Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro SANTA CRUZ, ONDE A FERROVIA NÃO PASSOU

SENHORES, ESCRAVOS E IMIGRANTES NA FREGUESIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO. 1836-1898

Por: JOÃO BATISTA CORREA Denunciar

Ajaxloader
por
R$ 36,08
por
R$ 14,15

Sinopse

O município de Santa Cruz da Conceição tem suas origens no ano de 1836 num cruzamento de estrada que ligava a cidade de Rio Claro a Pirassununga. Neste cruzamento foi colocada uma cruz e ali foi construído um rancho para o comércio entre os moradores e viajantes que passavam por essa região.

No ano de 1876, com o auge do café, surgimento de vilas e as ferrovias cortando o interior da província, Santa Cruz surgiu como curato. Nesse período, Santa Cruz teve a esperança de ser alcançada pelos trilhos da Companhia Paulista de

Estradas de Ferro, fato que não aconteceu, e que resultou na passagem da linha férrea em Leme no ano de 1877, e na construção da estação de Souza Queiroz em 1896.

A não instalação da linha férrea ocasionou numa grande perda para Santa Cruz, que não pôde se desenvolver economicamente e geograficamente em relação aos demais municípios vizinhos. Mesmo não possuindo a linha férrea em sua jurisdição, Santa Cruz tornou-se freguesia no ano de 1879, e vila em 1898.

Após ser elevada à condição de vila, Santa Cruz elaborou seu primeiro código de posturas e criou o Partido Republicano Paulista com a chefia do senhor Major Arouca. Santa Cruz da Conceição vivenciou 36 anos de vida política na condição de vila até o ano de 1934, quando foi rebaixada à condição de distrito e ficou sob a administração do município de Pirassununga.

No ano de 1954, foi elevada novamente à condição de município. Este livro tem por objetivo compreender como esta vila se forjou e cresceu sem a presença dos trilhos ferroviários em suas terras, que provavelmente traria muito mais progresso para os santa- cruzenses.

Categorias: Geografia E Historia, Educação, Ciências Humanas E Sociais
Palavras-chave: conceiÇÃo, cruz, da, escravos, ferrovia, freguesia., imigrantes, leme, santa, senhores

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 123

Edição: 1(2018)

Formato: A5 (148x210)

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Couche 90g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
JOÃO BATISTA CORREA

João Batista Correa é formado em História e Pedagogia. Especialista em Brasil Colônia e Mestre em História do Brasil. Se dedica nos estudos de História Demográfica, Família Escrava, Relações de Sociabilidades, História Regional e Brasil Império.


Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Não é fácil colocarmos nosso confiança em qualquer meio...Aos poucos fui descobrindo que o Clube dos Autores é mais que um meio confiável, é a segurança de um sonho realizado, é a luta pela valorização destes grandes escritores que acabam sendo desvalorizados pela cultura do sexo, samba e futeb..."

Vanderlan da Silva

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700