Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
NOVO COLONIALISMO ECONÔMICO
Exploração de Países Vulneráveis
Categorias
Ética Nos Negócios, Condições Econômicas, Economia, Ciências Humanas E Sociais
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 139 vezes desde 17/03/2020
Versão
impressa
R$ 31,96
Valor total:
R$ 31,96
Versão
ebook
R$ 12,92
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 31,96
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Com uma abordagem para cada um de nós cidadãos, são tratadas situações que vivem países em desenvolvimento e sua vulnerabilidade a uma nova forma de colonialismo econômico. Procura se mostrar que a exploração é consumada em decorrência de países desenvolvidos e de moeda forte adotarem medidas que favorecem a ação predatória de especuladores individuais e institucionais. Procura se mostrar também que a ação predatória é facilitada pela ação perdulária e abusiva de governantes dos países explorados e que ela não se restringe a especuladores estrangeiros. Em um contexto mais amplo, se faz análise da atual situação de deterioração do Capitalismo, que causa desigualdades socioeconômicas que tiram condições de vida digna para a maioria da população. Sem nenhum prejuízo à livre iniciativa, mostra-se a necessidade e possibilidade de sistema econômico em que o objetivo de lucro do empresário seja justificado pelo necessário meio de produzir bens e serviços úteis para condições de sobrevivência, segurança e bem-estar humano; um sistema econômico pautado por filosofia existencial que privilegie esquemas sustentáveis de vida coletiva e que dê condições de sobrevivência ao sistema civilização humana. A abordagem é feita de modo a identificar causas, processos envolvidos, responsabilidades e, também, e principalmente, possibilidades de lidar com a eliminação de tais situações danosas. Conclui-se que não há remédios de curto prazo suficientes para enfrentar e estancar causas das situações de exploração e que, do lado dos explorados, só com educação, que propicie condição de percepção e entendimento de como se defender de predadores econômicos e políticos e gerar resultados garantidores de prosperidade. Conclui-se, também, que do lado dos exploradores predadores há carência limitando a percepção e entendimento da necessidade de esquemas coletivos de vida e de que para cuidar bem de si mesmo o indivíduo humano não pode criar caso com sua natureza e com a natureza do mundo em que vive. Ao final são propostas providências legais e de regulamentação identificadas como necessárias para estancar as situações de abuso econômico.

Características
ISBN 978-65-000-0939-2
Número de páginas 91
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
ATAIR RIOS NETO

Atair Rios Neto: Engenheiro Mecânico (USP,1966), Phd em Mecânica da Engenharia e Engenharia Aeroespacial (University of Texas at Austin, 1973), especialista em Controle Otimizado de Sistemas Dinâmicos, ao longo de sua vida profissional atuou como pesquisador, professor, empresário e gestor, com destaque para Escola Politécnica da USP, Inpe e Embraer. Publicou cerca de uma centena de trabalhos científico-tecnológicos, inclusive 16 capítulos em livros de sua área de pesquisa, incluindo capítulo na Enciclopédia de Automática (2007, prêmio Jabuti, em sua categoria) e livros de natureza publicados eletronicamente no Clube de Autores. Atualmente é Consultor em Desenvolvimento Tecnológico.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários