-000-4181-1
Número de páginas 147
Edição 1 (2020)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Isaías Balthazar da Silva

Advogado regularmente inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil - SC.

Florianópolis, SC.

Advogado generalista.

Comentários
0 comentários