Textos Desconectados
Discursos, crônicas, pensamentos
Categorias
Biografia e Testemunho, Filosofia, Poesia, Filosofia / Religião
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 681 vezes desde 19/12/2016
Versão
impressa
R$ 30,39
Valor total:
R$ 30,39
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 30,39
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Sempre que estou lendo BONS TEXTOS, me animo com o assunto e, CONCORDANDO, ou DISCORDANDO, tenho vontade de escrever algo, expondo a minha ideia e defendendo-a com meus argumentos ou simplesmente, comentando o assunto, analisando por outros ângulos, ampliando o ”panorama” com ideias paralelas.

Características
ISBN 978-85-917878-1-4
Número de páginas 118
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Braz Tavares Araujo

Braz Tavares Araujo, nascido em 1927, casado, pai de cinco filhos. Assistente Social formado pela Faculdade Paulista de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 1959. Foi o Orador Oficial dos Formandos. Cursou, também, Filosofia e Teologia no Seminário Central do Ipiranga, da Arquidiocese de São Paulo de 1946 a 1951 e Humanidades (Segundo Grau) no Seminário Menor Diocesano de São Carlos (1940-1945).

Pós-Graduado em Administração Hospitalar pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e de Pesquisas Hospitalares (I.P.H.) da Fundação Valeparaibana de Ensino (1970) e pelo Centro de Altos Estudos de Administração Hospitalar do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Trabalhou como Assistente Social no Hospital das Clínicas de S. Paulo, onde se aposentou em 1984.

Foi também Assistente Social do Hospital Infantil Darcy Vargas da Legião Brasileira de Assistência (Morumbi – São Paulo), onde implantou o Serviço Social Médico em 1960. Atuou como Assistente Social Voluntário junto ao Juizado de Menores de São Paulo por alguns anos.

Trabalhou como Assistente Social também no Hospital do Servidor Público do Estado de S. Paulo. Todos lugares sagrados de onde, esquecidas as mágoas, guarda, sobretudo, a satisfação e o orgulho do dever cumprido com total dedicação e prazer em benefício dos pacientes a quem teve a honra de servir.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários