Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Política Pública Linguística versus Educação Inclusiva:
desvelando processos de exclusão de Surdos
Categorias
Ciência Política, Ciências Humanas E Sociais, Educação, Deficientes, Política Cultural, Serviços Humanos
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2479 vezes desde 29/10/2016
Versão
impressa
R$ 39,08
Valor total:
R$ 39,08
Valor total:
R$ 39,08
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

A história da educação inclusiva apresenta grandes mudanças e transformações no decorrer da histórica desta nação. Desde o século XIX essa proposta, conjuntamente com suas legislações, diretrizes etc, vem sendo organizada, adaptada e aplicada à educação brasileira. No entanto, alguns acontecimentos, sobretudo a partir de 2011, trouxeram suspeitas em relação a um possível sujeito oprimido nesse processo. No início do ano supramencionado o Ministério da Educação – MEC exigiu o fechamento das escolas bilíngues para Surdos alegando segregação social dos mesmos. A partir daí, lutas, protestos e manifestações políticas aconteceram e se intensificaram por várias regiões do Brasil durante todo o decorrer deste ano; acirrando o confronto entre uma política educacional linguística – Bilinguismo: pela qual a Libras é a língua materna e Língua Portuguesa, segunda língua – e uma política educacional inclusiva – pela qual os Surdos, não aceitos como sujeitos de uma individualidade cultural, devem estudar em escolas e classes regulares. Todo esse empate emana uma inquietação epistemológica e a necessidade de uma investigação. Portanto, o objetivo dessa pesquisa foi desvelar na prática como vêm acontecendo essa “educação inclusiva”; devido o teor de importância do tema e necessidade de maior aprofundamento teórico, também se propôs: a) Apresentar a trajetória histórica, os momentos-chave em prol da educação do Surdo; b) Traçar os avanços legais e políticos da inclusão com foco nos alunos com surdez; c) Analisar a educação inclusiva na prática com alunos Surdos; d) Verificar o que demais pesquisas/ literaturas tem a contribuir com esse tema. Acredita-se que esta pesquisa contribui para o debate e reflexão sobre a real inclusão social dos Surdos; pois como defende Boaventura de Souza Santos, é preciso lutar pela igualdade sempre que a diferença nos inferioriza, mas é preciso lutar pela diferença, sempre que a igualdade nos descaracteriza.

É com muito carinho ao Povo Surdo e a sua luta que eu lhes ofereço a obra: POLÍTICA PÚBLICA LINGUÍSTICA versus EDUCAÇÃO INCLUSIVA: desvelando processos de exclusão de Surdos.

Com Prefácio especial da Dra. KARIN STROBEL.

Características
ISBN 978-85-919754-0-2
Número de páginas 146
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Katia Regina Conrad Lourenço

Katia Lourenço é doutora em Currículo e Cultura Surda pelo Programa de Educação: Currículo da PUC/SP (bolsista CNPq); onde também atua como Editora Assistente da Revista Científica e-Curriculum (Qualis A2). Mestre em Mestre em Políticas Públicas de Educação para Surdos; arovada pelo MEC e UFSC no Exame Nacional ProLibras. Atualmente é professora de Libras e Educação Inclusiva (além de tutora e desenvolvedora conteudista) em cursos de graduação e pós graduação. Fundadora e coordenadora do Grupo (independente) de Pesquisa em Libras e Educação de Surdos - GEPES. Também desenvolve e apresenta palestras, Work Shop, treinamentos, integrações e interpretações diversas como Professora e/ou Intérprete de LIBRAS. Conheça seus trabalhos em www.wantbr.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários